dcsimg

Quanto ganha um Biomédico?

Descubra o salário inicial do biomédico e até quanto esse profissional pode ganhar!

saúde

A biomedicina, anteriormente chamada de Ciências Biológicas – Modalidade Médica, é uma ciência situada entre a Biologia e a Medicina que pesquisa e diagnostica doenças que afetam os seres humanos, identifica suas causas e apoia o desenvolvimento de tratamentos para curá-las.

O Biomédico pesquisa, identifica e classifica microrganismos causadores de enfermidades e desenvolve ou aprimora medicamentos e vacinas para combater e prevenir essas doenças.

Entre as principais funções de um biomédico, podemos citar:

  • Realizar exames clínicos e assinar laudos diagnósticos.
  • Pesquisar o sistema de defesa do organismo para desenvolver medicamentos e vacinas.
  • Pesquisar mecanismos de transmissão de caracteres hereditários e o papel dos genes.
  • Fazer análises físico-químicas e microbiológicas para diversos fins (saneamento, segurança alimentar, entre outros).
  • Atuar na docência e pesquisa em instituições de ensino superior.
  • Exercer cargos de coordenação, chefia, direção, supervisão, perícia e auditoria.

O mercado de trabalho para os biomédicos inclui:

  • Clínicas
  • Hospitais
  • Universidades e Faculdades
  • Laboratórios de análises clínicas e de diagnóstico por imagem
  • Laboratórios e institutos de pesquisa
  • Órgãos públicos de saúde e de vigilância sanitária

É bastante comum que o biomédico atue em equipes multidisciplinares, colaborando com outros profissionais da saúde, como farmacêuticos, médicos, biólogos e bioquímicos.

Salário Mínimo Profissional do Biomédico

Não existe um piso salarial nacional unificado para os biomédicos. O salário mínimo profissional recomendado varia de acordo com as convenções e acordos coletivos do sindicato de cada estado.

Veja alguns exemplos:

  • São Paulo: R$ 2.854
  • Rio Grande do Sul: R$ 2.206
  • Rio Grande do Norte: R$ 1.735
  • Rio de Janeiro: R$ 3.466
  • Piauí: R$ 2.694
  • Minas Gerais: R$ 2.035
  • Goiás: R$ 2.637
  • Distrito Federal: R$ 4.102

Média salarial do biomédico

De acordo com a pesquisa salarial do site de empregos Catho, a média salarial nacional do biomédico é de R$ 2.376. Um analista de farmacovigilância tem média salarial de R$ 4.000, um supervisor de laboratório ganha em média R$ 3.422 e um estagiário em ciências biomédicas tem média salarial nacional de R$ 574.

Já o Site Nacional de Empregos (Sine) aponta que a média nacional salarial do biomédico vai de R$ 1.370 a R$ 5.653, dependendo da experiência do profissional e do tamanho da empresa contratante.

Sobre a carreira do biomédico

A profissão de Biomédico foi regulamentada pela Lei 6.684, de 03/9/79 e Decreto no 88.439, de 28/6/83. De acordo com a regulamentação, só podem exercer a profissão biomédicos formados em cursos superiores de Biomedicina ou Ciências Biológicas – Modalidade Médica reconhecidos pelo MEC e com registro junto ao Conselho Regional de Biomedicina no estado onde trabalham.

O profissional de biomedicina pode optar por atuar nas seguintes habilitações:

  • Acupuntura
  • Análise Ambiental
  • Análises Bromatológicas
  • Anatomia Patológica
  • Auditoria
  • Banco de Sangue
  • Biofísica
  • Biologia Molecular
  • Biomedicina Estética
  • Bioquímica
  • Citologia Oncótica
  • Embriologia
  • Farmacologia
  • Fisiologia
  • Fisiologia Geral
  • Fisiologia Humana
  • Genética
  • Hematologia
  • Histologia Humana
  • Imagenologia (excluindo interpretação)
  • Imunologia
  • Informática de Saúde
  • Microbiologia
  • Microbiologia de Alimentos
  • Parasitologia
  • Patologia
  • Patologia Clínica (Análises Clínicas)
  • Perfusão Extracorpórea
  • Psicobiologia
  • Radiologia
  • Reprodução Humana
  • Resíduos Gerados pelos Serviços de Saúde
  • Sanitarista
  • Saúde Pública
  • Toxicologia
  • Vetores e Pragas Urbanas
  • Virologia

Para exercer suas atividades em qualquer uma das habilitações da biomedicina, o biomédico precisa obter o reconhecimento de habilitação na área em que atua, o que pode ser feito por meio de estágio, habilitação durante a graduação, pós-graduação, concursos e provas. É possível se especializar em mais de uma habilitação, desde que o profissional cumpra os requisitos do Conselho Federal de Biomedicina (CFBM).

Mais da metade dos biomédicos brasileiros trabalha em laboratórios de análises clínicas. Outras áreas de atuação são bancos de sangue, clínicas de estética, hospitais, institutos de pesquisa, indústria farmacêutica e alimentícia, universidades e órgãos públicos. Clínicas de reprodução humana e pesquisa genética são bastante citados por especialistas como áreas promissoras da biomedicina.

Onde estudar Biomedicina

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Biomedicina:

Em todas elas você vai encontrar diversas facilidades para estudar Biomedicina com qualidade sem estourar o orçamento: ProUni, FIES, descontos, bolsas e até financiamento sem burocracia.


Veja também:

Curso de Biomedicina

Ficou interessado na carreira de Biomedicina? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin