Entenda a importância do marketing pessoal para sua carreira

Em um mercado de trabalho que está cada vez mais exigente, “saber vender o seu peixe” é essencial para se destacar e chamar a atenção para suas habilidades. Essa estratégia de autopromoção é o que chamamos de marketing pessoal.

O marketing pessoal é uma ferramenta cujo propósito é promover a própria imagem a fim de obter sucesso em um objetivo ou plano. Entre suas técnicas estão as táticas para evidenciar ações, habilidades, competências e características pessoais, de modo que estas influenciem a percepção do outro.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Contudo, uma regra básica do marketing pessoal é não confundi-lo com vaidade ou culto ao ego. A autopromoção sugerida pelo marketing pessoal não é forçada e exagerada, mas leve e natural.

Se bem utilizado, o marketing pessoal irá ajudar na construção de uma boa imagem e reputação, o que influencia positivamente no sucesso da carreira profissional.

Confira a seguir 4 dicas preciosas para colocar o marketing pessoal em prática para fortalecer a sua carreira.

1. Cuide de sua aparência

Quando falamos em imagem pessoal, a primeira coisa que pensamos é na aparência física, e em como as outras pessoas nos perceberão.

Pode não parecer tão importante, mas cuidar da aparência é essencial para causar uma boa percepção aos nossos interlocutores. Afinal, como diz o ditado popular, “a primeira impressão é a que fica”.

E cuidar da aparência não significa esconder sua personalidade e se moldar a um padrão que pensamos ser o correto ou esperado.

Aqui, a regra é se vestir adequadamente para cada ocasião, mas sem perder a individualidade. As empresas estão bem abertas ao estilo pessoal dos profissionais, mas é fundamental que estes saibam reconhecer o que está sendo transmitido por meio do vestuário e de sua aparência física.

Vestir-se adequadamente e incorporar estilo pessoal e originalidade pode ser ainda mais positivo para seu marketing pessoal!

E não esqueça: aparência não é só vestimenta. Essa dica também é válida para higiene pessoal e cuidados com cabelo, maquiagem e uso de acessórios. A imagem que você transmite é o seu cartão de visitas!

Dicas para manter uma boa aparências:

  • Vista-se adequadamente de acordo com cada ocasião (uma reunião extremamente formal, por exemplo, exige roupas formais)
  • Cuidado com a maquiagem. Não exagere nas cores e quantidade
  • Higiene pessoal é fundamental para a vida
  • Higiene bucal mantém os dentes bonitos e evita mau hálito
  • Não utilize perfumes muito fortes
  • Cuide da saúde e aparência de seus cabelos
  • Conheça seu corpo. Evite roupas muito apertadas ou folgadas demais, decotes exagerados, calças caindo e excesso de acessórios
  • Não reprima sua personalidade. Seja original e criativo, mas na medida certa

2. Comunique-se bem

Após a aparência física, a forma de se comunicar é a segunda percepção que as pessoas – e empresas – terão de você.

O domínio da comunicação para se expressar e transmitir ideias é fundamental, mas algumas qualidades também são importantes para causar uma boa impressão, como educação, gentileza e respeito. As palavras mágicas como “com licença”, “por favor” e “obrigado” fazem toda a diferença.

Além da polidez na fala e na forma de se expressar, o bom domínio do idioma é regra básica para um bom marketing pessoal, seja em uma apresentação presencial ou na escrita de um e-mail ou artigo.

Saiba utilizar corretamente as concordâncias e regras gramaticais, mas sem se esquecer que a fala é diferente da escrita para não parecer, durante uma apresentação oral, que você está usando um script ou que decorou o texto. O importante aqui é o bom senso e agir naturalmente.

Entenda a importância do marketing pessoal para sua carreira - Guia da Carreira

Porém, saber falar corretamente não vai significar muita coisa se você não se preparar previamente. Estudar o que será falado e dominar o assunto tanto facilitam – e muito – na hora de se expressar, quanto demonstram que você é uma pessoa dedicada, com conhecimento do assunto e autoridade no tema.

E vale lembrar: comunicação também envolve expressão corporal. Preste atenção nisso. O autoconhecimento de seu próprio corpo irá ajudar a se portar melhor. Aulas de teatro, dança, e atividades que envolvem expressão corporal podem ajudar.

Em relação à fala, tente ensaiar antes de se apresentar. Se precisar, chame alguém para lhe ajudar com isso. E se sua apresentação for escrita, antes de enviar peça para um amigo ler o que escreveu e comentar o que achou e entendeu do texto. 

Independente da forma, uma boa comunicação deve ser direta e objetiva. Isso é imprescindível para transmitir ideias de forma eficiente, sem gerar ruídos e informações mal interpretadas. Portanto, saiba também identificar se o seu ouvinte compreendeu corretamente o que você disse.

3. Saiba demonstrar suas habilidades naturalmente

De que serve uma boa aparência e comunicação se você não apresentar eficientemente as suas qualidades e habilidades? Afinal, essa é a função do marketing pessoal: promover e divulgar aquilo que faz você único e especial.

Claro que você pode – e deve – já começar a promover suas habilidades na própria apresentação física e na forma de se comunicar.

Como mencionado anteriormente, a sua aparência, expressão corporal e modo de comunicação podem transmitir, entre inúmeras outras, qualidades como:

  • originalidade
  • criatividade
  • educação
  • gentileza
  • autoridade
  • domínio de um assunto
  • bom uso e entendimento da gramática
  • preparação
  • dedicação

Isso já é uma boa estratégia para promover suas qualidades de forma natural e espontânea, sem precisar falar, por exemplo: “sou uma pessoa muito educada”, “cuido muito bem da minha aparência, sou estiloso e sei o que quero transmitir com isso”, “sou muito bom em falar corretamente”, quando não for necessário falar sobre isso.

Outras habilidades você poderá transmitir no dia a dia, e não faltarão oportunidades. Em uma empresa, por exemplo, você poderá passar por situações nas quais precisará resolver algum problema ou ajudar algum colega. Ou, na negociação ou aplicação de um projeto, podem surgir dúvidas e até algumas complicações.

A forma como você se comporta perante isso demonstra muito sobre você, e as pessoas observam atentamente essas atitudes. Por isso, seja proativo. Antecipe problemas e resolva-os antes que eles surjam e, caso venham existir, seja criativo para encontrar a melhor solução. A demonstração prática é um ótimo marketing pessoal.

Independentemente da profissão, durante sua carreira isso fará parte da sua rotina, e quanto antes desenvolver essas competências, melhor lidará com essas situações e, consequentemente, terá uma melhor reputação.  

Mas, em alguns momentos, é necessário falar abertamente de suas qualidades e habilidades. Se tem alguma especialidade ou aptidão, um diferencial de que se orgulha, comunique à liderança ou responsável. Pode existir uma ótima oportunidade esperando a pessoa certa para assumi-la, e essa pessoa pode ser você!  

Leia também:

4. Invista no conhecimento

Nada melhor para um marketing pessoal de sucesso que poder promover habilidades e competências adquiridas pelo conhecimento.

Para se destacar e se promover no mercado de trabalho, é fundamental investir em sua formação. E a educação deve ser contínua, pois o conhecimento é dinâmico, e novas informações surgem a todo momento.

Caso já tenha feito uma faculdade, por exemplo, você pode fazer uma pós-graduação ou uma especialização. Ou, quem sabe, uma segunda formação?

Cursos de atualização, um novo idioma e aulas livres também são ótimas opções para adquirir novos conhecimentos e, assim, melhorar seu currículo e potencializar o seu marketing pessoal.

Confira uma lista de ótimas universidades reconhecidas pelo MEC e que oferecem bolsas e descontos para quem quer investir no conhecimento:

E aí, gostou das nossas dicas de como usar o marketing pessoal a favor de sua carreira? Comente aqui o que achou e, se tiver outras dicas de autopromoção, compartilhe com a gente nos comentários.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin