dcsimg

Curiosidades sobre o curso de Ciência da Computação

Saiba as curiosidades do nascimento do curso de ciência da computação e também uma visão geral sobre o mercado de trabalho, as oportunidades em linhas de pesquisa e o perfil do aspirante ao curso.

O Curso de Ciência da Computação

Chega à época de prestar um vestibular e nem todo mundo tem certeza da profissão que deseja seguir e de qual curso deve escolher. Nos dias atuais as áreas que tem crescido cada vez mais, são as áreas relacionadas à computação, mas mesmo assim, ainda é necessário escolher qual ramo seguir, qual das linhas de estudos e de cursos, relacionados à computação, se encaixa melhor ao perfil e aos anseios do estudante e futuro profissional.
Este artigo irá apresentar um pouco do curso de Ciência da Computação, uma dessas linhas de trabalho, que está diretamente relacionada à computação, e que tem crescido e se difundido ainda mais nos dias de hoje.

Como Surgiu a Ciência da Computação ?

A Ciência da Computação teve seu início com a Máquina de Turing, um dispositivo teórico computacional, que era um modelo abstrato do então conhecido computador. O desenvolvimento da Máquina de Turing se restringiu aos aspectos lógicos do funcionamento do computador, ou seja, memória, estados e transições. Essa máquina foi criada por Alan Turing, um matemático britânico que ficou conhecido como Pai da Ciência da Computação, devido a sua criação.

As Bases do Curso de Ciência da Computação

O curso de Ciência da Computação é ministrado hoje em várias faculdades e universidades por todo país. A grade curricular deste curso possui certas variações dependendo da linha de trabalho da instituição em que é ministrada, porém a base de conceitos gerais do curso é o mesmo, seguindo a mesma linha para qualquer faculdade. Este curso tem forte embasamento em conceitos matemáticos e em cálculo, e também oferece um estudo profundo nos conceitos e teorias computacionais. Desta forma, este curso oferece uma formação sólida nas áreas de estruturas de dados, linguagens de programação, engenharia de software, desenvolvimento e análise de sistemas.

Título e Perfil do Profissional de Computação

A pessoa que se forma no curso de Ciência da Computação, recebe o título de Bacharel em Ciência da Computação, e deve ser capaz de atuar no desenvolvimento de sistemas computacionais completos, desde a análise da proposta, o levantamento de requisitos, definição do projeto, até o desenvolvimento do mesmo e realização de testes finais. O Bacharel em Ciência da Computação deve ser capaz de se adaptar às constantes mudanças tecnológicas e sociais, identificando problemas do mundo real, propondo novas soluções, ou adaptando e melhorando as soluções já existentes.
Quando recebe este título, o Bacharel em Ciência da Computação pode escolher entre uma vasta gama de carreiras a seguir, além da parte de desenvolvimento, pois a computação é aplicada em várias áreas do conhecimento.
A pessoa que decide pelo curso de Ciência da Computação, deve ser uma pessoa curiosa, interessada, que goste de estudar e de se atualizar. A área computacional está em constante desenvolvimento e novas tecnologias surgem todos os dias. O profissional que deseja trabalhar com computação, seja como Bacharel em Ciência da Computação, Engenheiro da Computação, ou outra profissão nesta área, deve se manter atualizado, ou corre o risco de se perder no meio de tanta tecnologia, ter seu conhecimento superado e ficar para trás no mercado de trabalho.

Áreas de Atuação em Ciência da Computação

O Campo de trabalho para o Bacharel em Ciência da Computação é muito vasto. A computação está em todo lugar e, como já foi dito, novas tecnologias nascem a cada dia.
O Bacharel em Ciência da Computação pode atuar tanto na área acadêmica, quanto no setor industrial, aplicando os conhecimentos adquiridos na faculdade, desenvolvendo softwares e aplicativos, como também pode empreender nesta área. Há universidades que trabalham e incentivam o lado empreendedor do estudante, ou seja, depois de formado, os que têm essa facilidade ou se sentem atraídos pelo desafio, decidem por criar sua própria empresa para contribuir com a expansão da área tecnológica. Estes, além de aplicarem os conhecimentos aprendidos em sala de aula, utilizam deste conhecimento para criar novas tecnologias, auxiliar no desenvolvimento e aumentar o mercado de trabalho. Há diversas instituições que possuem convênios com incubadoras de empresas e estão obtendo excelentes resultados com o nascimentos destes pequenos empreendimentos (conhecidos como startups). Vale a pena lembrar que diversas empresas famosas de tecnologia da atualiadade nasceram dentro de campus universitários. O Jovem estudante que inicia esta empreitada ainda durante o curso garante diversas vantagens, tando do lado prático, colocando em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula, quanto do lado teórico, sempre buscando novas fontes de informações acerca de novas tecnologias visando empreendê-las como um diferencial no mercado de trabalho.
Há várias vertentes de trabalho para o futuro profissional de computação, desta forma estimar um salário inicial poderia não ser justo, pois o mesmo varia também de acordo com as proximidades dos grandes centros. Porém, como os incentivos a tecnologia estão sempre crescentes e também a aceitação a ela o mercado está bastante favorável e sofre pelo déficit de mão-de-obra qualificada, desta forma é difícil verificar um profissional formado com salário inicial inferior a R$2000,00.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin