Descubra qual é o salário de quem faz Letras

A profissão é bastante diversificada, assim como os salários. Conheça agora mesmo a remuneração de quem faz Letras!

Letras é um campo do conhecimento bastante dinâmico e mais do que necessário em tempos de comunicação digital.

Não é por acaso que hoje temos tantos interessados na área. Os cursos de Letras e suas diversas habilitações contabilizam quase 200 mil estudantes matriculados atualmente por todo o país.

O dinamismo da profissão faz com que os formados em Letras possam trabalhar em áreas bem distintas – algumas que talvez você nem imagine!

Mas será que essas áreas pagam bem?

A seguir, descubra qual é o salário de quem faz Letras!

Salário de quem faz Letras

Letras oferece um campo de atuação bastante diversificado.

Uma das mais populares é a sala de aula, seja no ensino fundamental, médio ou superior.

Aqui, os salários variam de acordo com o tipo de estabelecimento o profissional atual e seu grau de formação. Confira:

  • Professor da rede pública: piso salarial nacional inicial de R$ 2.900 (o valor aumenta conforme o tempo de serviço)
  • Professor da rede privada: entre R$ 2.500 e R$ 5.000
  • Professor de universidade pública: média de R$ 13.000. Vale lembrar que para trabalhar como professor universitário na rede pública é necessário passar em concurso e ter concluído uma pós-graduação: mestrado ou doutorado (com preferência pra doutorado).
  • Professor de universidade privada: entre R$ 5.200 e R$ 10.600 (aqui o grau solicitado é de especialista, pelo menos).
  • Professor em escolas de idiomas: entre R$ 2.400 e R$ 4.800
  • Professor em cursinhos preparatórios para concursos e vestibular: entre R$ 3.200 e R$ 6.500

Fora do ambiente escolar, temos diversos outros cargos que podem ser ocupados pelos letrólogos, como:

  • Editor de livros didáticos e não-didáticos: entre R$ 2.900 e R$ 5.800
  • Revisor: entre R$ 3.500 e R$ 7.000
  • Produtor de conteúdo em agências de publicidade, emissoras de TV e rádio, agências digitais e no departamento de comunicação em empresas privadas: entre R$ 3.500 e R$ 7.200
  • Consultor independente: entre R$ 3.800 e R$ 7.600.

O curso de Letras

Letras é um curso superior que leva, em média, quatro anos para ser concluído.

No Brasil, temos dois tipos distintos de formação: o bacharelado e a licenciatura.

As licenciaturas são voltadas para a formação de professores, enquanto os bacharelados preparam o profissional para encarar o mercado fora das salas de aula.

Muita gente, para ter mais oportunidades, acaba fazendo os dois – o que é uma boa ideia, já que dá para aproveitar muita matéria e obter o segundo diploma em pouquíssimo tempo.

O curso está disponível em 503 faculdades pelo Brasil: 446 de licenciatura e apenas 57 de bacharelado! A grande maioria está na rede privada de ensino.

Entre elas, muitas têm o curso no formato a distância. Assim é possível estudar sem precisar se deslocar até faculdade todos os dias, acompanhando as aulas em vídeo e utilizando as ferramentas interativas disponibilizadas pela faculdade.

Nesses quatro anos, o curso estuda todos os aspectos desse organismo vivo e mutante que é a linguagem. Os alunos vão entender a arquitetura por trás dos idiomas, suas possibilidades, seus diferentes usos, as origens, as perspectivas para o futuro.

É indicado para quem gosta muito de ler e escrever e tem interesse pelos fenômenos linguísticos.

Não por acaso, os alunos terão de estudar temas específicos da língua portuguesa, como sintaxe, fonética e fonologia, teoria da literatura, morfossintaxe, sociolinguística e semiótica.

Quando o curso tem habilitação em algum idioma (veja alguns exemplos no próximo tópico), terão de ver tudo isso referente à outra linguagem também.

Na licenciatura, vão passar por disciplinas sobre práticas pedagógicas, psicologia da educação, didática, formação de jovens e adultos, educação formal e não formal.

Tanto o bacharelado quanto a licenciatura têm estágios obrigatórios (que começam logo cedo, na metade da graduação) e exigem um trabalho de conclusão de curso para obtenção do diploma.

As diversas habilitações em Letras

Para quem gosta de estudar idiomas, Letras é um paraíso!

Veja quantas habilitações em línguas diferentes o curso oferece:

  • Francês
  • Inglês
  • Italiano
  • Japonês
  • Espanhol
  • Russo
  • Alemão
  • Língua Brasileira de Sinais (Libras)
  • Mandarim
  • Hebraico

Muita gente se confunde, achando que Letras ensina a ter fluência em outra língua. Não é o caso. Aqui se estuda a estrutura, a lógica e as técnicas de ensino. Quem quer ter fluência precisa fazer um curso de idiomas mesmo.

Valor do curso de Letras

O investimento para estudar Letras varia de acordo com o tipo de curso (presencial ou a distância) e a faculdade escolhida.

Mas, no geral, está longe de figurar entre as graduações mais caras do Brasil.

Quem curte o estilo tradicional, presencial, vai encontrar mensalidades que oscilam entre R$ 650 e R$ 1.200.

Aqueles que preferem a flexibilidade do EAD vão pagar menos: R$ 270, em média, para o curso totalmente a distância e entre R$ 350 e R$ 500 para o semipresencial.

Onde estudar Letras

Com tanta disponibilidade, fica até difícil se decidir por um curso de Letras logo de cara.

Por isso é bom que os estudantes saibam usar essa ampla oferta a seu favor.

Antes de entrar na faculdade, pesquise, pesquise e pesquise. A preferência deve ser sempre para instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC). A área de Letras é muito concorrida, com um número gigantesco de profissionais lutando por um lugar ao sol, por isso chegar na profissão com um bom diploma em mãos é fundamental.

A gente escolheu algumas boas faculdades privadas onde você encontra o curso. Conheça:

Veja também:

O que se estuda em Letras?

Pensando em fazer Letras? Em qual área você gostaria de atuar? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin