Qual o valor da Enfermagem na Estácio?

Entre tantas formações para se tornar um profissional de saúde, a Enfermagem é uma das mais escolhidas pelos brasileiros. E essa popularidade não é em vão: cuidar e zelar pelo próximo é uma das habilidades mais preciosas da humanidade. 

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Por ser uma profissão que lida diretamente com a saúde do ser humano, é imprescindível que você escolha uma ótima faculdade se você deseja ser um enfermeiro de qualidade! Essa etapa irá influenciar diretamente no seu ingresso no mercado de trabalho – que está crescendo e sempre haverá demanda. Você conhece o curso de Enfermagem da Estácio? Explicamos tudo o que você precisa saber:

O que um enfermeiro faz?

A enfermagem, antes de tudo, é uma ciência. Ou seja, a partir das técnicas e conhecimentos aprendidos, você terá como função tratar e manejar doenças e enfermidades sempre com um olhar humanizado. O seu objetivo é zelar pelo bem estar dos pacientes por meio de diversas atividades de assistência. 

Em resumo, o profissional de Enfermagem irá realizar – em hospitais, clínicas e centros de saúde – atividades como auxiliar a realização de exames, acompanhar o estado de saúde dos pacientes, administrar medicamentos, atualizar prontuários, realizar triagens, primeiros socorros etc. 

Quem pode ser profissional de enfermagem?

Essa profissão pode ser exercida por três tipos de profissionais no Brasil: auxiliar de enfermagem (necessário curso profissionalizante), técnico em enfermagem (necessário curso técnico), e enfermeiro (necessário bacharelado). Mesmo atuando em áreas semelhantes, os profissionais têm funções diferentes. 

Veja também: + Conheça a diferença entre Auxiliar e Técnico de Enfermagem

O curso de Enfermagem na Estácio

Localizado no bairro Santo Amaro, em São Paulo, o curso é ofertado no período noturno ou matutino e de forma presencial. A duração total do curso é de 5 anos e a titulação conferida é a de Bacharel. Essa formação superior é bem avaliada pelos profissionais formados pela Estácio: a média de avaliação do curso é de 4,3 (entre 1 a 5). A pesquisa foi feita por profissionais que já se formaram pela instituição!

Quanto custa estudar Enfermagem na Estácio? 

E por falar em oportunidades, você sabia que é possível garantir um desconto nas mensalidades? Com um empurrãozinho da Quero Bolsa você pode realizar o seu sonho.

Para se ter uma ideia, a mensalidade do curso de Enfermagem no período matutino está em R$ 414,22. Já no período noturno, as parcelas têm o preço de R$ 392,79. 

O curso de Enfermagem é oferecido em vários lugares do Brasil. Conheça outras faculdades que podem estar mais próximas de você: 

Como é o curso de Enfermagem na Estácio?

Durante os primeiros anos, você irá lidar com matérias que dão a base para a atuação em Enfermagem. Da parte biológica, você pode esperar estudar bastante anatomia, bioquímica, fisiologia, genética, microbiologia, farmacologia e outros temas que vão te dar uma compreensão científica sobre o funcionamento do corpo humano. 

Ao mesmo tempo, como dissemos no início do texto, o enfermeiro é um profissional que se preocupa com a humanização e bem estar dos pacientes. Por isso, você também terá uma formação humanística: princípios da Enfermagem, antropologia, história da saúde, filosofia, ética, saúde coletiva e outros assuntos voltados para o lado social e psicológico da saúde.

Nas etapas finais, chegam os tão aguardados estágios: você poderá aprender diretamente dos centros de saúde como hospitais, clínicas, unidades de pronto atendimento, postinhos de saúde etc. Por já ter contato direto com os pacientes, você sempre será supervisionado. A seguir, listamos algumas das disciplinas que você irá realizar durante o curso de Enfermagem da Estácio. 

  • Anatomia dos Sistemas Orgânicos
  • Bases de Biologia Celular e Genética
  • Histologia e Embriologia
  • Relacionamento e Comunicação em Enfermagem
  • Fundamentos de Bioquímica
  • História da Enfermagem
  • Microbiologia e Imunologia
  • Parasitologia
  • Políticas e Estratégias em Saúde
  • Fisiologia Humana
  • Fundamentos da Epidemiologia e Estatística
  • Fundamentos do Cuidar em Enfermagem
  • Patologia
  • Sistematização do Cuidar em Enfermagem
  • Assistência de Enf. Saúde Coletiva e da Família
  • Farmacologia Básica
  • Farmacologia e Administração de Medicamentos
  • Saúde Mental e Atenção Psicossocial
  • Semiologia e Semiotécnica em Enfermagem
  • Ética, Legislação e Exercício Profissional
  • Saúde, Gênero e Sexualidade

Confira: 30 faculdades de Enfermagem com menor nota de corte no Sisu

Em quais áreas o enfermeiro pode trabalhar?

Gestão

Na área administrativa, você pode atuar como enfermeiro-chefe a coordenar as equipes de Enfermagem e fiscalizar a execução dos serviços: controle da presença da equipe, passagem de plantão, escalação da equipe, desempenho dos funcionários, redação de relatórios, planejamento de reuniões, controle de infecções etc.

Cirurgia

Os procedimentos cirúrgicos também necessitam de profissionais de Enfermagem. Nessa área, você poderá trabalhar com o preparo do paciente para a cirurgia, adequar o local em que o procedimento será realizado e cuidados pré e pós-operatórios. 

Antes de uma cirurgia, o enfermeiro é responsável pela coleta de exames, monitoramento da dieta do paciente e aplicação da medicação. Durante, o profissional auxilia o cirurgião por meio da esterilização e testagem dos equipamentos. Após a cirurgia, o enfermeiro acompanha a recuperação e os sinais vitais de cada paciente e avalia o progresso dos curativos.

Emergência

Você sabia que o enfermeiro também pode trabalhar em unidades de pronto-atendimento e de emergência? Nessa função, o profissional é responsável pode remediar situações sob pressão, pelo cuidado de pacientes que sofreram acidentes, crises agudas e outras queixas que necessitam de intervenção imediata. 

Por isso, é necessário desenvolver habilidades de raciocínio lógico e agilidade uma vez que a rotina é bastante intensa e exigente. No geral, o enfermeiro que atua nos serviços de emergência pode realizar a triagem (classificação de riscos) e definir a ordem de atendimentos. 

Resgate

Enfermeiros também trabalham fora do ambiente hospitalar! Esse profissional é bastante requisitado para serviços de resgates de pacientes em situações de riscos, ou seja, deslocam-se ao local das ocorrências para monitorar as condições de saúde dos pacientes, imobilizar, identificar situações de risco, providenciar curativos e outras atividades.  

Obstetrícia

O Brasil é um país em constante crescimento. O número de partos realizados diariamente é grande, por isso, o enfermeiro especialista em obstetrícia é um profissional que irá encontrar bastante demanda no mercado de trabalho: o profissional será responsável por ajudar e acompanhar o pré-natal das gestantes e oferecer todo tipo de apoio na recuperação do pós-parto, inclusive para a amamentação. 

Home care

O profissional que escolhe trabalhar com o acompanhamento domiciliar também irá encontrar diversas oportunidades para a carreira. Muitos pacientes vivem em casa, mas com a necessidade de acompanhamento integral. Também nomeado home care, esse tipo de atendimento personalizado tem gerado muitos empregos, especialmente após a pandemia de Covid-19. E o trabalho não é apenas com o paciente: conversar e orientar a família sobre os cuidados necessários também é essencial. 

Quanto ganha um enfermeiro?

As informações sobre salário variam de acordo com cada região/estado. Isso acontece por conta das variações dos pisos salariais dos sindicatos. Por isso, é importante dar uma olhada no piso salarial de sua região.

Mesmo assim, o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) estipula que a média de salários dos profissionais é de R$3.385,74. O Cofen é responsável por fiscalizar e regulamentar o exercício da profissão no Brasil. Você irá ouvir falar muito sobre essa instituição caso opte por seguir carreira na área. A instituição também fez uma média dos ganhos salariais de acordo com a área de atuação. Confira: 

  • Coordenador de Enfermagem: R$ 4.082;
  • Enfermeiro Chefe: R$ 3.140;
  • Enfermeiro de UTI: R$ 3.381;
  • Enfermeiro do Trabalho: R$ 3.207;
  • Enfermeiro Nefrologista: R$ 4.144;
  • Enfermeiro Obstetra: R$ 3.718;
  • Gerente de Enfermagem: R$ 7.662;
  • Professor de Enfermagem: R$ 2.293.

Além disso, o Cofen também estabelece uma tabela de valores que os profissionais mais independentes podem seguir.

  • Atividades administrativas: R$ 271 a hora;
  • Atividades didáticas: R$ 274 a hora;
  • Parto simples: R$ 327 por procedimento por hora;
  • Realização de curativo de alta complexidade: R$ 135;
  • Nebulização simples: R$ 57;
  • Punção arterial: R$ 135;
  • Preparo de material para esterilização: R$ 75 a hora.

Saiba mais: +  Descubra quanto ganha um enfermeiro na sua região

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin