dcsimg

Descubra quanto ganha um radiologista

A profissão está bombando e os salários estão seguindo o ritmo. Confira agora mesmo qual o salário de um radiologista!

Radiologia é uma profissão em franco crescimento, que acompanha a expansão de hospitais, laboratórios e clínicas especializadas por todo o país.

Melhor para os radiologistas, que só têm a lucrar com um mercado mais competitivo.

Quem está pensando em entrar na área e investir em formação complementar vai encontrar boa remuneração e, de quebra, uma ampla oferta de trabalho.

Descubra a seguir quanto ganha um radiologista e saiba como fazer parte dessa área tão promissora!

Quanto ganha um radiologista

Para ter uma ideia mais concreta do salário do radiologista, temos de levar em conta os dois tipos de formação mais comuns na área: o técnico e o tecnólogo.

O primeiro é de nível médio e o segundo, de nível superior.

Vamos começar por quem opta pelo curso superior.

Nesse cenário, de acordo com o Banco Nacional de Empregos (BNE), um tecnólogo em Radiologia tem salário médio de R$ 2.400.

Esses valores mudam de acordo com a experiência do profissional, o tamanho da empresa empregadora e o local.

Quem está em comecinho de carreira, por exemplo, pode ganhar entre R$ 1.200 e R$ 1.900. Quem já trabalha há algum tempo na área pode receber entre R$ 2.800 e R$ 4.800 mensais.

Na média geral, radiologias com curso superior ganham entre R$ 1.800 e R$ 3.100 no Brasil.

Os técnicos em Radiologia recebem um pouco menos.

Ainda de acordo com o BNE, o salário médio dos técnicos é de aproximadamente R$ 2.000. Os recém-formados recebem entre R$ 1.300 e R$ 1.900, enquanto a remuneração dos profissionais com mais rodagem oscila entre R$ 2.300 e R$ 3.300.

Auxiliares de Radiologia podem ter ganhos que vão de R$ 1.100 a R$ 2.800.

Técnicos especializados em Radiologia Médica podem ter salários entre R$ 1.400 e R$ 3.500.

E agora? Bateu aquela indecisão entre fazer o curso técnico e o superior? Tire suas dúvidas no próximo tópico.

Curso técnico ou superior de Radiologia: qual o melhor?

O curso técnico e o superior de Radiologia têm algumas diferenças entre si.

O técnico é mais rápido. Tem apenas dois anos de duração e é bastante focado na prática profissional – o que abre muitas portas num mercado de trabalho superespecializado.

O superior é um pouco mais longo. Tem três anos de duração e uma formação mais ampla, embora se mantenha focado no mercado de trabalho. Oferece maiores possibilidades de atuação – o que, conforme você viu acima, se converte em melhores salários.

O superior também tem a vantagem de poder ser feito a distância, com aulas online e encontros presenciais, embora em um número ainda reduzido de faculdades.

A escolha certa do tipo de curso depende daquilo que você vislumbra para o futuro. O curso superior permite ao profissional entrar em cursos de pós-graduação de alto nível (especializações, mestrados e doutorados), fazer concursos públicos mais atrativos e entrar na disputa por vagas na área com maior diferencial – o que amplia bastante as chances de ganhar um salário mais alto ou disputar cargos mais elevados.

Os valores das mensalidades são praticamente os mesmos e a disponibilidade é bem similar.

Para você ter ideia, o superior em Radiologia pode ser encontrado em mais de 140 faculdades pelo país. O técnico pode ser encontrado em escolas profissionalizantes e centros de formação em geral.

Ao longo dos estudos, os alunos vão aprender a operar diferentes máquinas de raio-X, contraste, mamografia e densitometria óssea, tomografia, ressonância, contraste, processamento e manipulação de imagens.

A formação tem também um componente importante de biossegurança, cuidados especiais e gestão de profissionais de radiologia.

Os empregos estão disponíveis em clínicas, hospitais, centros de diagnóstico e laboratórios.

Há também uma crescente procura por radiologistas na indústria alimentícia, para lidar com esterilização de alimentos por meio de radiação, e também em portos e aeroportos – para detectar metais e fazer leitura de raio-X em bagagens e produtos.

Onde estudar Radiologia

O curso superior de Radiologia está disponível em centenas de faculdade pelo país. Grande parte delas oferece a graduação na modalidade presencial.

Os técnicos podem ser encontrados em instituições como Senac, hospitais-escolas e centros de formação profissional por todo o Brasil.

A dica é optar sempre por instituições bem avaliadas pelo MEC (no caso dos superiores) ou centros de formação conceituados na área.

Isso irá garantir uma entrada mais competitiva no mercado de trabalho.

Para quem quer estudar a distância, não custa lembrar: o curso tem uma carga elevada de encontros presenciais e muita aula em laboratório.

A gente separou algumas excelentes faculdades que oferecem o curso superior de Radiologia na modalidade presencial:

Veja também:

Tudo o que você precisa saber sobre tecnólogo em Radiologia

O que achou dos salários na área de Radiologia? Vai optar por um técnico ou um superior? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin