dcsimg

Descubra se vale a pena fazer tecnólogo

Descubra como funcionam os cursos superiores de tecnologia e veja se este formato é o ideal para você!

tecnologos_home

A popularização dos cursos superiores de tecnologia – ou cursos de tecnólogo – é uma novidade relativamente recente no Brasil, embora esse tipo de graduação exista no mercado nacional há mais de 40 anos.

Com dois a três anos de duração e foco em áreas profissionais bem específicas, já é o tipo de curso superior escolhido por mais de um milhão de universitários atualmente.

A fórmula, afinal, tem tudo para ser um sucesso: menos tempo de estudo, alta empregabilidade e, na maioria dos casos, um custo de formação menor que um bacharelado!

No Brasil existem mais de 100 opções diferentes de cursos de tecnólogo, organizadas em 13 eixos temáticos pelo Ministério da Educação (MEC):

  1. Ambiente e Saúde
  2. Apoio Escolar
  3. Controle e Processos Industriais
  4. Gestão e Negócios
  5. Hospitalidade e Lazer
  6. Informação e Comunicação
  7. Infraestrutura
  8. Militar
  9. Produção Alimentícia
  10. Produção Cultural e Design
  11. Produção Industrial
  12. Recursos Naturais
  13. Segurança

Na teoria, tudo parece perfeito. Mas será que na prática um curso de tecnólogo é o ideal para você? Descubra agora se vale a pena optar por esse modelo!

O que é melhor: tecnólogo ou bacharelado?

Os cursos de tecnólogo receberam muitos incentivos nos últimos anos. A ideia era gerar mão de obra para um Brasil que crescia em ritmo acelerado. Esta formação de nível superior, em áreas carentes de profissionais qualificados, permite o acesso rápido ao mercado de trabalho.

Decidir-se a favor de um curso superior de tecnologia, no entanto, é uma tarefa que requer do estudante um exercício de visão de futuro com o pé no chão.

O processo de escolha deve levar em consideração os seguintes fatores:

  • Tempo: você tem pressa para se inserir no mercado de trabalho, ou pode esperar um pouco mais?
  • Dinheiro: qual a sua disponibilidade de investimento na graduação? O orçamento permite bancar um curso mais longo?
  • Planos para o futuro: como você se vê daqui a uns anos no mercado de trabalho? Que tipo de cargo pretende ocupar?
  • Decisão: você tem certeza de que deseja atuar apenas em determinada área de trabalho?

Descubra a seguir qual o tipo de curso ideal para você!

Quando vale a pena fazer tecnólogo?

A graduação tecnológica é ideal para quem já tem um foco definido. Afinal, são cursos que formam profissionais para atuarem em setores específicos do mercado de trabalho.

É aconselhável também para quem já trabalha em determinada área e quer expandir seus conhecimentos ou ocupar cargos que exijam nível superior.

Por exemplo: João tem nível médio, fez alguns cursos de formação básica e trabalha ajudando na contabilidade de uma empresa. Agora ele vai começar um curso de tecnólogo em Gestão Financeira. Quando se formar, em dois anos, estará apto a assumir funções mais elevadas na área onde já atua e, quem sabe, chegar a ser gerente ou mesmo diretor do seu departamento.

Essa mesma lógica vale para os mais de 100 cursos superiores de tecnologia existentes hoje no Brasil. Quem der uma olhada no Catálogo Nacional dos Cursos Superiores de Tecnologia [http://portal.mec.gov.br/catalogo-nacional-dos-cursos-superiores-de-tecnologia-] vai ter acesso a uma lista com graduações bem específicas, com opções para todos os gostos.

Os cursos de tecnólogo são recomendados também para quem precisa entrar logo no mercado de trabalho com uma boa qualificação em mãos.

Quem também está com o orçamento apertado pode optar por um desses cursos para melhorar a renda no futuro. Sendo mais rápidos, acabam se tornando mais econômicos, pois o custo total de investimento é menor.

Quando vale a pena fazer um bacharelado?

Os cursos de bacharelado têm uma duração maior – de 4 a 5 anos, em média – e formam profissionais de perfil mais generalista, com conhecimento em diversas áreas.

Os bacharelados são ideais para quem quer ter mais opções de atuação no mercado de trabalho.

Para exemplificar melhor, vamos retomar a história de João, que contamos acima. Se em vez de fazer o curso de Gestão Financeira ele optar por um bacharelado em Administração, por exemplo, ao fim de quatro anos poderá tanto assumir cargos diversos no setor onde já atua (Finanças), como em outras áreas da empresa. Se um dia João se interessar por Recursos Humanos, já terá o conhecimento necessário para atuar nesse departamento e pode fazer a migração sem maiores problemas.

Essa formação mais generalista é recomendável também para quem está com um orçamento mais livre e pode investir por mais dois ou três anos nos estudos. Lembre-se: quanto mais tempo de estudos, maiores as opções no mercado.

O bacharelado também é ideal para quem ainda não tem uma ideia precisa do que quer fazer, já que permite um leque maior de atuações dentro de uma mesma área do conhecimento.

Vale lembrar que algumas profissões regulamentadas, como Medicina, Direito, Engenharia, Farmácia, Enfermagem e Fisioterapia, por exemplo, só podem ser exercidas por quem tem o título de Bacharel e registro no conselho profissional correspondente.

Onde encontrar bons cursos de tecnólogo?

A qualidade da instituição é fundamental para quem quer fazer um curso superior de tecnólogo. Separamos para você uma relação de universidades públicas e privadas reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC).

Ah, boa parte dos cursos de tecnólogo também estão disponíveis no formato a distância! O diploma EAD de um curso de tecnólogo reconhecido pelo MEC vale tanto quanto o presencial.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer cursos de tecnólogo:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Veja também:

Curso técnico é a mesma coisa que tecnólogo?

Qual a sua opinião: vale a pena fazer um curso de tecnólogo? Compartilhe conosco nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin