dcsimg

Descubra qual faculdade escolher!

Parece simples, mas encontrar a melhor faculdade para você exige uma bela pesquisa. Veja como fazer isso!

Escolher uma faculdade é coisa séria, e deve ser feito com muito cuidado e carinho — afinal, você vai passar alguns bons anos da sua vida atrelado a ela.

Se a gente levar em conta o atual mercado de formação superior do Brasil, onde há mais de 2,4 mil faculdades atualmente, a escolha se torna ainda mais complexa: como entrar na instituição certa em meio a tantas e tantas opções?

Como a gente está aqui para ajudar, vamos sanar as suas dúvidas. A seguir, descubra qual faculdade escolher, os formatos de curso que elas oferecem e outros detalhes que podem fazer a diferença no seu futuro profissional!

Qual faculdade escolher: pública ou particular?

Existem centenas de prós e contras de estudar em universidades públicas ou em particulares.

É certo que algumas públicas são nacionalmente reconhecidas pelo ensino de qualidade e têm o imenso diferencial de serem gratuitas.

Mas é fato que também muitas faculdades particulares podem ter um nível de ensino similar e, por vezes, superior.

Uma boa escolha depende sobretudo de muita pesquisa.

Você deve levar em conta fatores como: proximidade de sua casa ou trabalho, os cursos disponíveis, os processos seletivos e, sobretudo, a qualidade do curso.

Tudo isso é muito importante porque o mercado de trabalho dá sempre preferência para profissionais formados em boas faculdades.

Um ponto negativo das universidades públicas em relação às particulares talvez seja a dificuldade de acesso. As quantidades são limitadas e superconcorridas. Para você ter ideia, a concorrência média é de cerca 26 candidatos por vaga em todo o Brasil – com cursos que podem ter o triplo disso.

Todos os anos, as universidades públicas oferecem cerca de 650 mil vagas pelo país.

Entre as particulares, além da oferta ser infinitamente maior (são mais de 7,2 milhões de vagas todos os anos), elas estão presentes aos montes pela cidades brasileiras — seja por meio de unidade ou polos de apoio.

Qual faculdade escolher: processos seletivos

Existem várias formas de entrar em uma faculdade no Brasil.

Nas públicas, onde a concorrência é maior, dá para tentar vaga pelo Sisu (entre as instituições participantes) ou pelo vestibular tradicional.

Nas particulares, pra variar, a oferta também é maior.

Além dos vestibulares próprios e do acesso facilitado com a nota do Enem, há dois grandes programas do governo federal que concedem vagas ou financiamento em faculdades particulares: o ProUni e o FIES.

O ProUni por exemplo, distribui bolsas de estudos integrais e parciais aos alunos que se deram bem no Enem mais recente e buscam uma forma de fazer um curso superior numa instituição particular de qualidade. São mais de 240 mil vagas todos os anos. A participação é gratuita e exige que o candidato se enquadre em determinado perfil socioeconômico.

O FIES – um programa de crédito estudantil – permite financiar um curso superior de forma facilitada, pagando as parcelas referente as mensalidades só depois da formatura com prazo longo e juros abaixo dos cobrados pelo mercado. Para disputar uma vaga é preciso cumprir requisitos de renda familiar e desempenho no Enem.

Qual faculdade escolher: a distância ou presencial?

Outra dúvida que tira o sono de muitos estudantes no Brasil: fazer um curso presencial ou a distância?

Hoje, as faculdades presenciais são dominantes no país, com mais de 6 milhões de matriculados.

Mas os cursos EAD estão ganhando espaço rapidamente. Já temos mais de 1,7 milhão de matriculados desta modalidade — que já é a que mais cresce no Brasil.

Entre as vantagens de estudar a distância, podemos destacar a economia (normalmente as mensalidades são bem mais em conta que as presenciais) e a flexibilidade que o formato permite: estudar de casa, no seu próprio tempo, conciliando, muitas vezes, os estudos com o trabalho ou a lida doméstica. Sem falar na modernidade que é poder utilizar recursos multimídia e uma plataforma tão poderosa como a internet para obter uma formação de nível superior.

Caso você não saiba, o diploma emitido por uma faculdade a distância vale tanto quanto o presencial. Mas para isso é preciso se certificar de que a instituição em questão é reconhecida formalmente pelo Ministério da Educação (MEC) e tem autorização para oferecer cursos a distância.

Veja mais sobre este assunto no próximo tópico.

Reconhecimento e avaliação do MEC realmente importam?

Hoje, com a explosão dos cursos a distância, muitas vezes a gente encontra aquela oferta tentadora, um curso em uma instituição internacional com diploma “válido” no Brasil e custos baixos.

Tome muito cuidado.

No Brasil, todos os profissionais de nível superior devem apresentar diploma emitido por uma instituição reconhecida pelo Ministério da Educação. Em muitos casos, as pessoas que estudaram em faculdades do exterior precisam revalidar o diploma por aqui — num processo longo e complicado que pode, final das contas, terminar sem solução.

Por isso, analise bem os riscos antes de embarcar uma proposta dessas. Como diz o ditado: “quando a esmola é demais, o santo desconfia”.

Outro detalhe importante a ser observado: a avaliação do curso junto ao MEC. Um curso bem avaliado, com notas que variam de 3 a 5 pontos nos critérios do governo, geralmente é mais respeitada no mercado de trabalho. Isso, como a gente sabe, aumenta a chance de o profissional conseguir emprego com mais facilidade. São detalhes burocráticos que podem fazer a diferença na sua carreira mais adiante. Portanto, fique sempre atento!

Qual faculdade escolher: algumas instituições para ter no radar

No Brasil, temos atualmente 296 instituições públicas de ensino superior e mais de 2,1 mil particulares.

Quanto às públicas, provavelmente você já deve conhecer a maioria presente aí na sua região. Já entre as particulares, universo a ser desbravado é muito maior.

A escolha certa passa por observar se a instituição oferece o curso que você realmente quer fazer, na modalidade ideal, com preços que caibam no seu bolso – e, claro, que preencha todas as recomendações apresentadas nos parágrafos acima.

A seguir, conheça algumas faculdades bem interessantes que oferecem cursos em diversos formatos e em todas as áreas do conhecimento:

Veja também:

Curso a distância é reconhecido pelo MEC?

E aí, que tipo de faculdade você vai escolher? Uma pública ou uma particular? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin