dcsimg

Descubra como entrar na FMU usando o FIES

Quer estudar na FMU mas as mensalidades não cabem no seu bolso? Veja como usar o FIES para conseguir seu diploma universitário!

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do governo federal que ajuda a pagar as mensalidades de faculdades privadas. Com o FIES, o estudante só começa a quitar a dívida depois de formado, em muitas parcelas e com juros abaixo do mercado.

O programa é voltado para pessoas de baixa renda. Para concorrer ao benefício é necessário ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e se enquadrar na pontuação exigida. Vamos explicar tudo direitinho aqui para você!

A FMU oferece vagas no FIES em diversos cursos, de todas as áreas do conhecimento. Cursar a FMU com a ajuda do FIES pode ser a chance que você estava esperando para turbinar sua vida acadêmica e profissional!

Confira agora quem pode pedir o benefício, como se inscrever e como funcionam as notas de corte. De quebra, conheça também outras formas de descontos para estudar na FMU!

Quem pode entrar na FMU usando o FIES?

Primeiro, você tem que ter feito alguma edição do Enem de 2010 para cá. É necessário ter obtido desempenho de pelo menos 450 pontos na média geral das provas, sem ter zerado a redação.

Outro ponto fundamental: como o objetivo do FIES é facilitar o acesso ao ensino superior aos estudantes desfavorecidos financeiramente, o candidato tem que comprovar que atende ao requisito de renda familiar.

O teto de renda familiar bruta mensal pode ser de até três salários mínimos por pessoa para alguns casos e de até cinco salários mínimos por pessoa para outros. Isso vai depender do tipo de contrato.

Como me inscrevo no FIES?

As inscrições são gratuitas e feitas exclusivamente pela internet, no site oficial do FIES Seleção.  No período determinado pelo MEC, você terá que se cadastrar informando CPF, data de nascimento e e-mail.

O sistema enviará um link para seu e-mail. A partir desse link, você seleciona a edição do Enem que quer utilizar e preenche um formulário com dados pessoais. Em seguida, terá que informar também alguns dados dos integrantes de sua unidade familiar (os familiares que moram na mesma casa que você), incluindo informações sobre renda mensal.

Então, chega o momento de buscar os cursos da FMU disponíveis para o financiamento. Você poderá escolher a graduação, a unidade em que deseja estudar e o turno de estudos (manhã, tarde ou noite).

A inscrição é relativamente simples. Mas o processo não acaba por aí. Você terá que ficar atento à nota de corte do curso que você escolheu. Explicamos melhor a seguir.

Como funcionam as notas de corte do FIES?

A nota de corte do FIES corresponde à nota do último classificado para determinada combinação de curso, unidade, turno e faculdade.

Essa nota está sujeita ao número de vagas oferecidas, à quantidade de inscritos para aquelas vagas e às suas respectivas notas do Enem. Portanto, conforme as inscrições avançam, as notas de corte vão mudando.

Enquanto durarem as inscrições, o site do FIES divulga a classificação parcial. Se você ficar de olho nessa informação, poderá aumentar bastante as suas chances de passar.

Por exemplo: você quer pedir o FIES para estudar Pedagogia na FMU, em determinada unidade e turno. A faculdade oferece 10 vagas. Se a nota de corte parcial for 500, isso significa que será necessário ter mais do que 500 pontos para ultrapassar o último colocado e continuar no páreo.

No processo seletivo do FIES, você poderá mudar de opção de curso quantas vezes quiser, enquanto as inscrições estiverem rolando. Para a seleção final, o sistema vai considerar sempre a última opção que foi gravada.

Quais são as notas de corte do FIES para a FMU?

Na FMU é possível conseguir vaga do FIES com uma pontuação entre 460 e 670.

Para visualizar melhor o que estamos falando, veja quais foram algumas notas de corte da FMU em edições recentes do FIES:

  • Turismo (unidade Liberdade, matutino): 461
  • Nutrição (unidade Liberdade, noturno): 486
  • Gestão Ambiental (unidade Liberdade, matutino): 497
  • Recursos Humanos (unidade Morumbi, noturno): 506
  • Ciências Contábeis (unidade Morumbi, matutino): 521
  • Enfermagem (unidade Ibirapuera, vespertino): 522
  • Artes Visuais (unidade Liberdade, noturno): 530
  • Administração (unidade Morumbi, matutino): 543
  • Educação Física (unidade Liberdade, matutino): 554
  • Psicologia (unidade Ibirapuera, vespertino): 564
  • Pedagogia (unidade Itaim, noturno): 572
  • Engenharia Mecânica (unidade Liberdade, matutino): 588
  • Engenharia de Produção (unidade Liberdade, matutino): 600
  • Medicina Veterinária (unidade Ibirapuera, matutino): 620

As notas de corte podem mudar de acordo com o semestre, mas historicamente têm se mantido mais ou menos parecidas.

O fato é que com 600 pontos no Enem é possível conseguir o FIES para quase todos os cursos da FMU!

Posso pedir FIES para os cursos a distância da FMU?

Não. Pelo menos por enquanto, FIES é concedido somente para cursos presenciais. Mas a FMU conta com muitas outras formas de bolsas de estudo, descontos e financiamentos, que você vai conhecer agora.

Outras formas de estudar na FMU pagando menos

As oportunidades que apresentamos a seguir são boas alternativas para quem quer fazer uma graduação a distância na FMU  pagando menos. Mas todas elas funcionam também para os cursos presenciais. Veja quais são:

  • Programa Move Mais: é uma iniciativa da FMU que distribui bolsas de estudos integrais de acordo com o perfil socioeconômico do estudante e seu desempenho no vestibular.
  • PraValer: é o maior programa de crédito universitário privado do Brasil. Financia 100% das mensalidades. O aluno começa a pagar as parcelas enquanto estuda e só termina de quitar a dívida depois de formado.
  • Financiamento Privado: essa é outra forma de financiamento. Pode ser contratado em qualquer época do ano e os prazos e condições podem ser negociados de acordo com o seu caso.
  • Crédito do Bem: esse é um programa de crédito voltado àqueles que já têm carteira assinada. Também pode ser contratado por funcionários públicos, aposentados e pensionistas do INSS.
  • ProUni: o Programa Universidade Para Todos, do governo federal, é um dos mais abrangentes do país e distribui bolsas de estudos parciais e integrais para cursos universitários. Exige boa pontuação no Enem e comprovação de baixa renda familiar.
  • Convênios e Parcerias: a FMU concede descontos nas mensalidades dos profissionais (e seus dependentes) que trabalham em alguma das empresas conveniadas com a faculdade.
  • Familiares de Alunos: também há descontos na FMU para pessoas da mesma família (pais, filhos, irmãos e cônjuges) que estudam na instituição

Para mais detalhes sobre todos esses programas, consulte diretamente a FMU ou acesse o site.

Veja também:

Documentos para o FIES

Vai tentar o FIES para a FMU? Já sabe para qual curso? Comente tudo aqui com a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin