Descubra o que é Gestão Hospitalar e sua importância

Pensando em ingressar na carreira de Gestão Hospitalar? Neste artigo, você conhece mais sobre essa área e sua importância, confira!

O que é Gestão Hospitalar?

A gestão é a área responsável pela administração dos recursos humanos, materiais e financeiros de uma instituição. Dentro de uma unidade hospitalar, é o gestor hospitalar quem acompanha o dia a dia de cada setor, sabe como eles se relacionam entre si e tem a visão do todo. Por meio de uma boa gestão, pode-se tomar decisões certeiras e melhorar processos e serviços.

Qual é a importância da Gestão Hospitalar?

A gestão é necessária em qualquer tipo de instituição, principalmente na área da saúde, que é responsável pela vida de milhares de pessoas. Sendo assim, além de médicos e enfermeiros, o mercado também necessita de profissionais preparados para coordenar os recursos materiais e humanos das instituições voltadas ao cuidado com a saúde.

O que faz um gestor hospitalar?

O gestor hospitalar é o profissional responsável pela administração, gerenciamento e organização de hospitais, clínicas, prontos-socorros, laboratórios, postos de saúde, spas, casas de repouso, entre outros estabelecimentos da área da saúde.

Ele ainda pode atuar em consultorias na área de saúde, serviços de apoio e logística hospitalar, operadoras de serviços de saúde, cooperativas de saúde e empresas que comercializam insumos médico-hospitalares.

De acordo com a Classificação Brasileira de Ocupações, entre as atribuições do gestor hospitalar, estão:

  • Planejar, coordenar e avaliar ações de saúde;
  • Definir estratégias para unidades e/ou programas de saúde;
  • Realizar atendimento biopsicossocial;
  • Administrar recursos financeiros;
  • Gerenciam recursos humanos;
  • Coordenar interfaces com entidades sociais e profissionais.

No ambiente hospitalar, esses profissionais devem lidar com diversas áreas, dê uma olhada nas principais frentes de atuação e a função do gestor hospitalar em cada uma delas:

  • Administração e planejamento de negócios: desenvolver estratégias que garantam o bom funcionamento da área administrativa;
  • Comunicação, marketing e atendimento ao consumidor: manter a qualidade da imagem da instituição perante os clientes e outras empresas;
  • Gestão de qualidade: manter o padrão de qualidade da instituição e melhorar continuamente os processos;
  • Conservação e limpeza: cuidar da limpeza do ambiente e da manutenção da infraestrutura e dos equipamentos;
  • Compras e almoxarifado: controlar os materiais e medicamentos em estoque e manter o bom relacionamento com fornecedores;
  • Hotelaria hospitalar: garantir estadia e atendimento de qualidade para pacientes internados;
  • Departamento financeiro: se informar sobre a situação financeira da instituição e garantir o bom andamento dos negócios;
  • Recursos humanos: garantir o comprometimento da equipe e o bom atendimento ao público.

Quanto ganha um gestor hospitalar?

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), consultado pelo site Salario.com.br, um tecnólogo em Gestão Hospitalar no Brasil ganha em média R$ 4.360,19 .

A faixa salarial desse profissional varia de R$ 3.500,00 (salário mediana da pesquisa), R$ 3.979,50 (média do piso salarial) e R$ 8.870,72 (teto salarial), considerando os profissionais com carteira assinada em regime CLT de todo o Brasil.

Como é o curso de Gestão Hospitalar?

O curso superior de Gestão Hospitalar é um tecnólogo com duração média de 3 anos (2400 horas). Essa graduação habilita profissionais a gerenciar processos de trabalho, sistemas de informação, recursos humanos, recursos materiais e financeiros na área da saúde.

A grade curricular do curso mescla conhecimentos da área da saúde com a área de administração. Confira algumas disciplinas de Gestão Hospitalar:

  • Biossegurança;
  • Contabilidade Geral e de Custos;
  • Estrutura e Arquitetura Hospitalar;
  • Estrutura e Funcionamento do Sistema de Saúde Pública e Privada;
  • Fundamentos de Administração na Área de Saúde;
  • Gerenciamento de Pessoas;
  • Gestão de Marketing;
  • Gestão de Plano de Saúde e Auditoria Hospitalar;
  • Higiene, Segurança e Qualidade de Vida no Trabalho;
  • Legislação Hospitalar;
  • Matemática Financeira;
  • Planejamento de Negócios da Saúde;
  • Planejamento Estratégico em Saúde;
  • Planejamento Financeiro e Orçamento;
  • Políticas de Humanização e Atendimento Hospitalar;
  • Saúde Pública.

Algumas instituições exigem a apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e o cumprimento de horas de estágio supervisionado para a formação.

Onde estudar Gestão Hospitalar?

Gostou de conhecer mais sobre o curso Gestão Hospitalar? Saiba que, além de escolher o curso que mais combina com você, também é necessário pesquisar mais sobre a instituição de ensino que se deseja ingressar e consultar suas avaliações no Ministério da Educação (MEC).

Algumas faculdades particulares dão ótimos descontos em suas mensalidades e ingresso sem burocracia, com ou sem a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Se interessou? Então, dê uma olhada em algumas dessas instituições bem reconhecidas pelo MEC para você estudar Gestão Hospitalar pagando menos, no ensino presencial ou a distância:

Leia também: Administração Hospitalar: profissão e mercado

Você já sabe onde cursar Gestão Hospitalar? Compartilha com a gente nos comentários abaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin