dcsimg

Descubra quanto ganha um auxiliar de enfermagem

Veja quanto ganham os auxiliares de Enfermagem no Brasil, onde estudar e como se qualificar para avançar na carreira.

As equipes de atendimento em saúde são formadas por profissionais de diferentes níveis de formação. Uma das funções que está na linha de frente e que mais tem contato com os pacientes é a de auxiliar de Enfermagem.

Veja as principais funções do auxiliar de Enfermagem:

  • Preparar pacientes para exames, consultas e tratamentos.
  • Cuidar da higiene e da alimentação dos pacientes em hospitais e clínicas.
  • Zelar pela segurança e pela limpeza de equipamentos em instituições de saúde.
  • Preparar e aplicar medicamentos e vacinas.
  • Fazer curativos de baixa complexidade.
  • Auxiliar na execução de tratamentos.
  • Colher materiais para exames de laboratório.
  • Atuar em atendimentos pré e pós-operatórios pouco complexos.

Quer descobrir o salário do auxiliar de Enfermagem e saber mais sobre como se tornar um profissional da área? Confira abaixo.

Quanto ganha um auxiliar de Enfermagem?

O salário dos auxiliares de Enfermagem varia entre R$ 1.040 e R$ 3.550, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), mantido pelo governo federal.

A média salarial no país é de R$ 1.620, considerando-se uma jornada de 36 horas de trabalho por semana.

Os valores variam conforme a região do país. A maior média salarial é registrada no Rio Grande do Sul: R$ 2.127. Já a menor está no Amapá: R$ 1.058.

Outros dois fatores importantes de variação são o porte da organização empregadora e o tempo de experiência do profissional.

Auxiliares de Enfermagem com mais de 4 anos na função costumam ter salários acima de R$ 2.500 em empresas grandes (com mais de 500 empregados).

Como se tornar um auxiliar de Enfermagem?

Para exercer essa função, é preciso concluir o curso de auxiliar de Enfermagem, com  tempo total de formação de 15 meses.

O curso está disponível em escolas técnicas e profissionalizantes. Para se matricular, é preciso ter pelo menos 17 anos de idade e ensino fundamental completo – mas é importante concluir o ensino médio, já que a maior parte das vagas de emprego exige esse nível de escolaridade.

Depois de formado, o auxiliar de enfermagem precisa se registrar no Conselho Regional de Enfermagem (COREN) de seu estado para poder exercer a profissão. Para isso, basta apresentar a documentação solicitada e o diploma.

Qual a diferença entre enfermeiro, técnico e auxiliar?

Veja, a seguir, as diferenças entre as principais categorias de profissionais da Enfermagem:

Auxiliar de Enfermagem: trabalha em atividades e setores de atendimento de menor complexidade. O curso dura cerca de 15 meses.

Técnico de Enfermagem: profissional habilitado para lidar com procedimentos de média e alta complexidade, cumprindo rotinas planejadas pelos enfermeiros. O curso técnico dura cerca de 2 anos e exige ensino médio completo.

Enfermeiro: é o profissional mais qualificado da área. Pode realizar procedimentos de todos os níveis de complexidade, além de planejar as rotinas de atendimento. Costuma ser responsável pela supervisão das equipes de Enfermagem. É necessário ter curso superior (faculdade), com duração de 5 anos.

Salários dos diferentes profissionais de Enfermagem

Quanto maior o grau de formação e o nível de complexidade das funções exercidas, maior é o salário do profissional de Enfermagem.

Enquanto a média salarial do auxiliar de Enfermagem é de R$ 1.620, a do profissional de nível técnico é de R$ 1.750, de acordo com dados do CAGED.

Já o salário médio dos enfermeiros – profissionais de nível superior – é de R$ 3.440. Em grandes hospitais, os enfermeiros com mais de 6 anos de experiência costumam receber mais de R$ 5.000 mensais.

Os salários da área de Enfermagem exemplificam uma tendência detectada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística): no país, profissionais com diploma de ensino superior recebem, em média, mais do que o dobro daqueles que têm apenas o ensino médio.

Onde estudar?

Se você está pesquisando onde estudar para se tornar um profissional da Enfermagem, verifique se a instituição de ensino de seu interesse tem todos os registros válidos para emitir certificados e diplomas. Isso vale para todos os níveis: auxiliar, técnico e nível superior.

Apenas quem se formou em uma escola ou faculdade com as credenciais em dia está devidamente habilitado para obter o registro profissional e entrar no mercado de trabalho.

Que tal conhecer algumas boas opções? Listamos, abaixo, universidades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC (Ministério da Educação) que oferecem o curso superior em Enfermagem e trabalham com programas de bolsas de estudos:

Clique nos links da lista acima, navegue pelos sites das faculdades e saiba mais sobre cursos, modalidades de ensino, bolsas e descontos. Conseguir um diploma de ensino superior pode estar mais perto (e custar bem menos) do que você imagina!

Leia também:

Descubra o que se estuda em Enfermagem

Existe faculdade de Enfermagem a distância?

Você pretende se tornar auxiliar de Enfermagem? Está planejando fazer uma faculdade também? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin