Quais profissões nunca deixarão de existir?

Em 2013, a Universidade de Oxford divulgou uma pesquisa sobre o “Futuro do trabalho e o quão suscetíveis estão os empregos diante da tecnologia”. De 2013 para cá muita coisa mudou, desde interação nas redes sociais, até Inteligência Artificial. A pesquisa faz previsões interessantes, sobre quais profissões nunca deixarão de existir, mesmo nesses tempos exponenciais.

> Encontre bolsas de estudo de até 80% para sua carreira.

Para criar essas projeções, os especialistas classificaram empregos sob nove possíveis aspectos, entre eles inteligência, negociação, capacidade de ajudar o próximo e de caber em espaços pequenos.

Projetar não significa estar certo, mas também não significa que algo não se transformará. Pense em quem montava o fliperama, por exemplo, que deixou de existir. Ou melhor, foi mitigado ao ponto de se tornar algo personalizado e exclusivo. Não em massa, para cada boteco da esquina.

O que você faz quando precisa ligar para um restaurante, por exemplo? Vai ao Google e pesquisa o nome do lugar, certo? Com o telefone em mãos, é só ligar. Lembra dos telefonistas? Antes, você não conseguia nem discar para outros números diretamente. Era preciso contar com o intermédio desse tal de telefonista, que fazia a conexão entre as duas partes.

Mas afinal: quais profissões nunca deixarão de existir? Qual a real influência da tecnologia sobre as áreas do conhecimento?

Tecnologia facilita processos, mas não substitui quem os gerencia

A tecnologia é uma facilitadora de processos. Coisas que você perde tempo fazendo manualmente, ela pode resolver muito mais rápido. Sim, para essas profissões, talvez o futuro as condene. 

Mas para profissões que exigem tomada de decisão, empatia, reflexão, criatividade, liderança, comunicação e inteligência emocional, cada vez mais se abrirão os caminhos.

Profissionais que lidam com outras pessoas atuam sobre o imprevisível e precisam de uma carga de repertório imensa, por isso, além do conhecimento técnico, muitos setores necessitam de profissionais com pensamento subjetivo e teórico. 

Criatividade, resiliência, relacionamento interpessoal e senso crítico afiado, são habilidades de profissões que nunca deixarão de existir, assim como questões que necessitam de tomada de decisão e liderança.

Para qualquer criação, existe uma pessoa responsável por trás.

Quais profissões nunca deixarão de existir?

A pesquisa de Oxford sugeriu um bocado de profissões que nunca deixariam de existir. Pegamos algumas delas, colocamos no contexto atual, e fizemos esta lista de 7 profissões que nunca deixarão de existir:

Antropólogo

O antropólogo é o profissional que estuda as culturas humanas, suas características e as alterações sofridas pela sociedade ao longo dos tempos. 

Para tornar mais imagético, na área social, o antropólogo realiza estudos, pesquisas e análises sobre tendências sociais. Formula diagnósticos, diretrizes e estratégias de planejamento para políticas públicas que envolvam questões sociais e culturais. Na antropologia cultural, esse profissional estuda as manifestações culturais, crenças e costumes de um determinado grupo social.

A graduação em Antropologia possui a habilitação de bacharelado e duração média de quatro anos. Além do bacharelado em Antropologia, quem deseja obter uma formação nesta área pode optar pelo curso de Ciências Sociais, que permite especialização em três áreas: Antropologia, Sociologia e Ciência Política.

Quais profissões nunca deixarão de existir? - Guia da Carreira

Pedagogo

Estudioso das teorias de ensino e aprendizagem, o pedagogo pode atuar em diversas dimensões da Educação. Ensino infantil e fundamental, gestão de escolas e coordenação de treinamentos em empresas. 

Durante o curso, o aluno tem disciplinas como História, Sociologia, Psicologia da Educação, Filosofia, Educação e Sociedade. A graduação também conta com disciplinas voltadas para a prática em sala de aula.

O curso de Pedagogia dura em média quatro anos. A habilitação mais comum é a licenciatura, mas é possível também encontrar cursos superiores de Pedagogia em grau de bacharelado. Além disso, é uma área que possui um vasto leque de especializações.

Gerente de Serviços Sociais

A carreira em Serviço Social tem foco na coletividade e na integração do indivíduo na sociedade. O profissional dessa área é chamado de assistente social e atua no combate às desigualdades da sociedade, por meio da análise, acompanhamento e proposta de soluções para melhorar as condições de cidadania.

O curso de Serviço Social é oferecido em grau de bacharelado e seu objetivo é formar profissionais capazes de entender e analisar a dinâmica social e as dificuldades individuais e comunitárias. Durante a graduação, o aluno precisa obrigatoriamente fazer o estágio supervisionado de no mínimo 400 horas.

Psicólogo

O objetivo do psicólogo é compreender e analisar os indivíduos a fim de solucionar problemas relacionados ao comportamento. Por meio de análises complexas e criteriosas das emoções dos indivíduos, um profissional de Psicologia atua para promover, proteger e reabilitar a saúde mental.

O curso de Psicologia integra a Área de Ciências Humanas, e possui as habilitações em licenciatura e bacharelado. A graduação tem duração média de 5 anos. Ao final da graduação, o estudante deve realizar um estágio supervisionado na área ou elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).  Algumas instituições exigem o cumprimento dessas duas atividades.

Administrador

Ao administrador cabe o planejamento, organização, liderança e controle de uma ou mais estruturas de uma empresa. Ele planeja as metas e objetivos a serem alcançados, coordena as ações necessárias para que os planos sejam realizados e gerencia os resultados dessas atividades. 

Para se tornar um administrador, é necessário realizar um curso técnico ou superior em Administração. O bacharelado em Administração oferece uma formação e visão ampliada da profissão. O curso técnico dura em torno de dois anos, enquanto o superior tem duração média de quatro anos.

Cabeleireiros

O diretor do Central Reasearch Laboratory, um espaço de coworking focado em tecnologia e aceleradores para startups de tecnologia, Mark Hunter, afirma que “Já tentaram inventar máquinas que cortavam o cabelo sozinhas, mas a tarefa requer prática e destreza que é difícil de automatizar”.

Os cursos de capacitação para se tornar cabeleireiro possuem como requisito básico o Ensino Fundamental incompleto. Nas aulas, o estudante irá conhecer técnicas utilizadas no cotidiano da profissão e terá a oportunidade de treinar normalmente com voluntários.

Médicos

Está claro que poderão vir a ser criadas novas maquinarias para ajudar e facilitar um pouco o trabalho destes profissionais, mas a empatia e o cuidado com o paciente são fatores que não podem ser substituídos.

O curso de Medicina é um bacharelado com seis anos de duração, o mais longo do Brasil. É uma graduação em tempo integral, que ocupa praticamente o dia todo do estudante. O curso básico forma o Clínico Geral. Depois disso, na residência médica, o profissional escolhe em qual área irá se especializar.

Encontre todas esses cursos, mas antes verifique uma regra: a aprovação do MEC

A primeira informação que você deve verificar ao escolher por uma graduação é se a faculdade tem a autorização do Ministério da Educação (MEC) para oferecer o curso. 

Essa é a garantia de que você vai obter um diploma de nível superior válido em todo o país, que poderá ser usado para encontrar um emprego na área, participar de concursos públicos que exijam esse grau de escolaridade ou mesmo continuar os estudos em uma pós-graduação.

Leia mais: veja quais faculdades a distância são reconhecidas pelo MEC.

Fizemos uma seleção com faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC que oferecem a graduação com descontos exclusivos. Além de terem o selo de qualidade do órgão educacional mais importante do Brasil, todas elas contam com programas de descontos, bolsas e financiamentos facilitados. Confira:

> Não perca a oportunidade de encontrar bolsas de estudo de até 80% para turbinar sua carreira!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin