dcsimg

Polícia Civil: profissão e mercado de trabalho

Saiba o que estudar para se tornar um policial civil!

policia-civil

A Polícia Civil é o órgão responsável pela segurança pública. Sua principal função é prevenir, repreender e investigar crimes.

Quem escolhe seguir carreira na Polícia Civil pode assumir diferentes cargos, como delegado, investigador ou perito criminal, por exemplo. Todos eles são subordinados ao Governo do Estado (ou do Distrito Federal) onde trabalham.

Para se tornar um policial civil é obrigatório prestar concurso público e preencher alguns requisitos mínimos de idade e escolaridade, entre outros.

Se você ficou interessado nesta profissão, descubra a seguir como ingressar na Polícia Civil.

A profissão

A Polícia Civil é composta por diversos tipos de profissionais e cada um deles tem funções muito bem definidas dentro da corporação. Veja quais são os principais cargos:

Delegado – planeja, coordena e supervisiona operações e investigações policiais. Ele preside os inquéritos, toma depoimentos, investiga a autoria de crimes, elabora relatórios, etc. O delegado também exerce funções administrativas, como fiscalizar a emissão de documentos.

Escrivão – cuida de todo o trabalho burocrático da delegacia. Na hierarquia da Polícia Civil, vem logo abaixo do delegado. Ele acompanha todo o inquérito policial, desde coletar os primeiros relatos até o encerramento do caso. O escrivão faz anotações em livros oficiais, analisa inquéritos, faz indiciamentos, prisões em flagrante e recolhe fianças.

Investigador – realiza inspeções e operações policiais. Investiga a autoria dos crimes e infrações administrativas. É sua responsabilidade levantar informações sobre as vítimas, encontrar testemunhas, investigar indícios e provas até que seja determinado o culpado. Dá cumprimento a mandados de prisão e de busca e apreensão.

Perito Criminal – analisa o local onde o crime foi cometido para produzir provas técnicas. Coleta evidências, realiza exames laboratoriais, analisa as armas que foram usadas, faz a identificação e redige os laudos das perícias. O objetivo é entender como o crime aconteceu e produzir provas para serem usadas no inquérito policial.

Como entrar para a Polícia Civil

Não existe um curso específico para formar policiais civis. Quem deseja trabalhar na Polícia Civil deve prestar concurso público e, depois de aprovado, passar por um curso de formação da própria Polícia.

Normalmente o concurso acontece em várias etapas e os candidatos devem cumprir algumas exigências. Elas variam conforme o cargo escolhido, mas de modo geral é preciso preencher os seguintes requisitos básicos:

  • Ser brasileiro
  • Estar em dia com as obrigações militares (no caso de candidatos do sexo masculino)
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais
  • Estar com o CPF regularizado
  • Ter curso superior completo
  • Ter idade mínima de 18 anos (alguns editais exigem idade mínima de 21 anos e para alguns cargos a idade máxima é de 45 anos)
  • Ter aptidão física e mental
  • Não possuir antecedentes criminais
  • Ter carteira de habilitação com categoria B, no mínimo
  • Ter conduta irrepreensível na vida pública e privada

Cada estado é responsável por lançar o edital dos concursos e definir quais serão as etapas de classificação. Geralmente existe uma prova escrita, uma prova de títulos (para os cargos que exigem uma formação específica), testes físicos e psicológicos. Esses testes são realizados na academia de polícia e incluem flexões, abdominais e avaliação de resistência, entre outros.

Quem pretende entrar para a Polícia Civil deve ler com bastante atenção o edital do concurso. Este documento contém todas as informações sobre como o processo seletivo vai acontecer: quais vagas são oferecidas, quem pode se inscrever, as datas das provas, as matérias que devem ser estudadas para a prova escrita, o tipo de exigência para os testes físicos, etc.

Qual é a formação necessária para entrar na Polícia Civil?

O mínimo exigido é que os candidatos tenham um curso superior completo. Para os cargos de investigador e escrivão, por exemplo, são aceitos diplomas de qualquer área do conhecimento. Para outros cargos é preciso ter formação específica.

Para o cargo de delegado, por exemplo, o candidato deve ser bacharel em Direito. Não precisa atuar como advogado ou ter a carteira da OAB, basta apresentar um diploma de curso de Direito reconhecido pelo MEC.

O cargo de perito criminal pode ser ocupado por profissionais de diferentes áreas. O trabalho da perícia envolve conhecimentos que vão desde tirar fotografias do local do crime até identificar cadáveres pela arcada dentária. Veja algumas das formações exigidas para o cargo de perito criminal:

  • Ciências Biológicas
  • Ciências Contábeis
  • Ciências da Computação
  • Engenharia
  • Farmácia e Bioquímica
  • Física
  • Fotografia
  • Geologia
  • Odontologia
  • Química

Investir em um curso superior é fundamental para quem pretende trabalhar na Polícia Civil. Se o seu desejo é ocupar cargos que não especifiquem a área de formação, você pode buscar por cursos mais rápidos e que tenham alguma relação com a profissão.

O tecnólogo em Segurança Pública por exemplo, dura em média 2 anos e você vai adquirir conhecimentos que poderão ajudá-lo no dia-a-dia da profissão de policial civil.

Independentemente do curso que você escolher, procure uma universidade credenciada pelo MEC para que seu diploma tenha validade.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer cursos superiores que podem ser usados para entrar na Polícia Civil:

Veja também:

Segurança Pública

Seu sonho é trabalhar na Polícia Civil? Como está se preparando? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin