dcsimg

Veja quantos pontos precisa ter no Enem pra obter uma bolsa

Conseguir o benefício pode ser mais simples do que você imagina. Descubra como ganhar uma bolsa de estudos com a nota do Enem!

Quem não gostaria de fazer uma faculdade de primeira linha, na rede particular, com uma bela bolsa de estudos?

Muita gente acha que conseguir essa super vantagem é tarefa praticamente impossível – vamos mostrar daqui a pouco que não é nada disso.

A corrida por uma bolsa até pode ser disputada, mas com dedicação aos estudos e uma boa estratégia dá para chegar lá.

Se você também está atrás de uma bolsa de estudos, veja a seguir quantos prontos é preciso ter no Enem para obter o benefício em diferentes processos seletivos.

Aproveite e conheça também as faculdades que oferecem bolsas em todo o país!

Como conseguir bolsa de estudos com a nota do Enem

O jeito mais conhecido de conseguir uma bolsa de estudos hoje, no Brasil, é por meio do Programa Universidade para Todos – o famoso ProUni.

O programa abre inscrições duas vezes por ano. Ao todo são mais de 200 mil bolsas em cursos distribuídos por todas as áreas do conhecimento. Dá para estudar com a ajuda do ProUni até em graduações caríssimas, como Medicina e Odontologia.

Para conseguir o benefício aqui é preciso se encaixar em alguns requisitos exigidos pelo Ministério da Educação, que são:

  • Ter feito o Enem mais recente, com pelo menos 450 pontos na média das provas. Não pode ter zerado na redação.
  • Apresentar renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.
  • Não ter curso superior.

Além disso, o candidato deve se enquadrar em pelo menos uma das condições a seguir:

  • Ter feito todo o ensino médio em escola pública ou em escola particular na condição de bolsista integral.
  • Ser pessoa com deficiência.
  • Ser professor efetivo da rede pública de ensino básico concorrendo a bolsa em curso de licenciatura.

O ProUni conta com dois tipos de bolsa. A integral, que banca o custo total do curso, é destinada a estudantes com renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa.

A parcial, que cobre metade da mensalidade, é voltada a quem tem renda familiar bruta mensal de até 3 salários mínimos por pessoa.

O programa abre inscrições duas vezes ao ano. A do primeiro semestre é a que oferece a maior quantidade de vagas e começa alguns dias depois da divulgação dos resultados do Enem.

Pontos no Enem para conseguir bolsa

A quantidade de pontos no Enem para conseguir uma bolsa de estudos pelo ProUni pode variar muito de acordo com o curso escolhido.

A faculdade, o campus e o turno também podem interferir bastante na pontuação.

Mas uma coisa não muda aqui: quanto maior a pontuação no Enem, maiores as chances de conseguir a bolsa.

Quando se inscreve no processo seletivo do ProUni, o candidato tem acesso a uma lista imensa de faculdades e bolsas disponíveis. Ele pode escolher a que melhor se encaixa no seu perfil e ficar monitorando a nota de corte – a mínima necessária para conseguir a vaga. Quanto mais gente interessada na mesma vaga, maiores as chances de essa pontuação ser alta.

Se a nota de corte ficar muito acima da que você tem, é bom procurar outra opção. Isso pode ser feito até o último minuto do processo seletivo.

Cursos como Medicina e Odontologia são invariavelmente difíceis de entrar. Aqui a pontuação pode ir bem além dos 750 pontos.

Confira a seguir a oscilação dos pontos em diferentes tipos de curso:

Cursos mais difíceis de conseguir bolsa

  • Medicina – entre 700 e 820 pontos
  • Odontologia – entre 600 e 760 pontos
  • Engenharia Aeronáutica – entre 650 e 750 pontos
  • Engenharia Civil – entre 580 e 750 pontos
  • Engenharia Elétrica – entre 600 e 740 pontos
  • Psicologia – entre 580 e 730 pontos

Cursos de dificuldade média para conseguir bolsa

  • Engenharia de Computação – entre 550 e 750 pontos
  • Arquitetura – entre 550 e 720 pontos
  • Jornalismo – entre 500 e 720 pontos
  • Farmácia – entre 550 e 700 pontos
  • Nutrição – entre 550 e 700 pontos
  • Enfermagem – entre 540 e 700 pontos
  • Comunicação Social – entre 500 e 680 pontos
  • Engenharia de Produção – entre 500 e 650 pontos
  • Agronomia – entre 550 e 650 pontos

Cursos mais fáceis de conseguir bolsa

  • Gestão de Recursos Humanos – entre 460 e 680 pontos
  • Educação Física – entre 460 e 680 pontos
  • Pedagogia – entre 450 e 680 pontos
  • Letras – entre 450 e 680 pontos
  • Física – entre 450 e 550 pontos
  • Gestão Financeira – entre 450 e 550 pontos
  • História – entre 450 e 550 pontos
  • Química – entre 450 e 550 pontos
  • Radiologia – entre 450 e 550 pontos

Estranhou que nessa relação não estão os cursos de Direito, Administração e Ciências Contábeis?

É porque eles têm um perfil muito curioso no ProUni. São cursos muito procurados, que podem ter uma nota de corte altíssima, mas ao mesmo tempo têm uma oferta gigantesca de vagas.

Isso faz com que alguns exijam mais de 800 pontos em uma faculdade e apenas a pontuação mínima necessária, de 450 pontos, em outras.

Dê uma olhada em quantos pontos você precisa ter no Enem para obter uma bolsa nesses cursos:

  • Direito – entre 450 e 800 pontos
  • Ciências Contábeis – entre 460 e 750 pontos
  • Administração – entre 480 e 700 pontos

Outras formas de conseguir bolsas de estudos

O ProUni é o maior, mas não é o único programa de bolsas de estudos no país.

Existem diversas outras maneiras de conseguir o benefício, e algumas são bem mais simples do que a gente imagina.

Aqui, no entanto, existe uma diferença: a grande maioria é de bolsas parciais, que cobrem apenas uma parte da mensalidade.

Ainda assim é uma vantagem e tanto para quem está querendo economizar com os custos de um curso superior.

Conheça a seguir algumas alternativas que estão bem ao seu alcance:

  • Bolsas de estudos das próprias faculdades: Muitas instituições de ensino contam com programas de bolsas parciais para atrair novos alunos. São bolsas-desconto para quem vem de outra faculdade, para quem já tem um curso superior, quem reingressou à sala de aula depois de ter abandonado os estudos, etc. É possível achar bolsas integrais aqui também. Elas são concedidas geralmente aos alunos que ficaram em primeiro lugar no vestibular.
  • Bolsas pela internet: Na internet existem diversos sites, criados em parceria com faculdades, que oferecem bolsas parciais em cursos diversos. Algumas podem render um desconto de até 75% no valor total. Os mais conhecidos são o Quero Bolsa e o Educa Mais Brasil. Para ganhar uma, basta fazer uma busca no site e acionar o benefício ali mesmo. Uma vez obtido, o desconto vale até o último dia de estudos.

As instituições de ensino também oferecem outras facilidades, como descontos por pagar a mensalidade em dia e promoções pontuais. O benefício varia de acordo com a faculdade, portanto é bom dar uma boa pesquisada antes de escolher o local onde você quer estudar.

Onde fazer um curso superior com bolsa de estudos

São tantas faculdades que oferecem bolsas próprias ou participam do ProUni que seria quase impossível fazer um listão com todas elas.

Por isso a gente resolveu apresentar apenas alguns destaques. Buscamos instituições com boa avaliação junto ao Ministério da Educação (MEC), diploma reconhecido no mercado de trabalho, infraestrutura de primeira, e, claro, cursos em todas as áreas do conhecimento.

Todas as faculdades da lista a seguir também têm seus próprios programas de bolsas, descontos, convênios e financiamento sem burocracia. Além disso, contam com unidades ou polos de apoio por todo o Brasil. Confira:

Veja também:

Entenda como funcionam as notas de corte do ProUni

Vai tentar alguma bolsa de estudos? Em qual dessas você está de olho? Conte para a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin