Engenharia Mecânica: curso, profissão e faculdades

Conheça a carreira de Engenharia Mecânica, onde estudar e como está o mercado de trabalho!

Está em dúvida sobre qual carreira seguir, mas gosta da área de Engenharia Mecânica? Continue conosco e conheça mais sobre essa profissão, onde estudar e como é o mercado de trabalho.

Engenharia Mecânica: o que é? 

A Engenharia Mecânica é um dos ramos mais populares da engenharia. Essa área de estudo cuida do projeto, da construção, da análise, da operação e da manutenção de sistemas mecânicos. A graduação em Engenharia Mecânica prepara o estudante para desenvolver todas essas atividades e ainda poder prestar consultoria em diferentes empresas. Assista ao vídeo a seguir e conheça um pouco mais sobre essa profissão:

O curso de Engenharia Mecânica

O curso de Engenharia Mecânica é do tipo bacharelado e dura em média cinco anos. Com uma carga intensa de disciplinas das Ciências Exatas, como Matemática (Cálculo, Álgebra) e Física (Termodinâmica, Resistência dos Materiais), essa formação conta ainda com matérias voltadas aos processos industriais e produtivos, como Gestão da Manutenção e Processos de Fabricação.

Para se formar em Engenharia Mecânica normalmente é necessário fazer um estágio supervisionado e elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). De uns tempos para cá, o curso passou a ser oferecido também a distância, na modalidade semipresencial. Funciona assim: semanalmente há algumas aulas na faculdade e no restante do tempo o aluno acompanha o curso de forma on-line. Esse formato de curso pode ser encontrado até mesmo em instituições tradicionais, como a Cruzeiro do Sul e a Anhanguera, que oferecem a grade de Engenharia Mecânica a distância.

Grade básica do curso de Engenharia Mecânica

As disciplinas ministradas no curso de Engenharia Mecânica variam de acordo com a universidade. As mais comuns são:

  • Administração
  • Álgebra Linear
  • Algoritmos e Programação
  • Controle e Automação
  • Desenho Técnico
  • Desenho Técnico Mecânico
  • Desenvolvimento Econômico
  • Dinâmica das Máquinas e Vibrações
  • Elementos de Máquinas
  • Eletricidade Aplicada
  • Eletrônica e Instrumentação
  • Engenharia Automotiva
  • Engenharia Econômica
  • Ergonomia e Segurança do Trabalho
  • Estatística
  • Fabricação Assistida por Computador
  • Fenômenos de Transporte
  • Física Básica
  • Física
  • Gestão Ambiental
  • Gestão de Manutenção
  • Máquinas de Elevação e Transporte
  • Matemática Básica
  • Matemática
  • Materiais
  • Mecânica Aplicada
  • Mecânica Geral
  • Planejamento, Programação e Controle da Produção
  • Processos de Fabricação
  • Projeto de Máquinas
  • Projetos de Engenharia Mecânica
  • Química
  • Resistência dos Materiais
  • Seleção de Materiais
  • Sistemas Fluidomecânicos
  • Sistemas Térmicos
  • Termodinâmica Aplicada

O mercado de trabalho da Engenharia Mecânica

O mercado de trabalho para a Engenharia Mecânica é bem promissor, assim como ocorre com as demais áreas de engenharia. Além de boa remuneração, a profissão de engenheiro mecânico é uma carreira que está em alta – já que é muito requisitada em diferentes empresas. 

A Engenharia Mecânica é uma profissão bastante abrangente, por isso há boas oportunidades para o engenheiro mecânico em diversas indústrias, tais como montadoras de automóveis, fábricas têxteis e de eletroeletrônica. Além das oportunidades tradicionais de trabalho, podemos citar também as indústrias petroquímicas, de celulose, de açúcar, de álcool e de gás.

O que faz um engenheiro mecânico?

Durante a faculdade, o estudante de Engenharia Mecânica vai desenvolver habilidades que, futuramente, poderão ser aplicadas no desenvolvimento e na projeção de todo tipo de máquina. Essa competência técnica está alinhada com o uso de tecnologias de ponta e com a compreensão do funcionamento de diferentes tipos de sistemas. 

O engenheiro mecânico é responsável por projetar e desenvolver motores, veículos, máquinas e sistemas termodinâmicos para todo tipo de indústria. Seu campo de atuação é bem abrangente. Além de desenvolver e projetar máquinas e sistemas, o engenheiro mecânico também pode atuar em pesquisa de tecnologias, trabalhar no controle de qualidade, projetar usinas e por aí vai!

Veja algumas das atividades mais comuns de serem desenvolvidas por um engenheiro mecânico:

  • criação e desenho de peças, dispositivos, maquinários, ferramentas etc.;
  • produção e manutenção de tecnologias de ponta;
  • condução de testes em produtos e máquinas;
  • inspeção das linhas de produção;
  • realização de controles de qualidade;
  • manutenção de equipamentos;
  • aprimoramento de sistemas;
  • gestão de equipes de Engenharia Mecânica;
  • pesquisa na área de Engenharia Mecânica.

Guia da carreira - engenheiro mecânico analisa projeto

Como ser um engenheiro mecânico?

Para exercer a função de engenheiro mecânico é obrigatório possuir o diploma de bacharel em Engenharia Mecânica em algum curso reconhecido pelo MEC. Além disso, também é fundamental obter o registro profissional no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) do Estado onde atua.

Quanto ganha um engenheiro mecânico?

Como já vimos, a carreira na área de Engenharia Mecânica é muito promissora – tanto no quesito oportunidades quanto no aspecto remuneração. Estima-se que a faixa salarial de um engenheiro mecânico possa ficar entre R$6.000,00 e R$9.000,00, de acordo com a média do piso salarial 2021 de acordos coletivos. 

É importante lembrar também que quanto maior for a experiência do profissional, maior será o seu salário. Na Engenharia Mecânica isso não é diferente. Levando em consideração o salário base de profissionais em regime CLT, o teto salarial para essa profissão ultrapassa os R$16.000,00. O interessante é que até mesmo os engenheiros menos experientes já conseguem faturar um salário inicial bastante alto em comparação à média de outras carreiras. Um engenheiro mecânico iniciante, por exemplo, pode faturar por volta de R$5.200,00. 

Como saber se Engenharia Mecânica combina comigo?

Embora seja uma profissão bastante promissora, não são todos os alunos apaixonados pela área de Exatas que se identificam com a formação em Engenharia Mecânica. Listamos a seguir 5 características que você precisa ter para seguir essa carreira. Confira!

  • Gostar de cálculos

 A primeira característica não poderia ser diferente. Matérias como matemática e física ultrapassam a graduação e fazem parte do dia a dia de um engenheiro mecânico. 

  • Acompanhar as tecnologias

Os engenheiros mecânicos precisam ter interesse também por tecnologia. Tenha em mente que não existe atuação em engenharia sem a utilização de produtos e recursos tecnológicos.

  • Saber trabalhar em equipe

As atividades industriais são desenvolvidas de forma integrada, por isso é fundamental que todos os profissionais saibam trabalhar em equipe.

  • Planejar de forma estratégica

Um engenheiro mecânico precisa ser capaz de planejar a curto, médio e longo prazo o desenvolvimento de cada novo projeto. Isso traz mais segurança e bons resultados a todos os processos.

  • Ser um bom analista

Uma das principais atividades de um engenheiro mecânico é analisar projetos e interpretar resultados. Essa prática é muito importante, porque faz com que o profissional busque resultados cada vez mais precisos e econômicos.

Onde estudar Engenharia Mecânica?

O curso de Engenharia Mecânica pode ser feito em várias instituições pelo país, já que é oferecido tanto em universidades públicas quanto privadas. O importante é escolher uma instituição que seja reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e, assim, garanta que o aluno terá uma formação de qualidade e receberá um diploma reconhecido nacionalmente. 

Você pode conhecer algumas dessas instituições a seguir:

Veja também: Quanto ganha um engenheiro Mecânico?

Você pretende seguir a carreira de Engenharia Mecânica? Deixe um comentário!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin
Descubra a faculdade certa para você!