dcsimg

Descubra o que se estuda em Fisioterapia

Entenda o que se estuda em Fisioterapia e saiba como é a atuação desse profissional no mercado de trabalho.

O fisioterapeuta atua no tratamento e na prevenção de doenças e lesões, por meio da aplicação de técnicas como exercícios e massoterapia. Esses problemas podem ser desencadeados por diversos fatores, dentre eles estão as alterações genéticas, doenças adquiridas no decorrer da vida, acidentes ou vícios de postura. Quando eles são detectados, é papel do fisioterapeuta diagnosticar e tratá-los.

A partir do momento que o fisioterapeuta entra em ação deve aplicar terapias que restaurem, desenvolvam e mantenham a capacidade física e funcional do paciente. Tratamentos à base de água, frio, calor e aparelhos específicos entram nessa lista.

Para ser um bom profissional, empregando as técnicas e tratamentos da melhor maneira, é importante alguns anos de estudos e muita dedicação a eles. Para ajudar você a compreender melhor  que tipo de saber deverá ser aplicado no dia a dia da profissão, separamos as principais informações sobre o que se estuda em Fisioterapia. Siga para o próximo tópico!

O que se estuda em Fisioterapia

A base do curso é uma mescla de  disciplinas de ciências biológicas e ciências da saúde. Sendo então ministradas aulas de biologia, fisiologia, anatomia, patologia, saúde pública, recursos terapêuticos manuais, ortopedia e traumatologia, neurologia.

Do segundo ano em diante a carga horária de aulas práticas aumenta. Nessas aulas você aprenderá técnicas de tratamento, como a massoterapia (massagem) e termoterapia (tratamento a base de calor ou frio).

No último ano você deverá realizar o estágio obrigatório que, geralmente, é feito nas clínicas das próprias universidades. Além do estágio, para concluir o curso é necessário fazer o trabalho de conclusão de curso.

Grade curricular do curso de Fisioterapia

Para ficar mais claro para você sobre o que se estudar em Fisioterapia, separamos uma grade curricular de um curso. Confira!

  • Aspectos morfológicos do movimento humano       
  • Biologia celular e tecidual       
  • Embriologia e genética  
  • História e fundamentos da Fisioterapia
  • Linguagem corporal       
  • Primeiros socorros
  • Ciência, tecnologia e sociedade na saúde        
  • Anatomia humana
  • Fisiologia dos sistemas
  • Processos patológicos   
  • Bioquímica metabólica   
  • Epidemiologia      
  • Cinesiologia
  • Embriologia e genética
  • Aspectos fisiológicos do movimento humano
  • Neuroanatomia funcional
  • Metodologia de pesquisa em ciências da saúde    
  • Recursos biofísicos
  • Métodos e técnicas de avaliação funcional  
  • Abordagem clínica geral  
  • Epidemiologia      
  • Cinesiologia
  • Fisiologia do exercício   
  • Eletroterapia
  • Recursos terapêuticos manuais
  • Fisioterapia aquática      
  • Cinesioterapia     
  • Abordagem clínica geral  
  • Metodologia de pesquisa em ciência da saúde
  • Aspectos biopsicossociais
  • Fisioterapia em dermatofuncional      
  • Métodos e abordagem fisioterapêutica em saúde coletiva
  • Atenção fisioterapêutica em ortopedia infantil
  • Fisioterapia baseada em evidências
  • Aspectos sociais e inclusão     
  • Metodologia de pesquisa em ciências da saúde
  • Atenção fisioterapêutica em reumatologia
  • Exames complementares
  • Atenção fisioterapêutica em neurologia adulto      
  • Metodologia de pesquisa em ciências da saúde    
  • Aspectos biopsicossociais do desenvolvimento humano
  • Fisioterapia baseada em evidências
  • Atenção à saúde da mulher
  • Estágios
  • TCC

Vale ressaltar que algumas disciplinas da grade curricular podem ser alteradas de acordo com a universidade.

Áreas de atuação do fisioterapeuta

Após concluir sua formação você estará apto para desempenhar diversas funções dentro da profissão. Conheça algumas:

  • Acupuntura: tratamento feito por meio da aplicação de agulhas.
  • Cardiologia e pneumologia: tratamentos realizados nas fases pré e pós-operatória. Prevenção e tratamento de doenças respiratórias e cardíacas e reabilitação de doentes, prescrevendo e aplicando exercícios voltados para os aparelhos respiratório e circulatório.
  • Dermatofuncional: aplicar técnicas em pacientes que fizeram cirurgias (plástica ou geral), visando a diminuição de desconfortos. Tratamentos feitos com aparelhos de raios infravermelhos, ultravioleta e laser com o objetivo de reduzir lesões e acelerar a cicatrização também são realizados nesta área. Além disso, realiza tratamentos estéticos.
  • Fisioterapia do trabalho: realizar tratamentos que previnam e tratem doenças relacionadas com o trabalho.
  • Fisioterapia esportiva: empregar técnicas de prevenção e reabilitação de lesões em atletas ou praticantes de atividades esportivas.
  • Gameterapia: aplicar tratamentos por meio de jogos eletrônicos, visando a reabilitação de pacientes com problemas neurológicos e ósseos.
  • Neurologia adulta e pediátrica: auxiliar na reabilitação de pacientes que tiveram paralisia, derrame cerebral ou traumatismo de coluna e crânio. Já na neurologia pediátrica, deve auxiliar na reabilitação de crianças portadoras de paralisia cerebral e síndrome de Down.
  • Ortopedia e traumatologia: auxiliar na recuperação dos movimentos, diminuindo dores em pacientes com traumas, fraturas ou luxações. Além disso, atua na prevenção e na reabilitação de lesões da coluna vertebral e das articulações.
  • Terapia intensiva: aplicar tratamentos em pacientes internados em UTIs.

E mais, com o conhecimento adquirido durante o curso você também poderá trabalhar para indústrias de equipamentos, realizando pesquisas para desenvolver e testar novos aparelhos para serem utilizados em terapias.

Outra possibilidade é atuar em grupos especiais empregando técnicas de estímulos aos músculos de idosos ou portadores de deficiência física com limitações de movimento. Outra oportunidade é de trabalhar com grupos de gestantes.

Onde estudar Fisioterapia

Por ser uma profissão com ampla área de atuação, o curso de Fisioterapia é bastante procurado, portanto facilmente encontrado nas faculdades. Porém, no momento de decidir onde estudar, escolha universidades que sejam reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC).

Para auxiliar você nessa decisão, selecionamos algumas opções de faculdades que oferecem o curso de Fisioterapia e são reconhecidas pelo MEC:

Veja também:

Veja faculdades que oferecem graduação em Fisioterapia

Quanto ganha um Fisioterapeuta?

As universidades citadas acima aceitam o Enem como forma de ingresso em seus cursos e participam de programas de bolsas e financiamento como ProUni e FIES, além disso possuem programas próprios de bolsas e descontos em mensalidades.

Percebe como o que se estuda em Fisioterapia é muito importante para desempenhar suas funções de maneira eficiente? Por isso, quando iniciar seu curso dê um mergulho profundo nos estudos! Por falar nisso, conte para gente onde pretende estudar.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin