Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque o curso

    Busque, compare e escolha o curso que vai mudar sua vida.


  2. Garanta sua vaga

    Pague a adesão para garantir sua vaga.


  3. Na direção do seu sucesso

    Faça o processo seletivo e depois se matrIcule na faculdade.


Guia das Profissões

Conheça a profissão perito criminal e veja onde estudar

20 de março de 2020
Imagem do autor
Escrito porGuia da Carreira

Você sabe o que faz um perito criminal? Esse profissional trabalha diretamente na investigação de crimes, coletando vestígios dos delitos e analisando corpos, cenas, evidências e todos os elementos que os envolvem.

Encontre bolsas de estudo de até 80%
Não sabe qual carreira seguir? Faça um teste vocacional!

Por meio de métodos específicos e pesquisas minuciosas, esse profissional busca solucionar as circunstâncias, motivações e eventos que permeiam os acontecimentos investigados. Se você é fã de profissões com rotinas agitadas, com certeza vai gostar de ser perito criminal.

Quem assiste a séries como Law & Order, CSI e Criminal Minds, sabe o quanto o perito criminal trabalha e como as suas habilidades são necessárias para desvendar qualquer crime. Afinal, é preciso unir criatividade – para pensar sobre as possibilidades de um crime – e conhecimentos específicos para investigações direcionadas conforme as evidências.

+ Advogado Criminalista: conheça tudo sobre essa profissão

Segundo um levantamento do Instituto Sou da Paz de 2020, 70% dos homicídios no Brasil não são solucionados e os culpados seguem impunes. Das 27 unidades federativas, apenas 11 estados conseguiram informar com precisão quantos casos de assassinato foram resolvidos no período estudado.

Deu vontade de mudar esse cenário e se unir ao time que busca resolver os mais diversos crimes no Brasil e no mundo? Então conheça mais sobre essa profissão e veja onde estudar para se tornar perito criminal! 

Qual a função do perito criminal?

O perito criminal poderá ser convocado para investigar as mais diferentes ocorrências, como um acidente de trânsito com vítimas, roubos, homicídios, verificar casos de explosões ou acidentes de trabalho e até analisar documentos.

Ele é responsável por utilizar conhecimentos técnicos e científicos a serviço da justiça, apurando as causas de determinados delitos e descobrindo, por meio de evidências, os culpados envolvidos nos crimes.

Geralmente, a rotina de investigações dessa profissão envolve óbitos e/ou outras situações potencialmente impactantes, então é importante se certificar de que há disposição para lidar com essas circunstâncias.

Principais funções de um perito criminal

Aqui estão algumas das principais funções de um perito criminal:

  • Análise de Locais de Crime: O perito criminal é responsável por examinar minuciosamente o local do crime para identificar, documentar e coletar todas as evidências relevantes, garantindo a preservação adequada das provas.
  • Coleta de Evidências: Eles são responsáveis por recolher amostras e objetos potencialmente importantes para a investigação, como vestígios de DNA, impressões digitais, fibras, armas, projéteis, entre outros.
  • Exame de Evidências Físicas: O perito analisa e interpreta as evidências coletadas usando técnicas científicas e tecnológicas avançadas, como microscopia, espectroscopia, cromatografia, entre outras.
  • Análise de Impressões Digitais: Os peritos especializados em dactiloscopia analisam impressões digitais para identificar suspeitos ou correlacionar evidências.
  • Análise de DNA: Peritos em genética forense extraem, analisam e comparam o DNA presente em amostras biológicas para identificar suspeitos ou provar a presença de determinados indivíduos no local do crime.
  • Balística Forense: Os peritos balísticos examinam e comparam armas de fogo, munições e projéteis encontrados em locais de crime para determinar sua origem e possivelmente conectar armas a crimes específicos.
  • Análise de Documentos: Peritos em documentos examinam e autenticam documentos, como escritos manuscritos e assinaturas, para detectar falsificações ou adulterações.

+ Para não ter rotina: conheça 15 profissões para quem gosta de aventura

  • Análise de Vestígios Químicos: Eles identificam e analisam substâncias químicas em locais de crime, como drogas, venenos ou resíduos químicos, que possam estar relacionados ao crime.
  • Reconstrução de Cenas de Crime: O perito pode recriar digitalmente a sequência de eventos que ocorreram no local do crime, utilizando as evidências físicas coletadas e análises técnicas para ajudar a compreender como o crime ocorreu.
  • Testemunho Pericial: O perito pode ser chamado a testemunhar em tribunais como especialista, fornecendo análises e interpretações das evidências coletadas durante a investigação.
  • Consultoria Técnica: Além de trabalhar diretamente em locais de crime, o perito pode atuar como consultor técnico para outros profissionais da área jurídica e de investigação.

Áreas de atuação do perito criminal

Esse profissional pode atuar como: 

  • Perito criminal federal
  • Perito criminalístico
  • Perito criminalístico engenheiro
  • Perito criminalístico químico
  • Perito oficial

O perito criminal precisa pesquisar muito e ser uma pessoa atenta a pequenos detalhes, pois só assim poderá desvendar um crime rapidamente e com precisão. Mas é claro que para essa profissão, não basta ter uma percepção apurada, é necessário ter conhecimentos aprofundados.

De acordo com a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), os peritos criminais são responsáveis por: 

  • Elaborar laudo pericial criminal e organizar provas, determinando as causas dos fatos.
  • Examinar locais de crimes, buscar evidências, coletar indícios de materiais e encaminhar peças para exames com ou sem quesitos. 
  • Reconstruir fatos e analisar peças, materiais, documentos e vestígios relacionados a crimes, fotografar e identificar as peças e materiais, definindo o tipo de exame que deve ser aplicado.
  • Efetuar medições e ensaios laboratoriais, utilizando e desenvolvendo técnicas e métodos científicos.

+ 10 séries de Direito da Netflix que todo estudante deveria assistir

Quanto ganha um perito criminal?

Segundo o Glassdoor, líder mundial em análises sobre empregos e empresas, o salário médio de um perito criminal concursado no Brasil é de aproximadamente R$ 12.000, mas esse valor varia conforme as determinações estaduais e as vagas ofertadas.

+ Advogado Contencioso: o que é, o que faz e como se tornar um

Em São Paulo, um perito em início de carreira ganha R$ 8.285,66 mensais, podendo chegar a R$ 10.530,50, segundo a Coordenadoria de Recursos Humanos do Estado de São Paulo. Já um perito criminal federal recebe R$ 22.672,48 por mês, de acordo com o edital do último concurso para o cargo.

Para oportunidades com registro em carteira, a média salarial de um perito criminal na cidade de São Paulo é de R$ 2.400, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). O piso salarial, após acordos, dissídios e convenções coletivas em 2020, é de R$ 2.190,25, e o teto, de R$ 3.626,95. Todos para uma carga horária de 40 horas semanais.

Assim, se o seu foco é passar em um concurso público para perito criminal, a concorrência aumenta bastante, mas em contrapartida, os salários e a possibilidade de estabilidade no cargo também.

Como se tornar um perito criminal?

A principal forma de contratação do perito criminal é por meio de concurso público. Sendo assim, é necessário muito preparo para ser um dos primeiros da lista de classificados, pois não são abertas muitas vagas para essa área. Portanto, se você quer passar em um concurso público para Perícia Criminal, é preciso entrar de cabeça nos estudos e ter bastante foco!

+ Promotor e procurador: entenda as diferenças entre as profissões

Além disso, a quantidade de vagas e variedade de cursos de graduação aceitos para atuar na área variam conforme as necessidades de cada estado. A seguir, você pode assistir ao vídeo de Gisele Barreto, perita criminal e Youtuber. O relato dela pode te ajudar a entender como é a preparação, a profissão em si e as possibilidades disponíveis para quem deseja seguir essa carreira.

Qual curso fazer para ser perito criminal?

A maioria dos concursos públicos exige cursos superiores de bacharelado, cujas áreas de atuação dependem das vagas anunciadas e dos requisitos de cada estado. Portanto, antes de escolher o tipo de curso que deseja fazer, é necessário traçar um planejamento acerca da sua trajetória como perito criminal. 

Os cursos de graduação mais indicados são os de Farmácia/Bioquímica, Medicina, Biomedicina, Enfermagem, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciência da Computação/Informática, Engenharia, Física, Geografia, Geologia ou Química. Após concluir uma dessas graduações, o estudante deve realizar uma pós-graduação em Perícia Criminal.

Também é possível cursar uma graduação tecnológica em Investigação Forense e Perícia Criminal, com duração média de dois a três anos, em busca de crescimento na carreira e aprofundamento no assunto, porém, essa formação por si só não costuma ser suficiente a nível de concurso público na área. 

No vídeo abaixo, a perita criminal Gigi Barreto revela qual é a graduação mais contemplada nos editais públicos. Confira:

Ao longo da pós-graduação, serão estudadas disciplinas de Direito Penal, Teorias de Investigação e Perícia, Criminologia, Medicina Legal, Toxicologia e Química Forense. 

Isso tudo para o estudante aprender a elaborar e analisar laudos, frequentar laboratórios forenses, além de fazer simulações de atendimento a cenas de crime, entre outras funções do cargo.

Onde estudar para ser perito criminal?

Como citado anteriormente, os cursos mais exigidos para profissionais que querem atuar nessa área são os de Farmácia/Bioquímica, Medicina, Biomedicina, Enfermagem, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciência da Computação/Informática, Engenharia, Física, Geografia, Geologia ou Química. 

Encontrar instituições que ofereçam essas graduações não é difícil, porém, é sempre bom verificar se a faculdade é reconhecida e autorizada pelo MEC (Ministério da Educação), pois só assim poderá emitir diplomas válidos.

As instituições de ensino a seguir são reconhecidas pelo MEC e oferecem os cursos acima, com mensalidades baixas, programas de bolsas e financiamentos próprios.

Também oferecem cursos na modalidade EAD (ensino a distância), então, se você quer economizar não só com a mensalidade, mas também com transporte e alimentação, estas podem ser boas opções! Além disso, se você tem uma rotina corrida e não tem tempo hábil para se deslocar entre trabalho e faculdade, um curso remoto pode ser interessante. Confira algumas possibilidades:

E aí, já deu para ter noção se a profissão de perito criminal é uma boa para você? Conte aqui nos comentários as suas percepções sobre essa profissão tão instigante, que inspira até séries e filmes de ação e suspense!

É perigoso ser perito criminal?

A profissão de perito criminal pode, sim, ser considerada de alto risco. Afinal, é necessário estar exposto a situações impactantes e até mesmo a substâncias nocivas à saúde. Mas, assim como em outras profissões que oferecem riscos para a integridade física do profissional, é altamente recomendado que você use os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), como luvas, jalecos, óculos de proteção, entre outros.

Ademais, esse tipo de profissão pode oferecer outros tipos de ameaça, uma vez que quem está envolvido na solução de crimes e/ou na busca por pessoas foragidas sempre pode enfrentar algum perigo.

Portanto, a maior parte das pessoas habilitadas a serem peritas criminais precisa andar armada. Não precisa se assustar – mas é bastante importante ter noção a respeito desse lado da profissão.

+ Veja mais!
Tudo sobre o curso de Medicina
Veja tudo que você precisa saber sobre o curso de Farmácia 

Já escolheu a sua graduação? Conte para a gente aqui nos comentários!

Encontre o curso que te ajudará a ir além!
Encontre o curso que te ajudará a ir além!

Estude nas melhores sem sair de casa

As melhores faculdades com ofertas super especiais para você começar a estudar sem sair de casa.