dcsimg

Descubra quanto ganha um professor de física

Quanto será que ganha um professor de física? E onde estão as melhores oportunidades? A gente tem as respostas!

Professor é uma atividade sempre em alta no Brasil, tanto no setor público quanto no privado.

As médias salariais variam bastante e há oportunidades bem interessantes para quem quer realmente investir na carreira.

Isso sem falar nos tipos de formação para esses profissionais, que é bastante ampla e repleta de opções para quem gosta de estudar presencialmente ou a distância.

A seguir, descubra quanto ganha um professor de Física e onde encontrar o curso certo para você!

Quanto ganha um professor de Física

Os salários dos professores de Física oscilam de acordo com o setor em que trabalham.

Quem conseguiu passar para professor na rede pública de ensino básico vai encontrar um piso salarial de R$ 2.886,24.

Esse valor, de acordo com a Lei do Piso (Lei 11.738), de 2008, deve ser ajustado todos os anos, sempre no mês de janeiro. Essa regra vigora desde 2009 e vale para todos os professores da rede pública (de Física ou de qualquer outra matéria).

Ainda no serviço público, em alguns estados o piso é diferenciado. No Maranhão, que tem o maior salário para professor da rede pública do país, está na faixa dos R$ 5.750.

Embora a Lei do Piso estabeleça um valor mínimo, ela nem sempre é cumprida.

Já na rede privada, o cenário é um tanto diferente.

Nesse setor a Lei do Piso não se aplica. As empresas são livres para negociar salários aos professores, que em muitos casos são pagos por hora/aula.

Sendo assim, um professor de Física recebe, em média, um salário de R$ 2.000, que pode variar para mais ou para menos de acordo com a carga horária do semestre. A informação é da Catho, um dos maiores sites de emprego do Brasil.

Os dados da plataforma Trabalha Brasil são mais animadores.

Segundo ela, os professores de Física com experiência de 4 a 6 anos de ensino ganham cerca de R$ 3.000.

Os salários, no entanto, podem ir de R$ 1.400 para quem está no início de carreira a mais de R$ 6.000 para quem tem mais de 8 anos de experiência.

As médias salariais apresentadas aqui estão abaixo do que você esperava? Então saiba como ganhar mais dando aula de Física!

Como ganhar mais como professor de Física

Para ganhar melhores salários lecionando Física, os professores devem trilhar pelo caminho do ensino universitário.

Para isso, o profissional precisa ter obrigatoriamente uma graduação em Física (licenciatura) e pós-graduação na área.

Para trabalha na rede privada, o nível de pós-graduação mínimo exigido é de especialização, mas com preferência para o mestrado.

Para a pública, no mínimo mestrado – mas um doutorado abre mais caminhos.

Aqui, os salários médios ficam na casa dos R$ 5.000 (rede particular), mas podem facilmente ultrapassar os R$ 10.000 (rede pública).

Como trabalhar como professor de Física

Se você quer trabalhar como professor de Física, o primeiro passo é buscar uma formação de nível superior em Física.

O curso dura entre três e quatro anos e tem dois graus de formação: bacharelado e licenciatura.

O professor deve obrigatoriamente ter formação em licenciatura, embora seja desejável combinar o bacharelado também – abre mais oportunidades no mercado de trabalho.

Cerca de 50 faculdades oferecem a possibilidade de bacharelado; a licenciatura é bem mais comum: pode ser encontrada em 160 instituições – a grande maioria delas, curiosamente, na rede pública de ensino.

Por ano, são oferecidas aproximadamente 78 mil vagas por todo o Brasil.

Há uma boa oferta de cursos a distância também.

Onde estudar Física

Como você pode perceber, há diversas faculdades que oferecem o curso de Física.

Embora o maior número de licenciaturas esteja na rede pública, a maior quantidade de vagas está mesmo na particular.

São 60 mil vagas oferecidas pelas faculdades privadas contra apenas 18 mil das públicas.

Isso se deve, em parte, à alta oferta dos cursos de Física EAD, que podem formar turmas com centenas de alunos.

Essa modalidade, aliás, é bastante eficaz para quem quer estudar com mais comodidade e flexibilidade de horários – ideal para quem trabalha ou, por exemplo, já tem o bacharelado e quer obter a licenciatura em Física.

De toda forma, dá para conseguir vaga em Física de diversas maneiras:

  • Pelo Sisu, para quem pretende estudar numa universidade pública.
  • Pelo ProUni, para quem busca uma bolsa de estudos em faculdade privada de qualidade.
  • Pelo FIES, para quem quer financiar um curso presencial de Física em condições facilitadas.
  • Pelo Ingresso Direto, para quem não quer perder mais tempo em seleções e já quer garantir a vaga o quanto antes em uma boa faculdade privada.

Todos os processos seletivos acima utilizam a nota do Enem como critério de escolha e são amplamente utilizados por instituições de ensino superior em todo o país.

Se você busca algumas opções interessantes de faculdades para fazer seu curso de Física, a gente tem algumas para indicar.

Todas são reconhecidas pelo MEC e com boa aceitação no mercado de trabalho.

Conheça:

Veja também:

Descubra quanto ganha um professor de Matemática

Bateu a vontade de ser professor de Física? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin