dcsimg

Saiba quando sairão as notas de corte do FIES 2016

Vai tentar o FIES em 2016? Saiba o que mudou neste processo seletivo e quando serão divulgadas as notas de corte!

Sisu, ProUni, FIES

De uns tempos para cá, a cada nova edição do FIES o Ministério da Educação (MEC) divulga algumas mudanças nas regras deste programa do Governo Federal.

Uma das alterações mais recentes diz respeito à divulgação da nota de corte. A partir de agora, os candidatos terão acesso a estas notas antes do prazo final para concluir a inscrição.

De uns tempos para cá, a cada nova edição do FIES o Ministério da Educação (MEC) divulga algumas mudanças nas regras deste programa do Governo Federal.

Uma das alterações mais recentes diz respeito à divulgação da nota de corte. A partir de agora, os candidatos terão acesso a estas notas antes do prazo final para concluir a inscrição.

Essa mudança traz uma grande vantagem aos candidatos: a partir da nota de corte parcial é possível avaliar se há chance de passar e mudar de ideia quantas vezes quiser, selecionando outra opção de curso, enquanto durar o período de inscrição.

Isso tudo já começa a valer para o FIES do segundo semestre de 2016. Se você pretende conseguir um financiamento ainda este ano, saiba quando serão divulgadas as notas de corte e o que mudou na distribuição das vagas.

Quando as notas de corte do FIES 2016 serão divulgadas?

Em 2015, o FIES passou a usar a nota do Enem como critério para selecionar os candidatos a um financiamento.

A pontuação mínima que o estudante deve ter para ser aprovado é chamada de nota de corte.

Até então, os interessados em receber este benefício se inscreviam pela internet e escolhiam o curso de sua preferência. Somente após encerrado este período é que o sistema do FIES avaliava as notas dos candidatos e selecionava aqueles com as pontuações mais altas.

Os candidatos não tinham a menor ideia de qual seria a nota de corte e só ficavam sabendo desta informação quando a lista dos aprovados era divulgada.

A grande novidade para o segundo semestre de 2016 é que o FIES vai divulgar a nota de corte parcial a partir do segundo dia de inscrições. Vai funcionar da seguinte maneira:

As inscrições para o FIES 2016 acontecem do dia 24 de junho até o dia 29 de junho. A partir do dia 25 de junho o sistema vai calcular a nota de corte parcial (considerando os candidatos inscritos até o momento) para cada uma das vagas.

Todos os dias esta nota será atualizada e quem já se inscreveu pode ir acompanhando a evolução desse índice.

A nota parcial é apenas uma estimativa, pois até o último minuto do prazo final outros candidatos podem surgir e isso pode impactar na nota de corte.

No entanto, é uma excelente forma de saber quais são suas reais chances de conseguir uma vaga. A dica é fazer sua inscrição logo no primeiro dia e depois acompanhar a divulgação das notas de corte. Compare com sua pontuação e, se entender que terá mais chances em outro curso, poderá alterar sua opção.

Estas alterações podem ser feitas quantas vezes você quiser. Porém, apenas a última informação salva no sistema será utilizada para a distribuição das vagas.

Veja como ficam as datas para o FIES 2016

O cronograma para a segunda edição do FIES em 2016 ficou assim:

  • De 24 a 29 de junho – período de inscrição. Os interessados deverão se inscrever pela internet no site do FIES Seleção.
  • De 25 a 29 de junho – divulgação da nota de corte parcial. Uma vez por dia o sistema será atualizado e os candidatos podem verificar a nota de corte para cada uma das vagas.
  • 30 de junho – divulgação do resultado das inscrições.
  • Até 5 dias úteis a partir de 1° de julho – prazo para os selecionados realizarem seu cadastro no SisFIES.

No Rio de Janeiro o calendário do FIES será adaptado em função da realização das Olimpíadas.

Conheça as principais mudanças do FIES para o segundo semestre de 2016

Além do FIES divulgar a nota de corte parcial e os candidatos terem a opção de alterar suas escolhas de curso quantas vezes quiserem, o MEC anunciou outras mudanças que já começam a valer neste segundo semestre de 2016.

Uma delas diz respeito ao critério de ocupação das vagas. Agora, 60% das vagas serão ocupadas pelos chamados cursos prioritários (nas áreas da Saúde, Engenharia e Formação de Professores). Na edição anterior eles receberam cerca de 70% das vagas.

Houve também uma redução no valor mínimo da prestação paga pelos estudantes. Antes esse valor era de R$ 100 e agora passa a ser de R$ 50.

Outra novidade é sobre a o critério de renda. Agora, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Estas medidas foram tomadas a fim de flexibilizar o processo seletivo para que mais pessoas tenham acesso ao FIES.

Faculdades que aceitam o FIES

A cada novo processo seletivo do FIES, as opções de vagas são diferentes. A lista de cursos e universidades participantes pode sofrer alterações.

Confira algumas universidades credenciadas pelo MEC que costumam participar do FIES:

Veja também:

Conheça as datas do FIES 2016

Vai tentar o FIES em 2016? Conte para a gente em qual curso pretende conseguir o financiamento.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin