Como será a reaplicação do Enem 2020?

Não conseguiu fazer o Enem 2020 na data oficial? Veja tudo sobre a reaplicação do exame!

Como pudemos acompanhar pelas notícias que foram divulgadas nas últimas semanas, a extensão dos problemas enfrentados tanto pelos candidatos, quanto pela organização do Exame Nacional do Ensino Médio de 2020, foi – e continua sendo – muito maior do que a esperada. 

Devido à pandemia causada pela Covid-19, as provas do primeiro dia do Enem 2020 não foram aplicadas em 58 cidades brasileiras. Além disso, houve um enorme número de candidatos ausentes em muitas das cidades em que as provas ocorreram.

Como se não bastasse, foram registrados casos de locais de prova que apresentaram problemas logísticos, como falta de energia elétrica e superlotação de salas. 

Mesmo considerando isso tudo, o índice de abstenções no primeiro dia do exame ainda superou as expectativas: dos 5.523.029 candidatos inscritos nas cidades em que as provas foram aplicadas, 2.842.332 (51,5%) não compareceram aos seus locais de prova no dia 17 de janeiro.

E agora, como fica a reaplicação do Enem 2020? Vamos conferir os detalhes!

Quem pode participar da reaplicação do Enem 2020?

A princípio, o edital previa a reaplicação de provas para os candidatos que estivessem com determinadas doenças infectocontagiosas, como a Covid-19, e também para os participantes que viessem a necessitar algum atendimento especial devido a acidentes ou casos fortuitos após o período de inscrições, e não conseguissem ter suas solicitações atendidas pelo Inep a tempo de conseguir realizar o exame. 

Em ambos os casos, o edital já sinalizava que, para solicitar a reaplicação do Enem 2020, os participantes deveriam comprovar ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), com documentos formais, a doença infectocontagiosa, acidente ou caso fortuito que os impediria de realizar a(s) prova(s) na(s) data(s) regular(es). 

No entanto, devido aos diversos imprevistos ocorridos, o Inep estendeu a possibilidade de reaplicação de provas a todos os candidatos que se sentiram prejudicados por problemas logísticos, além daqueles que se encaixam nos casos previstos no edital.

Como solicitar ao Inep a reaplicação do Enem?

Todos os candidatos que desejarem participar da reaplicação do Enem 2020 deverão preencher um requerimento na Página do Participante entre os dias 25 e 29 de janeiro. O Inep fará a análise de cada caso e, em seguida, disponibilizará o resultado das solicitações nessa mesma página. 

Os participantes que precisarem fazer as provas de reaplicação por motivo de doença infectocontagiosa deverão apresentar um laudo médico que comprove a condição que lhes impediu de comparecer ao local de prova na data regular. Este documento deverá ser anexado em formato PDF, PNG ou JPG e não poderá ultrapassar 2MB. Além disso, é preciso que o laudo contenha os seguintes dados:

  • Nome completo do candidato
  • Diagnóstico com a descrição da condição
  • Código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID)
  • Nome e assinatura do médico responsável pelo diagnóstico, além de seu registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), Ministério da Saúde (RMS), ou outro órgão competente
  • Data do atendimento médico

Vale lembrar que, para a possibilidade de reaplicação, o edital do Enem 2020 considera apenas determinadas doenças infectocontagiosas. Veja quais são elas:

  • Coqueluche
  • Difteria
  • Doença invasiva por Haemophilus influenza
  • Doença meningocócica e outras meningites
  • Varíola
  • Influenza humana A e B
  • Poliomielite por poliovírus selvagem
  • Sarampo
  • Rubéola
  • Varicela
  • Covid-19

Quando serão as provas de reaplicação do Enem 2020?

As provas de reaplicação irão acontecer nos dias 23 e 24 de fevereiro, assim como a edição de 2020 do Enem PPL, destinado a pessoas privadas de liberdade (detentos do sistema prisional e jovens do sistema socioeducativo).

Onde estudar com a nota do Enem 2020?

Apesar de todos os problemas que estão ocorrendo na atual edição, o Enem é, certamente, a prova que mais abre caminhos para o Ensino Superior em todo o Brasil!

São diversas as instituições de Ensino Superior que aceitam o Enem como modalidade de ingresso em cursos presenciais e a distância (EAD), seja pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), no caso das universidades públicas, ou pelo ingresso direto, no caso das faculdades particulares.

Além disso, o Enem também é o critério de seleção utilizado pelo Programa Universidade para Todos (Prouni) e pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para a concessão de bolsas de estudo e financiamentos a candidatos que desejem cursar o Ensino Superior em uma instituição de ensino particular, mas não que não tenham condições de arcar com as mensalidades no momento.

Por isso, não desanime e nem desista de seguir com a sua participação no Enem 2020! Enquanto você espera tudo isso se resolver, que tal ir pensando em onde estudar?

Selecionamos algumas instituições de Ensino Superior que podem ser interessantes para você, pois oferecem cursos presenciais e EAD em várias áreas do conhecimento e são bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC). Veja:

Veja também: Veja as matérias que mais caem no Enem

E você, já decidiu qual será o seu curso de Ensino Superior? Compartilha com a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin
Descubra a faculdade certa para você!