dcsimg

Saiba tudo sobre o curso de Fisioterapia e veja onde estudar

Tem vontade de atuar como fisioterapeuta? Leia este artigo e descubra tudo sobre o curso, a profissão e a carreira de fisioterapeuta!

A função do fisioterapeuta é prevenir, diagnosticar e tratar distúrbios relacionados ao movimento humano, melhorando a qualidade de vida dos pacientes. Se você tem vontade de atuar dessa forma, continue lendo e conheça mais sobre o curso de Fisioterapia.

Seja na rotina das pessoas comuns ou de esportistas, traumas podem acontecer. Muitas pessoas já passaram por essa situação em atividades simples do dia a dia. Algumas foram carregar uma caixa pesada e distenderam um músculo, outras sofreram um acidente e ficaram paralisadas ou estiveram muito tempo acamadas no hospital, ficando sem forças para respirar ou se mover.

É no momento de atuar na recuperação dessas pessoas que entra o fisioterapeuta. Ele é o profissional habilitado para aplicar exercícios e massagens que auxiliam na recuperação de movimentos e da saúde dos pacientes, por meio de agentes físicos como água, calor e eletricidade.

Áreas de atuação do fisioterapeuta

Quando uma pessoa se acidenta, diversas partes do seu corpo podem sofrer traumas. Sendo assim, cada área de atuação corresponde a uma parte do corpo que precisa de recuperação. O fisioterapeuta que atua nessas áreas, aplica um cuidado específico para aquela parte do corpo.

Em alguns casos, como a cardiologia e a pneumologia, o paciente pode não ter sofrido uma lesão na região ainda, mas precisa de uma cirurgia para prevenir esse dano que está prestes a acontecer.

Outra área bastante comum é ortopedia e traumatologia. Neste caso, o fisioterapeuta trabalha para a recuperação de movimentos e redução das dores de pacientes que sofreram fraturas, traumas ou luxações.

Além disso, o profissional pode atuar também na prevenção e reabilitação de lesões causadas por postura incorreta ― algo tão comum nos dias atuais, em que passamos a maior parte do dia em frente a um computador.

Abaixo selecionamos mais opções de áreas nas quais o fisioterapeuta pode atuar.

  • Indústria: desenvolvendo novos equipamentos para serem utilizados em paciente.
  • Grupos especiais: atuar com grupos de idosos ou portadores de deficiência.
  • Terapia intensiva: tratar pacientes internados em UTI.
  • Cardiologia e pneumologia: cuida de pacientes com doenças respiratórias e cardíacas nas fases pré e pós-operatória ou prevenindo e tratando essas doenças. Reabilita pacientes por meio da aplicação de exercícios voltados aos aparelhos respiratório e circulatório.
  • Dermatofuncional: aplica tratamentos em pacientes pós-cirurgia plástica e pós-cirurgia geral, visando amenizar desconfortos.
  • Fisioterapia do trabalho: previne e trata doenças relacionadas com trabalho, como os danos causados por esforço repetitivo (doença conhecida como LER).
  • Fisioterapia esportiva: previne lesões ou atua na reabilitação quando as lesões já aconteceram. Neste segmento, o fisioterapeuta trabalha com atletas e praticantes de atividades esportivas.
  • Gameterapia: reabilita pacientes com problemas neurológicos e ósseo por meio de jogos eletrônicos.
  • Neurologia adulta: reabilita pacientes que tiveram paralisia, derrame cerebral ou traumatismo de coluna e crânio.
  • Neurologia pediátrica: atua na reabilitação de crianças portadoras de patologias e síndromes, como síndrome de Down e paralisia cerebral.

Como é o curso de Fisioterapia

A base do curso são as disciplinas de Ciências Biológicas e da Saúde. Até o segundo ano da graduação, algumas das matérias que o aluno terá são:

  • Anatomia
  • Biologia
  • Fisiologia
  • Neurologia
  • Ortopedia
  • Patologias
  • Recursos Terapêuticos Manuais
  • Saúde Pública
  • Traumatologia

A partir daí, a carga horária de aulas práticas aumenta, e o aluno passa a ter aulas sobre diversas técnicas de tratamento, como a massoterapia e termoterapia.

O estágio e o trabalho de conclusão de curso são obrigatórios.

Grade curricular do curso de Fisioterapia

Para ajudar você a entender melhor o que será estudado durante o curso de Fisioterapia, disponibilizamos a grade curricular da Universidade Cruzeiro do
Sul (UNICSUL)
. Confira!

  • Patologia I
  • Farmacologia
  • Metodologia de Pesquisa
  • Anatomia Humana
  • Fisiologia Humana
  • Língua Brasileira de Sinais
  • Anatomia Humana do Aparelho Locomotor
  • Biomecânica
  • Cinesiologia
  • Observação de Práticas Clínicas Supervisionadas I
  • Fisiologia do Exercício
  • Patologia II
  • Avaliação Físico-Funcional I
  • Cinesioterapia I
  • Recursos Terapêuticos Físicos I
  • Gestão em Saúde
  • Epidemiologia e Saúde Pública
  • Recursos Terapêuticos Manuais I
  • Cinesioterapia II
  • Avaliação Físico-Funcional II
  • Ergonomia e Segurança do Trabalho
  • Recursos Terapêuticos Físicos II
  • Empreendedorismo
  • Recursos Terapêuticos Manuais II
  • Exames Complementares
  • Prótese e Órtese
  • Bioestatística
  • Fisioterapia Cardiopneumofuncional I
  • Fisioterapia Neurofuncional I
  • Ética e Deontologia
  • Fisioterapia Ortopédica
  • Traumatológica e Reumatológica I
  • Fisioterapia na Saúde da Criança
  • Fisioterapia na Saúde do Trabalhador
  • Fisioterapia na Saúde da Mulher e do Homem
  • Fisioterapia Esportiva
  • Psicologia em Saúde
  • Fisioterapia Ortopédica
  • Traumatológica e Reumatológica II
  • Fisioterapia Cardiopneumofuncional II
  • Fisioterapia Dermatofuncional
  • Fisioterapia na Saúde Pública
  • Fisioterapia na Saúde do Idoso
  • Fisioterapia Neurofuncional II
  • Língua Portuguesa
  • Apontamentos de Fisioterapia
  • Observação de Práticas Clínicas Supervisionadas
  • Biologia Celular e Tecidual
  • Imunologia
  • Políticas Públicas de Saúde
  • Fisioterapia Baseada em Evidência Científica
  • Estágio Curricular Supervisionado
  • Projeto de Trabalho de Conclusão de Curso
  • Trabalho de Conclusão de Curso

Mercado de trabalho para o fisioterapeuta

A profissão de fisioterapeuta apresenta uma tendência de crescimento. Isso ocorre porque, com o envelhecimento da população, a demanda por esse profissional aumenta, principalmente, em grupos especiais.

Nas áreas mais tradicionais, como a Respiratória, a Ortopédica e a Neurológica, a concorrência é maior, o que pode ser uma dificuldade. Mas áreas como Dermatofuncional, Esportiva, Saúde da Família, Fisioterapia do Trabalho e Reabilitação Cardiovascular são segmentos promissores.

Fique de olho em áreas novas que envolvem reabilitação por meio de jogos eletrônicos. Com o avanço tecnológico acelerado dos últimos tempos, esse segmento também tende a crescer.

Onde estudar Fisioterapia

No momento de escolher a universidade onde estudar, é importante verificar se ela é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Apenas estudando em uma instituição e curso reconhecidos pelo MEC é que seu diploma terá validade no mercado de trabalho.

Para te ajudar nessa tarefa, selecionamos para você algumas opções que oferecem o cursos de Fisioterapia. Estas instituições além de serem reconhecidas pelo MEC, aceitam o Enem como forma de ingresso!

As faculdades informadas acima também participam de programas como ProUni e FIES e possuem programas próprios de bolsas e descontos.

Veja também:

Quanto ganha um fisioterapeuta?

Fisioterapia: saiba tudo sobre o curso e veja onde estudar

Agora que você já sabe tudo sobre Fisioterapia ficou mais fácil entender como será sua atuação na profissão depois do curso, não ficou? Então, conte pra gente onde pretende cursar sua graduação!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin