dcsimg

Descubra como ser um empreendedor de sucesso

A gente tem algumas dicas preciosas de como fazer bonito ao empreender no mercado de trabalho. Confira tudo agora mesmo!

Empreendedorismo é uma característica fundamental para obter sucesso em qualquer área.

Mas está enganado quem pensa que só aquelas pessoas que nascem com o tal “espírito empreendedor” têm chances de se dar bem.

Hoje em dia a gente sabe que é possível trabalhar essa característica em qualquer um – basta estar a fim de estudar e de inovar!

Por sorte existem diferentes maneiras de chegar lá. Uma das mais eficazes é por meio de cursos de graduação e pós-graduação.

Quer saber como se tornar um empreendedor de sucesso em 6 passos? Dê uma olhada nas dicas que preparamos para você a seguir.

1. Faça um curso superior

No Brasil, as chances de sucesso aumentam muito se você tem formação de nível superior. A escolha do curso ideal passa por aquilo que você quer realmente fazer – e é sempre bom saber que dá para empreender em todas as áreas imagináveis: indústria, tecnologia, saúde, educação, comunicação, política, transportes, alimentação, diversão, eventos, hotelaria, etc.

Ou seja, teoricamente você pode fazer qualquer curso de graduação e ainda assim ser um empreendedor de sucesso.

Não é à toa que existem tantos médicos empreendedores, turismólogos empreendedores, nutricionistas empreendedores, jornalistas empreendedores, etc.

Você pode optar por graduações do tipo bacharelado, licenciatura ou tecnólogo, tanto faz. O importante mesmo é estar ciente da escolha e selecionar uma faculdade reconhecida e bem avaliada pelo Ministério da Educação (MEC). Só isso irá garantir uma porta aberta no mercado de trabalho mais adiante.

2. Mergulhe no universo de gestão e negócios

A gente disse no tópico anterior em que dá para fazer qualquer curso superior e ainda ser empreendedor.

E é verdade.

Mas o fato é que é praticamente impossível ser um profissional de sucesso sem dominar áreas vitais do empreendedorismo, como gestão, finanças, recursos humanos, análise de mercado, legislação, logística, processos de internacionalização, etc.

O Brasil conta com uma oferta grande de cursos voltados para o desenvolvimento do empreendedorismo, gestão e negócios.

Quando a gente fala de cursos na área de gestão, Administração é o primeiro que vem à mente. Essa é, provavelmente, a graduação mais popular e mais completa quando se trata da formação de empreendedores. Com duração de quatro anos, o bacharelado pode ser encontrado em faculdades de todo o país. É inclusive o segundo curso em número de alunos matriculados no país, com quase 700 mil.

Além de Administração, o empreendedor pode optar por uma variedade de outros cursos, também facilmente encontrados nas principais faculdades brasileiras.

A gente traz alguns pasta você conhecer:

Graduações mais longas (bacharelados, com 4 a 5 anos de duração)

  • Engenharia de Produção
  • Ciências Contábeis

Graduações mais curtas (superiores de tecnologia, com 2 anos de duração em média)

  • Empreendedorismo
  • Gestão Financeira
  • Gestão de Turismo
  • Gestão de Recursos Humanos
  • Processos Gerenciais
  • Agronegócios
  • Comércio Exterior
  • Marketing
  • Gestão Comercial

3. Faça uma pós-graduação

Outra formação essencial para o empreendedor de sucesso é a pós-graduação. São cursos de curta duração (um ano e meio, em média) que trazem conhecimentos relevantes para a área de atuação escolhida.

Os mais comuns são os de especialização (também chamados de lato sensu) e os MBAs (Master in Business Administration), que formam especialistas em administração de negócios diversos.

A vantagem das especializações e MBAs é que, além de serem voltados para áreas específicas, com foco direto na atuação no mercado escolhido, muitos deles podem ser feitos também no formato a distância.

Lembrando que só os portadores de diploma de nível superior podem se matricular em uma pós.

4. Aprenda outros idiomas

Hoje em dia falar pelo menos um segundo idioma fluentemente é essencial para qualquer empreendedor.

No meio em que a maioria vai atuar, inglês é a linguagem universal. Espanhol também é uma boa, especialmente para quem quer se aventurar pelo mercado latino-americano.

Por isso a gente pergunta: como está seu inglês? Como está o seu espanhol ou qualquer outra língua estrangeira?

Se a resposta foi “consigo me virar” ou “meu portunhol está ótimo”, saiba que será preciso investir.

Faça um curso de conversação, pratique escrita, não confie apenas no que você acha que sabe.

5. Escolha a faculdade certa

Bons empreendedores certamente tiveram um estudo de primeira. Por isso é tão importante fazer a escolha certa na hora de definir em qual faculdade você irá estudar.

Por isso não dá para bobear: só se matricule em instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC.

A gente separou algumas para você ir se familiarizando. Elas estão presentes em todo o Brasil e ainda oferecem cursos presenciais e a distância.

Confira:

6. Defina a melhor forma de estudar

Muitas vezes a gente precisa estudar e ainda dar conta da casa, do trabalho, dos filhos… e não é fácil.

Quem vive uma situação similar vai ficar feliz em saber que grande parte dos cursos que formam empreendedores também podem ser feitos na modalidade a distância.

Sabe o que isso significa? Mais flexibilidade de estudos, mais mobilidade e praticidade para estudar de qualquer lugar conectado à internet.

Os alunos a distância fazem boa parte do curso por meio de ambientes virtuais recheados de aulas em vídeo, apostilas, textos, atividades, livros digitais e muito mais. Eles contam também com ferramentas de comunicação direta com professores e tutores, para tirar dúvidas e receber orientações. Grandes redes, como a Anhanguera e a Cruzeiro do Sul, costumam ter bons cursos a distância para quem quer empreender.

O diploma de um curso a distância reconhecido pelo MEC vale tanto quanto o presencial.

Veja também:

Tenho perfil para ser empreendedor?

E aí, gostou das dicas? Tem mais alguma para compartilhar? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin