dcsimg

Descubra como funciona o PraValer e veja onde estudar

Se você está buscando um programa que financie as mensalidades do seu curso superior, o PraValer pode ser uma boa opção. Confira aqui como funciona!

O PraValer é o maior financiamento estudantil privado do Brasil. Já beneficiou mais de 130 mil alunos, que por meio desse programa conseguiram realizar seu sonho do diploma universitário.

Mais de 500 instituições de ensino superior em todo o país participam do PraValer. Com ele, você vai quitando as mensalidades de forma parcelada e tem mais tempo para pagar.

O programa está disponível para cursos de todas as áreas do conhecimento, presenciais e a distância. A contratação é simples, os procedimentos podem ser feitos online e nem precisa ter conta bancária!

Agora você vai descobrir tudo sobre o PraValer: como funciona, quem pode pedir o benefício, como se inscrever e algumas faculdades participantes!

Como funciona o PraValer?

A contratação acontece semestre a semestre. Quer dizer, não dá para contratar o PraValer de uma só vez para o curso inteiro. Caso seja aprovado para participar do programa durante um semestre, e esteja satisfeito com o resultado, você pode fazer a solicitação novamente para o semestre seguinte, sem ter que apresentar novamente a documentação completa.

O funcionamento é basicamente este: o PraValer paga para a faculdade parceira o valor completo das mensalidades equivalentes a um semestre. A partir desse momento, o compromisso financeiro do estudante passa a ser com o PraValer, e não mais com a instituição de ensino.

É aí que entra a vantagem: o PraValer parcela as mensalidades em mais vezes do que faria a faculdade. Assim, cada pagamento fica mais leve e o prazo para quitar as parcelas se estende por mais tempo.

O valor de um semestre é cobrado pelo PraValer no período de um ano, o que faz com que cada parcela do financiamento seja muito mais barata do que seria a mensalidade normal do curso.

Mesmo que você contrate um novo semestre sem ter terminado de pagar o anterior não há problema, porque as parcelas nunca se acumulam. Você só começa a pagar o semestre seguinte quando tiver quitado o semestre que já passou.

Assim, se você financiar todos os semestres de um curso com duração de quatro anos, por exemplo, ele poderá ser pago em até oito anos.

O programa de crédito universitário PraValer tem certa flexibilidade de negociação, de acordo com o caso específico de cada solicitante. Para saber mais detalhes e tirar dúvidas, há telefones que atendem de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h30 e, aos sábados, das 9h às 15h:

  • 0800 880 2159 (capitais e regiões metropolitanas)
  • 0800 888 0051 (demais regiões)

Quem pode pedir o PraValer?

Primeiro, você tem que estar matriculado em uma faculdade. Estudantes menores de 18 anos deverão indicar um responsável maior de idade para assinar o contrato. Essa pessoa também poderá ser o “garantidor” do estudante.

A figura do garantidor funciona como um fiador e é obrigatória para a contratação do PraValer, seja por solicitantes maiores ou menores de 18 anos. No site do programa, recomenda-se que seja alguém próximo ao aluno (pai, mãe, irmão ou outros familiares ou amigos da família).

O garantidor tem que comprovar pelo menos um salário mínimo de renda e não pode, no momento da contratação, estar participando de outro contrato do PraValer.

Em alguns casos, pode ser que um salário mínimo de renda seja insuficiente para a pessoa ser o seu garantidor. Isso porque uma das normas do PraValer estabelece que é necessário demonstrar renda mínima de 2,2 vezes o valor da mensalidade do curso.

Por exemplo, se a mensalidade é de R$ 1.000, a renda comprovada tem que ser de R$ 2.200. A boa notícia é que essa renda comprovada pode ser a soma das rendas do garantidor e do aluno solicitante, caso ele esteja em algum trabalho formal ou tenha outros rendimentos comprováveis.

Nem você nem seu garantidor poderão ter restrições de crédito em órgãos com o SPC e o Serasa, nem nenhuma irregularidade no CPF. Estar com o nome sujo impede a contratação do PraValer.

Como fazer a inscrição no PraValer?

O primeiro passo é se cadastrar no site do programa – normalmente, as faculdades parceiras colocam um link em suas páginas. Uma vez no site do PraValer, se você quiser, é possível fazer uma simulação do financiamento, com valores reais.

A partir dos dados informados no cadastro, o pessoal do PraValer vai avaliar seu perfil, para decidir se você será ou não será pré-aprovado (se não for aprovado, poderá tentar novamente o crédito depois de 30 dias).

Em caso positivo, a sua faculdade terá que confirmar seus dados acadêmicos e, estando tudo certo, chega a hora de enviar os documentos para a elaboração do seu contrato semestral de financiamento. Daí, basta ler as cláusulas, assinar e começar e usufruir do benefício.

A documentação básica solicitada a você e a seu garantidor (e também ao cônjuge do garantidor, em caso de ser casado) é o RG, o CPF, os comprovantes de renda e de residência.

Você pode levar original e cópia desses documentos diretamente à faculdade ou então enviá-los de forma eletrônica. Já o contrato assinado deve ser obrigatoriamente levado em mãos à instituição de ensino.

Que faculdades participam do PraValer?

O número impressiona e mostra o alcance desse programa em todo o Brasil: são mais de 500 faculdades parceiras!

É possível verificar se a sua instituição é participante consultando o site do PraValer, onde dá também para fazer a busca por cursos.

Confira abaixo uma pequena amostra de algumas importantes faculdades brasileiras reconhecidas e bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC) e que participam do PraValer:

Veja também:

As 10 faculdades mais baratas

O que achou do PraValer? Será que você tem perfil para conseguir o financiamento? Vai tentar? Compartilhe suas opiniões aqui com a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin