Conheça as regras novas do Enem por conta da Covid-19

Veja quais serão os protocolos de segurança adotados no Enem 2020, por conta da Covid-19!

A edição de 2020 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) precisou passar por alguns ajustes após a pandemia do coronavírus e o estabelecimento de medidas de segurança para evitar o contágio da doença.

A principal delas foi o adiamento da prova, que normalmente acontece no mês de dezembro e passará a ser nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021, para o Enem impresso e nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro, para o Enem Digital. 

Mas as alterações também se estenderam para as regras da prova, que tiveram alguns acréscimos voltados, exclusivamente, para os protocolos de segurança contra à Covid-19.

Quais são as regras do Enem 2020?

As regras do Enem 2020 foram publicadas no edital da prova, divulgado em março deste ano e atualizado em julho, com informações sobre o coronavírus. Confira quais são as principais orientações aos candidatos:

  • Certificar-se de que atende aos requisitos para a participação da prova;
  • Guardar número de inscrição e senha;
  • Verificar a confirmação de sua inscrição na Página do Participante, assim como o local onde fará a prova;
  • Chegar ao local de prova às 12h;
  • Comparecer ao local com documento de identificação válido;
  • Apresentar-se na sala de provas até 13h;
  • É recomendado que o participante leve o Cartão de Confirmação da Inscrição nos dois dias de prova;
  • Caso necessite comprovar sua presença no Exame, o candidato deve levar a Declaração de Comparecimento impresso nos dois dias de prova e apresentá-la ao aplicador;
  • Guardar o celular e quaisquer outros objetos eletrônicos desligados no envelope porta-objetos, antes de entrar na sala. As funções e alarmes também devem estar desativadas, desde o ingresso até a saída definitiva do local de prova;
  • Não portar, fora do porta-objetos, a Declaração de Comparecimento impressa, óculos escuros, boné, chapéu, viseira, gorro, caneta de material não transparente, lápis, lapiseira, borracha, régua, corretivo, livros, manuais, impressos, anotações, protetor auricular, relógio de qualquer tipo, celular, tablet, calculadora, agenda eletrônica, ipods, gravadores, pen drive, mp3, alarme, chave com alarme, fone de ouvido, qualquer transmissor, gravador e/ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens;
  • Não portar armas de qualquer espécie, exceto para casos previstos na Lei Nº 10.826/2003. Nesse caso, o candidato deve avisar o aplicador e apresentar o seu porte de arma. Feito isso, ele será direcionado para uma sala extra;
  • Manter, debaixo da carteira, o envelope porta-objetos, lacrado e identificado, desde o ingresso na sala de aplicação da prova até a saída definitiva do local;
  • Fazer nova identificação para retorno à sala quando for ao banheiro antes da 13h, mesmo se tiver feito a identificação anteriormente;
  • Aguardar na sala de provas, da 13h às 13h30, até que seja autorizado o início do Exame;
  • A partir das 13h, a ida ao banheiro só será permitida desde que o candidato seja acompanhado pelo fiscal;
  • Fechar a prova e deixá-la com a capa para cima, antes de se ausentar da sala durante a aplicação;
  • Permitir que o lanche seja vistoriado pelo aplicador, assim como artigos religiosos;
  • Autorizar que materiais próprios como máquina de escrever em braille, lâmina overlay, punção, reglete, sorobã, caneta de ponta grossa, tiposcópio, assinador, óculos especiais, lupa, telelupa, luminária, tábuas de apoio, multiplano e plano inclinado  sejam vistoriados pelo aplicador;
  • Fazer a revista eletrônica nos locais de prova, a qualquer momento, por meio do detector de metais;
  • Aguardar que o aplicador faça a coleta do dado biométrico durante a realização das provas;
  • Iniciar as provas após a autorização do aplicador;
  • Ler e conferir todas as informações do Caderno de Questões, no Cartão-Resposta, na Folha de Redação, na Folha de Rascunho e nos demais documentos;
  • Destacar o Cartão-Resposta e a Folha de Rascunho, antes de começar a prova e após a autorização do aplicador;
  • O Cartão-Resposta, a Folha de Rascunho e a Folha de Redação não poderão ser substituídos;
  • Fazer anotações no Cartão-Resposta, Folha de Rascunho, Folha de Redação e Caderno de Questões após a autorização do aplicador;
  • Confirmar se o Caderno de Questões contém a quantidade de questões listadas no Cartão-Resposta;
  • Informar o aplicador sobre qualquer ocorrência relacionada à prova;
  • Assinar, nos espaços indicados, o Cartão-Resposta, a Folha de Redação, a Lista de Presença, a Folha de Rascunho e os demais documentos do Exame;
  • Marcar a cor da capa de seu caderno no Cartão-Resposta;
  • Transcrever a frase do Caderno de Questões para o Cartão-Resposta;
  • Transcrever as respostas objetivas do Caderno de Questões para o Cartão-Resposta com caneta esferográfica preta, fabricada em material transparente;
  • Transcrever a redação para a Folha de Redação com caneta esferográfica de tinta preta;
  • Entregar o Cartão-Resposta, a Folha de Redação e a Folha de Rascunho ao deixar em definitivo a sala de prova;
  • Não se ausentar da sala de provas com o material de aplicação, exceto o Caderno de Questões, desde que deixe a sala em definitivo nos últimos 30 minutos de prova;
  • Não usar o banheiro do local de prova após o término do Exame e saída definitiva da sala de prova;
  • Os três últimos participantes devem sair juntos da sala de prova, somente depois da assinatura da ata de sala;
  • Não manter qualquer tipo de comunicação interna ou externa;
  • Não receber informações relacionadas à prova de qualquer pessoa;
  • Não registrar ou divulgar por imagem ou som qualquer material utilizado no Exame;
  • Não levar ou ingerir bebidas alcoólicas ou drogas ilícitas para a sala da prova.

Quais são as novas regras do Enem por conta da Covid-19?

Devido à pandemia do novo coronavírus, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) – órgão responsável pelo desenvolvimento e aplicação da prova – acrescentou algumas regras e informações no edital, relacionadas à medidas de proteção à covid-19. São elas:

  • É proibida a entrada do participante no local de prova sem a máscara de proteção à Covid-19;
  • Durante a identificação do participante, será necessária a retirada da máscara sem tocar na sua parte frontal, prosseguida da higienização das mãos com álcool em gel próprio ou fornecido pelo aplicador, antes de entrar na sala de provas;
  • O participante não poderá permanecer no local de provas sem máscara de proteção à Covid-19;
  • Caso o candidato precise aguardar o recebimento da máscara, deve aguardar do lado de fora;
  • O dado biométrico coletado dos participantes respeitará os protocolos de segurança da Covid-19;
  • Higienizar as mãos ao entrar e sair do banheiro e durante toda a aplicação do Exame;
  • A ida ao banheiro a partir da 13h só será permitida com acompanhamento do fiscal, de acordo com os protocolos de proteção à Covid-19;
  • A máscara deve cobrir totalmente o nariz e a boca do candidato, desde a entrada até a saída do local de provas. É permitido que o candidato leve mais de uma máscara para troca durante a realização da prova, desde que a máscara já utilizada seja descartada na lixeira da sala de prova;
  • Só será permitida a retirada da máscara para alimentação ou ingestão de líquidos, sem tocar na parte frontal e com higienização das mãos com álcool em gel logo em seguida.

Quem estiver com Covid vai perder o Enem 2020?

Aqueles que contraírem doença infecciosa, dentre elas, o coronavírus, no período de aplicação de provas, poderão participar da reaplicação do Enem. Para isso, é necessário que o candidato comunique o Inep pela central de atendimento (0800 616161) em até um dia antes da prova.

Feito isso, o próximo passo é fazer uma solicitação pela Página do Participante para a participação da reaplicação e apresentar o laudo médico.

Como utilizar a nota do Enem 2020?

A nota do Enem 2020 pode ser utilizada tanto em programas do governo como Prouni, Fies e Sisu, quanto em Instituições de Ensino Superior (IES) privadas, que aceitam a nota como substituta do vestibular próprio e, em alguns casos, oferecem descontos nas mensalidades ou até mesmo bolsa de estudos para candidatos que alcançaram notas altas na prova.

Veja a seguir alguns exemplos de IES que aceitam a nota do Enem e oferecem cursos de graduação com autorização e reconhecimento do Ministério da Educação (MEC):

Já sabe como utilizar a sua nota do Enem? Compartilhe sua escolha com a gente pelos comentários abaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin
Descubra a faculdade certa para você!