dcsimg

Conheça todas as regras do ProUni

Fique por dentro os principais detalhes do Programa Universidade para Todos e descubra como conseguir sua bolsa de estudos!

O Programa Universidade para Todos (ProUni) oferece aos brasileiros uma possibilidade real de estudar com bolsa em faculdades particulares.

Só que para conseguir a sua é necessário ficar de olhos bem atentos e conhecer a fundo todas as regras do programa.

O motivo para isso é muito simples: o ProUni é cheio de detalhes e procedimentos, e qualquer pisada de bola pode render uma desclassificação imediata.

E a gente sabe que não é isso que você quer, certo?

Então conheça a seguir todas as regras do ProUni e chegue preparadíssimo à próxima seleção!

Todas as regras do ProUni

A gente fez um apanhado de todas as regras do ProUni, desde a inscrição no programa até as etapas finais de obtenção da bolsa.

Veja abaixo:

1.    Inscrições

É preciso acompanhar bem de perto o período de inscrições do ProUni, pois elas só ocorrem duas vezes ao ano e ficam poucos dias no ar.

Normalmente o programa abre a primeira inscrição uns 10 a 15 dias após a divulgação dos resultados do Enem.

Tudo acontece pela internet, no site oficial do ProUni.

As inscrições ficam menos de uma semana no ar: abrem numa terça e se encerram numa sexta, geralmente.

Neste momento, o candidato precisa acessar o site e informar o número de inscrição no Enem, a senha, endereço de e-mail e número de telefone válidos, dados cadastrais próprios e do seu grupo familiar, além de apontar duas opções de faculdade, cidade onde quer estudar, curso, turno, tipo de bolsa (veja mais adiante) e modalidade de concorrência (cotas ou geral).

2.    Regras de participação

O ProUni tem algumas restrições de participação. Veja se você se enquadra:

  • Não pode ter diploma de nível superior.
  • Ter feito o Enem mais recente e apresentar desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação.
  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou na particular, na condição de bolsista integral.

Podem participar pessoas com deficiência e professores efetivos da rede pública de ensino.

3.    Regras para concessão de bolsas parciais e integrais

Para concorrer a uma bolsa, seja parcial ou integral, é preciso, além de todos os requisitos acima, também corresponder às exigências de renda.

As regras são as seguintes:

  • Para concorrer a uma bolsa integral, o candidato precisa apresentar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo per capita.
  • Para a parcial, que cobre metade do valor das mensalidades, a exigência é de renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.

4.    Regras de seleção

A regra do ProUni é clara: os candidatos escolhidos serão aqueles que apresentarem as maiores notas no Enem, levando em conta o curso, a cidade, a faculdade, o turno e a modalidade de ensino desejada (presencial ou a distância).

As notas mínimas para entrar variam todos os dias durante a seleção, e é preciso ficar de olho e mudar de opção de curso caso a nota de corte fique maior que a pontuação que você tem.

Essa dinâmica pode ser feita todos os dias, até um minuto antes do encerramento geral da seleção. O sistema sempre vai levar em conta a última opção salva.

5.    Divulgação dos resultados

Pela regra, o ProUni tem duas chamadas e uma lista de espera.

A primeira chamada sai logo na segunda-feira após o encerramento das inscrições. A segunda é divulgada mais ou menos 15 dias depois.

A lista de espera é a terceira chance de conseguir bolsa naquele semestre. Para participar, os candidatos não selecionados na primeira ou na segunda chamada devem entrar no site do ProUni e manifestar interesse em participar, visto que o processo não é automático.

Os resultados de cada etapa podem ser consultados na página oficial do ProUni.

6.    Regras da segunda etapa de inscrição

Quem passa no ProUni ainda tem de encarar uma segunda etapa de inscrição, que consiste na validação das informações apresentadas no formulário de cadastro. O candidato aprovado deve levar toda a documentação necessária à secretaria da faculdade onde conseguiu bolsa.

O ProUni dá um prazo de até dez dias, depois da divulgação dos resultados, para que o candidato realize esse procedimento. Quem perder as datas fica sem bolsa.

7.    Outros processos seletivos

Não é regra geral, mas algumas poucas instituições exigem que os candidatos contemplados com uma bolsa do ProUni passem por uma espécie de prova para efetivar o benefício. O formato da avaliação varia de faculdade para faculdade.

As provas têm locais, datas e horários próprios – e são de inteira responsabilidade do participante. Informe-se antecipadamente no local onde você pretende tentar bolsa.

Onde estudar com uma bolsa do ProUni

Com o ProUni, você pode tentar bolsa em centenas e centenas de faculdades por todo o Brasil. O programa é o único do governo federal a trabalhar também com cursos a distância – o que pode ser uma excelente pedida para você.

Outra grande vantagem do ProUni, além, claro, de estudar com uma bolsa parcial ou integral bancada pelo governo, é ter a certeza de que todas as instituições participantes do programa têm boa avaliação junto ao Ministério da Educação (MEC).

Essa é uma garantia importante de que você vai fazer uma faculdade de qualidade e terá um diploma competitivo no mercado de trabalho.

A gente selecionou algumas opções bem interessantes para você ir conhecendo desde já. Todas estas faculdades são reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC e trabalham também com outros sistemas de benefício, como parcelamento de mensalidades, descontos e convênios variados.

Confira:

Veja também:

Descubra que nota você precisa tirar no Enem para conseguir o ProUni

E aí, tudo pronto para encarar o ProUni? Conte para a gente quais são suas expectativas e em qual curso você vai tentar uma bolsa!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin