Descubra qual é o salário de um designer de produto

A profissão de designer de produto é superinteressante e os salários podem ser bem atraentes. Confira agora mesmo!

O designer de produto é essencial em nossas vidas. Ele desenha os objetos sem os quais nosso dia a dia seria bem difícil: celulares, computadores, sofás, mesas, eletrodomésticos, embalagens, panelas, carros, equipamentos industriais – às vezes até aviões e ônibus espaciais.

O alcance da profissão é gigantesco, e o campo de trabalho também.

Os profissionais mais destacados estão ganhando um bom dinheiro no mercado, e os que decidiram montar o próprio negócio estão sorrindo à toa.

A seguir, descubra qual é o salário de um designer de produto e veja como você pode se tornar um!

O que faz um designer de produto

O designer de produto é o profissional que desenvolve diferentes tipos de produtos e serviços e pensa em estratégias e soluções para melhorá-los continuamente.

Se você olhar com atenção para qualquer objeto ao seu lado, vai perceber o quanto o design de produto é uma atividade complexa. Um celular, por exemplo, precisa ser leve, fino, se adaptar bem à sua mão, caber no seu bolso, ter uma boa interface de navegação, uma tela de alta resolução, vídeo e som de qualidade – tudo isso num retângulo que cabe na palma da mão!

Chegar lá exige um profundo conhecimento de metodologias de design, domínio de softwares de modelagem tridimensional, ergonomia, usabilidade, hábitos de consumo, fatores culturais e econômicos, interações humano-máquina, internet das coisas, cadeia de produção, propriedade dos materiais, tendências de mercado.

Dá para seguir por um caminho gerencial, assumindo funções que exigem mais atividades de supervisão de equipes ou de produção.

Em geral, boa parte dos profissionais prefere um trabalho mais criativo, o que envolve lidar com um volume maior de desenhos e projetos.

Trata-se de uma atividade multidisciplinar, que exige intercâmbio com diversas áreas – especialmente as de marketing, comunicação e vendas.

Para os que preferem colocar a mão na massa, há um campo de trabalho bastante diversificado e carente de bons profissionais.

Os designers de produto podem atuar em diferentes atividades, como:

  • Design de acessórios
  • Desenho industrial
  • Design de móveis
  • Design de equipamentos eletroeletrônicos
  • Design automotivo
  • Design de embalagens
  • Design de serviços
  • Gestão de projetos em design
  • Prototipagem
  • Consultoria de inovação
  • Design Thinking
  • Ergonomia

Os designers de produto encontram trabalho em empresas de desenvolvimento tecnológico, na indústria, escritórios de arquitetura, consultorias, institutos de pesquisa e, claro, muitos se aventuram pelo empreendedorismo, montando seus próprios escritórios de desenvolvimento.

Qual é o salário de um designer de produto

O salário médio de um designer de produto no Brasil é de R$ 4,2 mil.

Os valores mudam de acordo com a experiência e o ramo de atuação de cada um.

Em início de carreira, o designer recebe entre R$ 2,1 mil e R$ 3,5 mil.

Os que estão em estágio intermediário da carreira, com quatro a seis anos de atuação, recebem entre R$ 4,2 mil e R$ 6,8 mil.

Os salários começam a melhorar com a experiência. Em empresas pequenas, profissionais com mais de oito anos de carreira recebem cerca de R$ 5,1 mil. Em empresas de grande porte, o valor salta para R$ 8,6 mil.

As melhores oportunidades, no entanto, estão abertas aos que querem seguir pela área de gestão de projetos e equipes.

Um gerente de design, por exemplo, tem recebido entre R$ 5,4 mil e R$ 13,7 mil. Um chefe de setor ganha entre R$ 5,8 mil e R$ 14,8 mil.

Qual curso fazer para ser designer de produto

A cultura do “faça você mesmo” faz tanto sucesso na internet que tem ajudado a dar uma turbinada na carreira do designer de produto. Hoje o Brasil conta com uma grande quantidade de cursos na área.

Há duas opções de formação para quem está interessado no curso de Design de Interiores: o bacharelado e a licenciatura.

O bacharelado é o tipo mais longo, mais abrangente, que procura expandir os conceitos da área.

A outra opção é o tecnólogo, curso que tem, em média, dois anos de duração e é de nível superior.

Em ambos, os alunos terão contato com os fundamentos da área e aprenderão a aplicar os principais métodos de desenvolvimento de produto em seu dia a dia.

Durante o percurso, os alunos estudam desenho, história da arte, teorias do design, computação gráfica, ergonomia, desenvolvimento de projetos, comunicação visual, psicologia, ilustração, interfaces e os principais softwares de modelagem.

Onde encontrar o curso de Design de Produtos

Design de Produto está disponível em cerca de 50 faculdades pelo Brasil – isso inclui tanto os bacharelados quanto os tecnólogos.

Há ainda a possibilidade de estudar a distância em mais de 15 faculdades pelo país – a grande maioria, nesse caso, de cursos de tecnólogo.

Para fazer uma faculdade de qualidade, que realmente prepara o profissional para o mercado de trabalho, procure entrar em instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC).

O curso pode ser encontrado em faculdades das grandes redes de ensino, como o a Cruzeiro do Sul Virtual (a distância) e a Universidade Cidade de São Paulo (UNICID).

Vale lembrar que um curso EAD reconhecido pelo MEC tem a mesma validade da graduação tradicional, com diploma válido em todo o Brasil e aceito no mercado de trabalho.

Veja também:

Quanto ganha um Designer de Interiores?

O que achou do salário do designer de produto? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin