dcsimg

Engenharia de Produção: Oportunidades e Desafios

Entenda como funciona o curso de Engenharia de Produção, qual o perfil do profissional e como está o mercado de trabalho para engenheiros de produção!

O Curso de Engenharia de Produção

A Engenharia de Produção é basicamente um curso focado em ampla formação e prepara o profissional para atuar o elo entre a área técnica e administrativa das organizações. Devido a este ponto chave, os profissionais da Engenharia de Produção são considerados um bem imprescindível para garantir o bom funcionamento da empresa, além de otimizar toda a sinergia da equipe.

As origens do curso de Engenharia de Produção

O curso de Engenharia de Produção nasceu dentro da Engenharia Mecânica, e se dedicou inicialmente às dimensões físicas dos sistemas produtivos. Já no Brasil, o curso começou a tomar forma partir de 1950, com o nome definido como curso de Engenharia de Produção. Uma das necessidade de reconhecimento e criação do curso foi devido aos conceitos e métodos que se desenvolveram notavelmente tornando-se independentes de qualquer área tecnológica.
Naquela época o país vivenciava um forte processo de industrialização, com a chegada de grandes multinacionais, o que motivou então a criação do novo curso. A Engenharia de Produção passou a ser considerada como profissão, a partir da década de 70, podendo se ligar a qualquer área das engenharias.
Hoje há no Brasil, diferentes tipos de Engenharia de Produção, que se dividem entre o curso com ênfases específicas, até o curso pleno que engloba todas as áreas industriais.

As Bases do Curso de Engenharia de Produção

O curso de Engenharia de Produção abrange diversas áreas da engenharia. Criado com base nas grades de Administração de Empresas e também, inicialmente na grade da Engenharia Mecânica, seu objetivo era unir o conhecimento técnico e as habilidades de gestão. Hoje seu currículo é mais amplo e engloba os conhecimentos gerais de várias outras engenharias.
O curso inicia com as matérias básicas de engenharia nos primeiros anos, incluindo conceitos de matemática, física e química. Nos anos seguintes há o foco nas matérias ligadas à área das ciências humanas, como economia e administração. Sendo uma necessidade em todas as áreas, as matérias de matemáticas são distribuídas durante todo o período do curso.
Entre as matérias ministradas no curso podem-se citar: cálculo, desenho técnico, planejamento e controle de produção, ciências do ambiente, análise textual, lógica de programação, resistência dos materiais, entre outros.

Título e Perfil do Profissional de Engenharia de Produção

O jovem profissional formado no curso de Engenharia de Produção recebe o título de Bacharel em Engenharia de Produção e deve ser capaz de formular, identificar e solucionar problemas ligados à operação e gerenciamento do trabalho e sistemas de produção. Para obter êxito na sinergia em diferentes aspectos o profissional deve abstrair e entender os diversos aspectos ambientais, sociais, humanos e econômicos.
O profissional de Engenharia de Produção deve ser capaz de integrar os processos produtivos, e permitir assim a coordenação perfeita entre as tarefas administrativas e técnicas. Desta maneira, este profissional funcionará para o mercado, como um canal de integração entre esses dois sistemas, facilitando a criação e administração de novos produtos e serviços.
O Engenheiro de produção deve ser uma pessoa criativa, que tenha iniciativa, capacidade de adaptação às mudanças, espírito de liderança, entre outros. Este profissional deve ser capaz de lidar eficazmente com novas tecnologias e desafios, ter visão humanística e comportamento ético para atender eficazmente às demandas complexas da sociedade.

Áreas de atuação do profissional de Engenharia de Produção

O mercado de trabalho para o profissional de Engenharia de Produção é amplo, podendo este atuar em diferentes áreas como finanças, recursos humanos, gestão da produção, estratégia organizacional e ambiental, desenvolvimento de produto ou em marketing. Esses profissionais são versáteis e atuam como ponte entre a administração e diversos outros engenheiros.
O engenheiro de produção atua nas indústrias em geral, coordenando a automatização de processos, no planejamento e no controle da produção, entre outras funções. Mas além de atuar no setor industrial, este profissional também pode aplicar suas técnicas em empresas prestadoras de serviços, como: hospitais, sistemas de transporte, bancos e etc. Ainda, se desejar, o engenheiro de produção pode optar por atuar na área acadêmica, ou trabalhar como autônomo e montar o seu próprio negócio.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin