Descubra quanto ganha um engenheiro de minas

Engenheiro de minas é uma profissão bem valorizada no Brasil. Veja qual a remuneração desse profissional!

O trabalho do engenheiro de minas é essencial para a economia do país.

Na pasta de dente que usamos ao acordar, no sal que vai na comida, no asfalto da rua, nas casas e prédios, no carro e até no computador ou celular onde você está lendo este texto tem matéria-prima obtida a partir do trabalho realizado em minas.

A mineração representa quase um terço da nossa balança comercial e gera aproximadamente um milhão de empregos diretos e indiretos. Dentre eles, um dos mais importantes é sem dúvida o engenheiro de minas.

Mas será que o salário é bom?

Descubra agora mesmo quanto ganha um engenheiro de minas e o que fazer para se tornar um!

Quanto ganha um engenheiro de minas

Podemos dizer que a remuneração do engenheiro de minas é bem interessante.

De acordo com a plataforma Trabalha Brasil, os rendimentos mensais desse profissional; variam de R$ 4.400 a mais de R$ 18 mil, dependendo da experiência e do porte da empresa contratante.

Saiba mais:

Engenheiro de Minas com até 2 anos de experiência:

  • Empresa pequena: R$ 4.400
  • Empresa média: R$ 5.700
  • Empresa grande: R$ 7.400

Engenheiro de Minas com 2 a 4 anos de experiência:

  • Empresa pequena: R$ 5.500
  • Empresa média: R$ 7.150
  • Empresa grande: R$ 9.300

Engenheiro de Minas com 4 a 6 anos de experiência:

  • Empresa pequena: R$ 6.900
  • Empresa média: R$ 8.900
  • Empresa grande: R$ 11.600

Engenheiro de Minas com 6 a 8 anos de experiência:

  • Empresa pequena: R$ 8.600
  • Empresa média: R$ 11.200
  • Empresa grande: R$ 14.500

Engenheiro de Minas com mais de 8 anos de experiência:

  • Empresa pequena: R$ 10.800
  • Empresa média: R$ 14.000
  • Empresa grande: R$ 18.200

Já o site Salário.com.br traz dados ainda mais animadores. De acordo com o levantamento realizado a partir de informações do Ministério do Trabalho e Emprego, a média salarial nacional para o engenheiro de minas é de R$ 10.508, com valores que vão de R$ 9.700 a R$ 21.700, aproximadamente.

Os estados com maior média salarial são, nesta ordem:

  • São Paulo
  • Espírito Santo
  • Minas Gerais
  • Maranhão

Vale lembrar que o engenheiro de minas muitas vezes trabalha em ambientes de alto risco. Com isso, além do salário, pode receber adicional de periculosidade (mais 30% do salário) ou insalubridade (mais 10% a 40% do salário, dependendo do grau de insalubridade.

Mercado de trabalho para engenheiro de minas

O mercado de trabalho para o engenheiro de minas segue a expansão do setor de mineração, principalmente.

O engenheiro de minas pode trabalhar não apenas com minérios, mas também com carvão, águas subterrâneas e combustíveis fósseis, podendo realizar atividades como:

  • Prospecção: trabalhando junto a geólogos para encontrar novos depósitos de minérios.
  • Extração (lavra): supervisionando a exploração da mina propriamente dita.
  • Beneficiamento: no beneficiamento e comercialização de minérios e combustíveis, o engenheiro acompanha todos os processos e busca reduzir o impacto no ambiente.
  • Gestão e recuperação ambiental: aqui, o profissional trabalha para minimizar o impacto da atividade ou restabelecer as características ambientais, principalmente depois de vazamentos e outros tipos de acidente.
  • Economia mineral: realizando estudos de viabilidade técnica e econômica da exploração de minérios.
  • Mecânica das rochas: estuda as características do local e seu impacto em estruturas e instalações – essencial para a construção de túneis em estradas e metrô, por exemplo.
  • Pesquisa e desenvolvimento: com o objetivo de melhorar processos, criar novas tecnologias e otimizar atividades de mineração.

Com isso, os principais empregadores de engenheiros de minas são:

  • Mineradoras
  • Consultorias
  • Empresas de petróleo
  • Construção civil
  • Indústrias de cimento
  • Pedreiras
  • Empresas de demolição
  • Fabricantes de software para mineração
  • Universidades e institutos de pesquisa
  • Indústria química
  • Indústria de fertilizantes
  • Indústria de rochas ornamentais

Como se tornar um engenheiro de minas e onde estudar

Quem quiser se lançar no mercado de trabalho como engenheiro de minas precisa fazer um curso superior de Engenharia de Minas reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

O curso de Engenharia de Minas é um bacharelado com cinco anos de duração.

Durante essa graduação, o futuro engenheiro de minas vai estudar bastante Física, Química, Matemática, Geologia, Mineralogia, Programação, Desenho de Mina e Topografia, além de outras disciplinas específicas.

Engenharia de Minas também tem muitas atividades práticas em campo.

Para se formar é obrigatório passar por um estágio e apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

O curso está disponível em faculdades como:

  • Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS)– em Minas Gerais
  • Universidade de São Paulo (USP)
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Universidade Federal do Ceará (UFC)

Veja também:

Quanto ganha um engenheiro civil?

O que achou do salário de engenheiro de minas? Pensa em seguir essa carreira? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin