Descubra o que faz um nutrólogo

Conheça a atuação, quanto ganha e onde trabalha o nutrólogo, esse profissional tão importante!

Alimentação é o combustível de nossa vida. E, como qualquer combustível, se for de má qualidade, o nosso motor vai enguiçar mais cedo ou mais tarde!

Hoje, por sorte, estamos dando muito mais atenção ao que comemos, mas ainda há um longo caminho pela frente.

As doenças decorrentes da má alimentação, como obesidade e cardiopatias, estão crescendo em ritmo acelerado e exigindo mais cuidados.

E aí que entra o papel importantíssimo do nutrólogo, o médico especializado em tratar questões ligadas à alimentação.

A seguir, descubra o que faz esse profissional e como se tornar um!

O que faz um nutrólogo?

A Nutrologia é a área médica que pesquisa os benefícios e malefícios causados pela alimentação.

É uma área essencial para a saúde e, principalmente, para a redução de doenças derivadas da má-alimentação ou dos transtornos alimentares.

Dentre as funções do médico nutrólogo, destacamos as principais:

  • Diagnóstico, prevenção e tratamento das principais doenças metabólicas da atualidade, como diabetes, obesidade e hipertensão arterial, bem como identificação de outras doenças decorrentes da alimentação inadequada.
  • Acompanhamento do estado nutricional do paciente, com uma avaliação geral dos hábitos alimentares, identificando os erros e apontando soluções mais saudáveis.
  • Acompanhamento da evolução de pacientes pré e pós cirurgia bariátrica.
  • Acompanhamento de pacientes com transtornos alimentares (anorexia, bulimia, etc.).
  • Prescrição de remédios e avaliações periódicas.
  • Prescrição de exames para identificar doenças e carências nutricionais.

O nutrólogo raramente trabalha sozinho. Ele é parte de uma equipe multidisciplinar que envolve endocrinologistas, gastroenterologistas, cardiologistas e médicos esportivos.

Também trabalha muito próximo a nutricionistas, enfermeiros, psicólogos e fisioterapeutas.

É, portanto, uma especialidade que exige uma visão mais abrangente da profissão e habilidade para se comunicar com diferentes grupos.

Onde o nutrólogo trabalha

Normalmente encontramos nutrólogo em clínicas especializadas, hospitais e em seus próprios consultórios.

No entanto, eles têm uma atuação mais ampla do que imaginamos.

São muitos solicitados, por exemplo, para trabalhar na indústria de alimentos. Lá, eles fazem pesquisas e aplicam soluções para enriquecer materiais que serão processados mais adiante, seguindo exigências de cada mercado.

Outra área com alta demanda é da nutrição esportiva, tão em alta atualmente.

A indústria farmacêutica é outra grande empregadora de nutrólogos. Em parceria com farmacêuticos, eles pesquisam e produzem medicamentos que ajudarão no tratamento e prevenção de doenças ligadas à alimentação.

Quanto ganha um nutrólogo

O médico nutrólogo é muito bem remunerado.

Em média, um profissional com quatro a seis anos de atuação embolsa mais de R$ 13 mil mensais.

Quem está em início de carreira, logo após a formatura, recebe entre R$ 6.600 e R$ 11,2 mil.

Os melhores salários são, no entanto, para quem já tem bastante experiência na área. Com mais de oito anos de atuação, o nutrólogo recebe entre R$ 16.200 e mais de R$ 27 mil!

Só tem um porém: chegar lá não é fácil. Será preciso muita dedicação e horas e horas de estudos.

Veja a seguir.

O que fazer para ser nutrólogo

Para ser nutrólogo é preciso, antes de tudo, encarar o curso de Medicina e depois passar por uma especialização médica em Nutrologia.

Medicina é o bacharelado mais longo do país, com seis anos de duração. Nesse tempo o aluno vai aprender tudo o que é preciso para se tornar um clínico geral.

Só depois é que ele vai buscar a formação em Nutrologia. Aí são mais dois anos estudando a fundo temas como:

  • Avaliação nutrológica (prescrição e acompanhamento)
  • Diagnóstico
  • Terapias nutricionais
  • Obesidade e Síndrome Metabólica
  • Tratamento de pacientes com desnutrição proteico-calórica
  • Transtornos de Conduta Alimentar, como anorexia e bulimia
  • Nutrologia Esportiva
  • Pacientes com carências vitamínicas e de minerais
  • Dietoterapia

Os nutrólogos geralmente fazem sua residência médica em clínicas gerais ou de gastrenterologia, geriatria, nefrologia, pediatria, endocrinologia, pneumologia, cardiologia e psiquiatria.

No total, são oito anos de estudos intensivos até entrar na carreira.

Quer ver como entrar na área mais rapidamente? Se liga no tópico abaixo!

Nutrólogo ou nutricionista? Entenda a diferença e qual melhor para você

Nutrólogos são médicos que pesquisam o impacto dos nutrientes no organismo e estão aptos a diagnosticar e tratar as principais doenças decorrentes da má alimentação.

Já os nutricionistas são aqueles encarregados de prescrever dietas equilibradas para atender às necessidades dos seus pacientes, seja por ordem estética ou de saúde. Aqui não há, por exemplo, diagnóstico de doença ou prescrição de exames mais complexos.

Outras atribuições do nutricionista:

  • Preparar cardápios com equilíbrio de nutrientes para refeitórios, restaurantes, escolas e serviços de bufês.
  • Fiscalizar a qualidade e a higiene dos produtos a serem preparados em diferentes ambientes.
  • Fazer avaliação nutricional em produtos industrializados.

As duas atividades são complementares e normalmente trabalham em conjunto – muitos pacientes do nutrólogo são indicados por nutricionistas e vice-versa.

A grande diferença entre os dois é a formação.

Enquanto o nutrólogo é formado em Medicina e precisa de oito anos de estudos para entrar no mercado, o nutricionista é diplomado em Nutrição e em quatro anos está apto a assumir sua função.

Nutrição está disponível em um número muito maior de faculdades – quase o dobro de Medicina! Fora isso, ainda oferece o diferencial de poder ser feito na modalidade a distância, com mais comodidade e economia.

Faculdades para quem quer trabalhar com nutrologia ou nutrição

Pelo Brasil, cerca de 270 faculdades oferecem o curso de Medicina, boa parte na rede privada de ensino.

Passar em Medicina é uma missão e tanto. O curso está entre os mais concorridos do país em todos os processos seletivos – os que usam a nota do Enem (Sisu, ProUni, etc.) e os vestibulares tradicionais.

Já Nutrição é mais tranquilo. A graduação pode ser encontrada em mais de 470 faculdades e não é tão concorrida quanto Medicina.

Nutrição está disponível em faculdades bem conhecidas dos brasileiros, como:

Veja também:

Quanto ganha um Nutricionista?

Curtiu a profissão de nutrólogo? Vai seguir por esse caminho ou prefere a Nutrição? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin