dcsimg

Confira como fazer a inscrição no FIES

Vai tentar um financiamento do Governo Federal para pagar a faculdade? Veja o nosso passo a passo para efetuar a sua inscrição no FIES!

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é uma iniciativa do Governo Federal que facilita a vida de estudantes de baixa renda. Trata-se de um financiamento a juros mais baixos do que os praticados pelos bancos. A dívida só começa a ser quitada após a formatura e o prazo para pagamento é de vários anos.

Para conseguir o FIES é preciso passar em um processo seletivo que usa como critério de classificação a nota do Enem. O sistema é informatizado e as inscrições devem ser feitas pela internet.

Tem interesse em concorrer a um financiamento do FIES? Então confira o guia a seguir, com o passo a passo para a inscrição e tudo o que você precisa fazer caso consiga uma vaga. Vamos lá?

Como se inscrever no FIES

A inscrição do FIES só pode ser feita durante o período determinado pelo Ministério da Educação (MEC).

Normalmente há duas edições por ano: no primeiro e no segundo semestre.

Quando as inscrições estiverem abertas, faça o seguinte:

  1. Acesse o Sistema de Seleção do FIES

Só existe um caminho para concorrer ao FIES: o sistema oficial do processo seletivo, chamado FIES Seleção.

  1. Clique em “Primeiro acesso

Se for o seu primeiro acesso, é preciso se cadastrar no sistema. Informe seu número de CPF, a data de nascimento e um endereço de e-mail válido. Defina também a senha que será utilizada para acessar o sistema.

  1. Confira seu e-mail e valide o cadastro

Você receberá um e-mail para validar o cadastro. Siga as orientações do e-mail para ativar seu cadastro no FIES Seleção.

  1. Conclua a inscrição no FIES Seleção

Agora que você já está cadastrado no FIES Seleção, já pode prosseguir com a sua inscrição no processo seletivo. Para isso, preencha todos os campos solicitados: dados pessoais, curso e instituição de ensino onde pretende conseguir o financiamento, etc. Confira as informações e conclua sua inscrição.

Importante: O FIES exige que o candidato tenha realizado qualquer edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. Ao fazer a inscrição, o sistema já recupera sua nota do Enem automaticamente. Caso tenha feito mais de uma edição, poderá escolher aquela em que obteve maior pontuação.

Como é o processo seletivo do FIES?

O processo seletivo do FIES é informatizado e usa como critério de classificação o desempenho no Enem. A concorrência acontece entre os candidatos que optaram pelo mesmo curso, turno, faculdade e unidade (campus).

Quem pode se inscrever no FIES?

Pode se inscrever no FIES quem atender aos requisitos de desempenho no Enem em renda familiar estipulados para aquela edição.

Passei no processo seletivo do FIES. Vou ganhar o financiamento automaticamente?

Não. Caso seja pré-selecionado, você deverá preencher mais informações em outro sistema, o SisFIES.

Fique ligado, pois o MEC dá um prazo de alguns dias para acessar o sistema e informar os dados. Quem perder esse prazo perde também a vaga.

Depois de concluir o cadastro no SisFIES, você terá um prazo para comprovar todas informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino onde pretende obter o financiamento.

Se estiver tudo certo com a documentação, você terá mais uma etapa a cumprir, também com prazo determinado: fazer a contratação do financiamento no banco.

A lista de documentos exigidos pode ser consultada na faculdade e no site do FIES.

Caso você não leve a documentação à CPSA ou à agência bancária dentro do prazo estabelecido, sua inscrição será cancelada e a vaga vai para o próximo candidato classificado. Portanto, fique muito atento aos prazos!

Não consegui vaga no FIES. E agora?

Em primeiro lugar, saiba que o FIES é super concorrido, principalmente em cursos como Medicina, Direito e Engenharia. O número de vagas é limitado e a distribuição de financiamentos depende do orçamento do MEC, além de fatores como a região do país e a área de conhecimento do curso (algumas podem ser prioritárias para o governo federal naquele período e, por isso, oferecem maior quantidade de vagas).

Em segundo lugar, lembre-se de que o FIES não é a única possibilidade de conseguir ajuda para fazer um curso superior. Veja outras opções:

  • Bolsas de estudos: além do ProUni, iniciativa do governo federal que distribui bolsas a pessoas de baixa renda, dá para encontrar várias instituições que patrocinam a vida acadêmica de quem mais precisa. Algumas concedem ajuda financeira, outras oferecem bons descontos na mensalidade, outras permitem estudar de graça.
  • Financiamentos privados: confira, junto à faculdade do seu interesse, quais são os modelos de parcelamento e financiamento privado disponíveis.
  • Descontos: aqui, o céu é o limite. Dependendo da faculdade, há descontos para quem entra com a nota do Enem, paga a mensalidade em dia, tem bom desempenho no vestibular, trabalha em empresa conveniada, etc.

Faculdades que participam do FIES

Para participar do FIES, as instituições de ensino precisam ser reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC.

Confira algumas faculdades que participam do programa, além de terem suas próprias iniciativas de bolsas, financiamentos e descontos:

Veja também:

Documentos para o FIES

Vai se candidatar ao FIES este ano? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin