dcsimg

Já passou o prazo e perdeu o FIES? Saiba o que fazer agora!

Se você perdeu o FIES, não se preocupe. Vamos te ajudar com outras alternativas de bolsas e financiamento!

Muita gente precisa recorrer ao Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) para pagar a faculdade.

O programa, organizado pelo governo federal, oferece crédito universitário a juros baixos e prazo longo para pagar a dívida.

Acontece que o FIES é bem concorrido e a seleção para novos contratos acontece apenas duas vezes ao ano.

Se você perdeu o bonde por algum motivo, fique aqui com a gente.

Vamos mostrar que dá para conseguir financiamento e até estudar sem pagar nada em boas faculdades particulares sem precisar do FIES.

Confira a seguir!

Perdi o prazo do FIES. E agora?

O FIES acontece no começo e na metade do ano.

Quem quiser concorrer ao benefício precisa ficar de olho no calendário. Além de ter um prazo de inscrições curto (são apenas poucos dias), os candidatos pré-selecionados terão uma série de procedimentos a cumprir – todos eles com datas-limite bem rígidas.

Aqui, vamos falar de algumas alternativas para quem perdeu o prazo do FIES:

1.    Esperar até o próximo semestre e tentar o FIES novamente

Essa é para quem não tem pressa de entrar na faculdade. Como o FIES acontece todo semestre e aceita as notas do Enem de qualquer edição a partir de 2010, se você cumprir os requisitos pode se candidatar várias vezes, todo semestre, até passar!

Desta vez, preste atenção ao padrão de abertura das inscrições. Elas sempre acontecem depois de sair o resultado de outro programa do governo federal, o ProUni.

Aliás, essa pode ser uma boa alternativa: tentar o ProUni no semestre seguinte. Saiba mais agora.

2.    Esperar até o próximo semestre e tentar o ProUni

O Programa Universidade para Todos oferece bolsas de estudos integrais e parciais em cursos presenciais e a distância de boas faculdades por todo o país.

Com ele, você pode estudar sem pagar nada ou pagando apenas a metade da mensalidade. E o melhor de tudo: não fica com nenhuma dívida para pagar depois.

Os requisitos de participação são um pouco mais rígidos do que os do FIES. É preciso ter feito o Enem mais recente, sem ter zerado a redação, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas. Não pode ter diploma de nível superior e é obrigatório se enquadrar nos critérios socioeconômicos.

O ProUni também acontece duas vezes ao ano.

3.    Tentar bolsas, descontos e financiamentos da própria faculdade

Se você tentou o ProUni e não rolou, saiba que praticamente toda faculdade particular conta com algum programa de incentivo ou ajuda financeira aos novos alunos.

As opções variam bastante, podendo incluir:

  • Bolsas parciais e integrais para quem teve boas notas no Enem
  • Bolsas para os primeiros colocados no vestibular
  • Bolsas para estudantes de baixa renda
  • Descontos por pontualidade
  • Promoções
  • Convênios com empresas
  • Parcelamento e financiamento das mensalidades sem burocracia

Um cuidado que você deve ter é escolher somente faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC). O motivo é simples: garantir o retorno para seu investimento, pois o diploma só vale se a instituição tiver o reconhecimento do MEC.

4.    Comece sua busca por estas faculdades

Fizemos uma seleção com instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC, que oferecem cursos variados e têm uma série de benefícios à disposição: desde programas governamentais, como FIES e ProUni, até iniciativas próprias de bolsas, descontos e financiamento das mensalidades.

Confira:

Veja também:

Descubra que nota você precisa tirar no Enem para conseguir o ProUni

O que achou das alternativas para quem perdeu o prazo do FIES? Vai tentar alguma delas? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin