dcsimg

Como está o mercado de trabalho para Engenharia?

Descubra as melhores oportunidades para engenheiros de diversas áreas e veja onde estudar para seguir essa carreira promissora!

Engenharia

Imagine um profissional treinado para resolver problemas, que conhece todos os detalhes e processos por trás de uma estrutura complexa e é capaz de apresentar soluções práticas, pautadas no conhecimento técnico e científico. Parece bom demais para ser verdade? Pois saiba que esse profissional existe: é o engenheiro!

Os engenheiros estão entre os profissionais mais procurados no mercado de trabalho. O crescimento econômico brasileiro nas últimas décadas demandou muita mão de obra para construção de infraestrutura, modernização de redes elétricas, de telecomunicações, de aumento da produtividade industrial, etc.

Nem mesmo a crise econômica recente conseguiu parar o avanço da área. O ritmo de contratações diminuiu, é verdade, mas ainda faltam profissionais qualificados no mercado!

Veja a seguir como está o mercado de trabalho para Engenharia, onde encontrar boas oportunidades e as melhores faculdades nas diversas áreas!

Os diversos tipos de Engenharia

No Brasil, o Ministério da Educação unificou as diferentes terminologias da Engenharia para pouco mais de 20 opções. Ainda assim é bastante! É só escolher aquela que tem mais a ver com você e se jogar nos estudos. Conheça as principais:

  1. Engenharia Elétrica
  2. Engenharia Eletrônica
  3. Engenharia de Telecomunicações
  4. Engenharia de Controle e Automação
  5. Engenharia de Computação
  6. Agronomia
  7. Engenharia Agrícola
  8. Engenharia de Pesca
  9. Engenharia Florestal
  10. Engenharia de Minas
  11. Engenharia Metalúrgica
  12. Engenharia Mecânica
  13. Engenharia Naval
  14. Engenharia Aeronáutica
  15. Engenharia Civil
  16. Agrimensura
  17. Engenharia Ambiental
  18. Engenharia Química
  19. Engenharia de Alimentos
  20. Engenharia de Materiais
  21. Engenharia de Produção

Mercado de trabalho para Engenharia

Acredite se quiser: mesmo com 1,2 milhão de engenheiros em atividade atualmente, ainda falta profissional no mercado!

O Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) revela que nos anos recentes aproximadamente 100 mil novos engenheiros desembarcaram no mercado de trabalho por ano. Esse número é quase cinco vezes mais alto que no ano 2000, quando o País teve 21 mil novos profissionais da área registrados.

Ainda assim, o mercado continua atrás de profissionais qualificados. Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que seria necessário quase dobrar o número atual de engenheiros até o ano 2020 para suprir a demanda do País.

Os engenheiros encontram trabalho em praticamente qualquer ramo de atuação da economia. Veja alguns exemplos:

  • Engenheiro civil – trabalha em empresas que constroem infraestruturas como prédios, pontes, aeroportos, shopping centers, estradas, túneis, etc.
  • Engenheiro de produção – atua em indústrias e empresas de diversos portes, ajudando na otimização de processos, redução de custos e aumento de produtividade.
  • Engenheiro agrônomo – contratado por empresas agrícolas, de fiscalização sanitária, como agente de desenvolvimento rural, em empresas de desenvolvimento de maquinário e produtos para uso no campo.
  • Engenheiro eletricista – concessionárias de geração, armazenamento e distribuição de energia, empresas de automação.
  • Engenheiro de minas – empresas de mineração e extração de recursos naturais como gás e petróleo.
  • Engenheiro metalúrgico – metalúrgicas, siderúrgicas, empresas de beneficiamento de minérios, montadoras de veículos, indústria de máquinas.
  • Engenheiro mecânico – indústrias de base mecânica, mineração, alimentos, eletrodomésticos, produção de veículos.
  • Engenheiro de computação – empresas de TI, telecomunicações, desenvolvimento de software e hardware, banco de dados, comércio eletrônico.

Melhores oportunidades para Engenharia

Um estudo da consultoria Robert Half revela que as melhores oportunidades para engenheiros de diversas formações estão na área de gestão de pessoas, projetos e processos de grandes empresas.

Nesses cargos, os salários podem atingir patamares impressionantes. Só que para chegar lá vai ser preciso muito estudo, muita especialização e, principalmente, capacidade de se comunicar e estabelecer redes de relacionamento.

Nesses locais, as áreas mais quentes para os engenheiros são Obras, Infraestrutura, Energia Renovável e Telecom. Os cargos podem variar bastante. Veja alguns:

  • Diretor de Engenharia
  • Diretor de Operações
  • Gerente de Planejamento
  • Gerente de Logística
  • Gerente de Projetos
  • Gerente de Melhoria Contínua
  • Gerente de Planta
  • Gerente de Contratos
  • Engenheiro de Aplicação e Vendas
  • Engenheiro de Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e Saúde
  • Engenheiro de Pesquisa & Desenvolvimento
  • Engenheiro de Produção/Processos
  • Coordenador de Manutenção

Áreas da Engenharia mais populares

Engenharia Civil é o ramo da Engenharia com mais profissionais no mercado, de acordo com uma pesquisa da consultoria Kelly Services. Conheça as áreas mais populares no Brasil:

  1. Engenharia Civil
  2. Engenharia de Produção
  3. Engenharia Mecânica
  4. Engenharia de Computação
  5. Engenharia Química

Os melhores salários, de acordo com a mesma pesquisa, estão distribuídos entre as seguintes engenharias:

  • Engenharia Química
  • Engenharia Mecânica
  • Engenharia Elétrica (ou Eletrônica)
  • Engenharia de Computação
  • Engenharia Civil
  • Engenharia de Produção

Como se dar bem no mercado de trabalho para Engenharia

Os engenheiros têm motivos de sobra para comemorar. Além de possuírem um dos índices de empregabilidade mais altos do Brasil – superior a 95%, de acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), também contam com boas médias salariais.

Só que para se dar bem nesse mercado não basta apenas ter a graduação. A concorrência é forte, o que aumenta a necessidade de desenvolver mais e mais conhecimentos.

Se você está pensando em seguir no mercado de Engenharia, veja alguns conhecimentos que é recomendável obter antes, durante e depois de entrar no mercado de trabalho.

  • Língua inglesa – é essencial o domínio fluente do inglês, dado que a Engenharia é uma ciência universal e muito material de pesquisa é oferecido nesta língua. Também é fundamental para conseguir estágios ou oportunidades de trabalho no exterior!
  • Língua espanhola – muitas empresas brasileiras de Engenharia têm se expandido pela América Latina, especialmente na Bolívia e no Peru, o que abre mais oportunidades para profissionais que dominam a língua espanhola.
  • Especialização – depois da formatura, busque cursos de pós-graduação. Pode ser uma especialização, um mestrado, um MBA, o que você quiser. Quanto mais conhecimento tiver um engenheiro, mais chances ele terá de se dar bem no mercado de trabalho.

O curso de Engenharia: como é e onde estudar

Os cursos de Engenharia exigem dedicação em tempo integral do aluno. São ao todo cinco anos de estudos intensos, horas e horas em laboratórios e muito cálculo pela frente.

Hoje já existem muitas opções de curso de Engenharia a distância – a de Produção e a Civil são as mais populares nessa modalidade. O diploma vale tanto quanto o presencial.

A graduação em Engenharia é obrigatória para quem quer seguir na área. Também é preciso ter registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) da região onde atua.

Fazer uma boa faculdade é fundamental para o sucesso profissional.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Engenharia em diversas habilitações e modalidades.

Veja também:

Engenharia – Carreiras e Profissões Relacionadas

Está pensando em seguir carreira em Engenharia? Qual das habilitações mais chamou sua atenção? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin