dcsimg

Descubra como é a carreira em Periodontia

Veja como se preparar para ingressar em Periodontia e confira como está o mercado de trabalho!

O Brasil é o país com maior número de profissionais na área da Odontologia. Mesmo assim, nem toda a população tem acesso a tratamentos dentários. Por isso, quem atua com Odontologia tem muitas oportunidades a explorar e a Periodontia é um exemplo.

Um levantamento do Datafolha para o Conselho Federal de Odontologia (CFO) identificou que 23% das pessoas pesquisadas têm problemas de saúde bucal. Dos casos mais recorrentes, em primeiro lugar estão a necessidade de obturar e restaurar os dentes. Em segundo, estão os problemas periodontais.

O periodontista dedica-se ao tratamento de doenças da gengiva. Esse profissional realiza desde procedimentos simples, como a retirada de placas bacterianas e tártaro, até a recuperação de ossos que sustentam os dentes, com implantes e enxertos.

Conheça mais sobre a carreira em Periodontia. Saiba quais são as etapas para se profissionalizar nessa área e confira uma lista de universidades que oferecem o curso de Odontologia!

O que é Periodontia

Periodontia é a especialidade da Odontologia que trata das doenças da gengiva e dos ossos que sustentam os dentes. O periodontista faz o diagnóstico, adota ações preventivas e realiza o tratamento das alterações nesses tecidos. Entre as soluções estão raspagens, cirurgias de colocação de implantes e enxertos ósseos, por exemplo.

Como é o mercado de trabalho em Periodontia

A Periodontia está em quarto lugar entre as especialidades com maior número de profissionais no Brasil, atrás apenas de Ortodontia, Endodontia e Odontopediatria. Os dados são do levantamento mais recente do CFO, que identificou cerca de 7 mil especialistas em Periodontia.

A maioria dos profissionais atua na região Sudeste – situação que se aplica também a outras especialidades da Odontologia. Por isso, as oportunidades para quem se especializar em podem estar fora desse eixo, ou mesmo no interior do país.

Em um relatório do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) sobre as profissões mais bem remuneradas, Odontologia ficou em segundo lugar no ranking, com média salarial de R$ 5,3 mil. A pesquisa inclui profissionais de todos os níveis e especialidades. A jornada de trabalho é de 38 horas semanais, em média. E o desemprego neste setor passa longe: mais de 96% dos profissionais estavam trabalhando.

Como ingressar na carreira de Periodontia

Preparar-se para a carreira em Periodontia representa uma maratona dedicada aos estudos. Confira as etapas necessárias:

Graduação em Odontologia

O primeiro passo para ingressar na carreira em Periodontia é fazer uma graduação em Odontologia. Esse bacharelado tem cinco anos de duração, pode ser cursado no turno diurno ou noturno e é oferecido apenas na modalidade presencial.

Conseguir uma vaga em Odontologia significa superar uma concorrência muito grande, tanto em vestibulares quanto em processos que utilizam a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como critério de classificação. Na área da saúde, o curso só fica atrás de Medicina na relação candidato por vaga.

Durante a graduação, você terá contato com as diversas áreas de atuação da Odontologia, em matérias teóricas e práticas. O currículo prevê disciplinas ligadas à Periodontia, mas de uma forma introdutória. Nelas você irá aprender a diagnosticar e classificar as doenças periodontais, conhecer alguns tipos de tratamentos, ter contato com os instrumentos utilizados e realizar atividades práticas. Dependendo da faculdade, você poderá ter outras matérias sobre o assunto.

Registro no Conselho Regional de Odontologia

Todo dentista precisa obter um registro específico para poder exercer a profissão. Por isso, depois de se formar em uma instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), é preciso se registrar no Conselho Regional de Odontologia (CRO) de seu estado.

Especialização em Periodontia

Concluída a graduação e já com o registro profissional em mãos, o próximo passo é fazer uma especialização na área de Periodontia. Procure um curso reconhecido pelo MEC e que tenha carga horária mínima de 750 horas de estudo, regra estabelecida pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO).

Concluída esta etapa, você precisa ainda fazer um novo registro no CRO, desta vez como especialista em Periodontia!

Onde estudar Odontologia

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Odontologia:

Onde fazer a especialização em Periodontia

A pós-graduação em Periodontia pode ser cursada apenas na modalidade presencial. A formação está disponível em mais de 50 instituições de ensino. A maioria dos cursos está na região Sudeste, mas há também oferta nas demais regiões. Confira alguns exemplos de cursos autorizados pelo MEC:

  • Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)
  • Faculdade para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (FADESA)
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
  • Centro Universitário SENAC (SENACSP)
  • Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Vale lembrar que a Odontologia é uma das áreas que mais se beneficia das pesquisas sobre novos materiais e tecnologias de tratamento. Por isso, é preciso estar sempre atualizado, acompanhar as novidades por meio de publicações científicas e participar de eventos na área (seminários, congressos, etc.).

Depois de certo tempo de prática, leve em conta a ideia de fazer novos cursos para se atualizar profissionalmente em relação aos avanços na área. É uma forma de oferecer aos pacientes tratamentos mais eficazes e, claro, continuar a se destacar no mercado!

Veja também:

Quanto ganha um Dentista?

O que achou da carreira em Periodontia? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin