Não consigo pagar a faculdade. O que fazer?

Pode ficar tranquilo: existem diversas alternativas para garantir seu curso superior. Conheça alternativas para quem não está conseguindo pagar a faculdade!

Imprevistos acontecem, e todo mundo está sujeito a eles.

Às vezes é um emprego perdido, um gasto inesperado, um problema de saúde, enfim, mil variáveis que pode fazer com que a gente não consiga mais pagar a faculdade.

Por sorte, alguns programas estão aí para dar aquela mão amiga quando a gente mais precisa.

A seguir, veja o que fazer caso você não consiga mais pagar a faculdade!

O que fazer quando a gente não consegue pagar a faculdade?

Quando se trata de investir na formação de nível superior, desistir é uma palavra que deveria ser riscada do dicionário.

Por isso, se você não consegue mais pagar a faculdade, pare para pensar, respire, e busque alternativas que possam garantir seus estudos mesmo quando o cenário não é dos melhores.

Existem algumas formas de fazer isso, seja com a ajuda de programas federais ou de iniciativas privadas.

A gente mostra abaixo uma série de alternativas para quem não consegue mais pagar a faculdade:

1. Tente uma vaga no ensino público

A gente sabe que é difícil, que a concorrência é altíssima, mas por que não tentar uma vaga em universidade pública?

O Sisu, por exemplo, é o programa que todos os anos distribui quase 300 mil vagas em cursos superiores em instituições públicas por todo o país.

Para tentar a sua é basta ter feito o Enem mais recente e obtido nota acima de zero na redação.

Cada edição do Enem permite participar de até duas seleções por ano, sempre no início de cada semestre.

Algumas vagas não exigem notas tão altas, o que amplia ainda mais suas chances.

Portanto, não se deixe abater pela concorrência! Você pode, sim, estudar numa universidade pública!

2. Tente uma bolsa de estudos

Com o Enem também dá para tentar uma bolsa de estudos, integral ou parcial, para fazer seu curso superior.

O programa que permite tudo isso é o ProUni. Por ano são distribuídas quase 300 mil bolsas em cursos presenciais e a distância em todas as áreas.

São duas edições, no primeiro e no segundo semestre.

As bolsas são direcionadas a estudantes que têm renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa, fizeram o ensino médio em escola da rede pública e se deram bem no Enem mais recente.

A pontuação exigida para entrar na disputa é de pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter tirado zero na redação.

Além do ProUni, existem diversas outras maneiras de conseguir bolsa. Dá, por exemplo, para recorrer a sites especializados ou participar de programas de incentivo ao ensino superior disponíveis nas secretarias estaduais e municipais de educação.

Muitas faculdades também têm seus próprios programas de bolsas – alguns dos quais oferecem a possibilidade de estudar de graça em caso de bom desempenho no vestibular ou no Enem. Confira todas as possibilidades no local onde você estuda ou quer estudar.

3. Tente financiar os estudos

Se não rolar vaga na universidade pública ou bolsa de estudos, uma boa saída talvez seja financiar o curso superior.

Existem diversas maneiras de obter um crédito estudantil, mas certamente o FIES é a mais interessante.

Com ele é possível financiar integral ou parcialmente os estudos. Como vantagem o governo federal oferece juros baixos (ou zero, em alguns casos) e a possibilidade de pagar a dívida em vários anos – e só depois da formatura, quando você provavelmente estará bem posicionado no mercado de trabalho.

Para isso, no entanto, é preciso encarar um processo seletivo.

Embora seja menos concorrido que ProUni ou Sisu, ainda assim o candidato precisa de uma boa nota no Enem – pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação. Aqui é possível usar o desempenho de qualquer edição do exame a partir de 2010.

O FIES também tem duas seleções anuais.

As outras formas de financiar cursos, que também podem ser interessantes, são geralmente oferecidas pelas próprias faculdades ou instituições parceiras. A oferta varia bastante de acordo com a instituição. Entre em contato para conhecer as opções disponíveis.

Como escolher a faculdade certa e conseguir concluir seu curso superior sem sufoco!

O investimento feito em um curso superior rende frutos por toda a vida. Uma escolha certa pode garantir um futuro profissional muito mais promissor.

Por isso é tão importante buscar a faculdade certa para você, a que tenha o curso que você quer, na modalidade adequada e, claro, ofereça qualidade de ensino e boa aceitação junto ao mercado.

Nossa dica é: certifique-se sempre de que a faculdade escolhida é reconhecida pelo MEC e recebeu uma boa avaliação geral. Só assim você vai terminar seu curso com um diploma competitivo em mãos.

Abaixo, a gente escolheu algumas instituições que participam do ProUni, do FIES e, além de tudo, oferecem bolsas e financiamentos alternativos para você estudar em se preocupar com as mensalidades.

Clique e conheça:

Veja também:

Descubra como funcionam as cotas do ProUni

Está pensando em recorrer a alguns dos programas que falamos aqui? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin