Conheça 6 faculdades para quem gosta de economia

Com o advento da pandemia, a população sentiu na prática os efeitos catastróficos do impacto econômico. Tais impactos são estudados e podem até mesmo ser previstos por especialistas em economia. Cabe a eles mostrar o caminho para a recuperação econômica, além de possuírem outras capacidades. Você se identifica com essa função?

+Encontre bolsas de estudo de até 80%

Dinheiro, movimentação econômica e bolsa de valores são apenas alguns dos termos mais estudados por especialistas em economia. Se você deseja seguir este caminho, saiba que existem diversos cursos capazes de atender seu gosto por finanças. Confira, a seguir, os principais cursos para você que deseja aprender mais sobre o mundo financeiro.

Leia mais: Tenho Perfil para ser Empreendedor?

Economia

A principal opção para ingressar no mercado de trabalho financeiro é o curso de Economia. O profissional em Economia é responsável por elaborar planejamentos estratégicos para empresas do setor público ou privado, gerir programação econômico-financeira, analisar o ambiente econômico, entre diversas outras funções. O profissional em economia recebe, em média, R$ 3.603.

De acordo com o Ministério do Trabalho, o profissional formado em Economia poderá atuar como Economista financeiro, industrial, empresarial, agroindustrial, fundos de investimentos, e áreas relacionadas. 

Segundo o Ministério da Educação (MEC), após formado, o profissional em economia será capaz de ler e compreender textos econômicos, utilizar conceitos teóricos fundamentais da ciência econômica e utilizar fórmulas matemáticas para análise de fenômenos econômicos. 

Durante o curso de economia, o estudante aprenderá matérias de formação teórico-quantitativo, que envolvem os estudos práticos de fórmulas matemáticas para leitura e análise, conteúdos de formação histórica e conteúdos práticos.

O curso de economia dura em média quatro anos, e pode ser encontrado em diversas faculdades públicas e privadas de todo o país.

Administração

O curso de Administração também é uma boa oportunidade para trabalhar na área financeira. Por meio da faculdade o estudante se tornará apto para administrar e gerir negócios e empresas. 

De acordo com o MEC, durante o curso o aluno aprenderá conceitos de áreas humanas, analíticas e quantitativas, visando capacitar o estudante para aprimorar e inovar modelos de negócios e aplicar técnicas analíticas para análise de oportunidades e resolução de problemas.

O curso possui duração média de quatro anos e possui em sua grade curricular matérias das áreas de Economia, Finanças, Contabilidade, Marketing e Ciências Sociais. O aluno aprenderá conceitos de exatas e humanas, a fim de que se torne apto para administrar. A média salarial para um administrador é de R$ 3.673.

Leia mais: Saiba mais sobre o curso de Administração de Empresas

Ciências Contábeis

A faculdade de Ciências Contábeis, de acordo com o MEC, abrange áreas como Administração, Economia, Direito, Matemática e Estatística, conteúdos que capacitam o estudante a atuar no mercado financeiro.

O curso de Ciências Contábeis capacitará o estudante a compreender as questões financeiras e sociais, desenvolver, analisar e implantar sistemas contábeis, entre outras funções. 

Se você deseja um conhecimento geral das áreas apresentadas, as Ciências Contábeis atenderão sua expectativa, além de possuir uma média salarial próxima dos demais cursos da área, chegando a R$ 3.457.

Engenharia de Produção

engenharia de produção

A engenharia de produção também é uma alternativa relevante para fazer parte do mercado financeiro. Através do curso, o estudante aprenderá as técnicas para aumentar a produtividade e, consequentemente, a rentabilidade de uma empresa. Os profissionais que atuam em tais áreas recebem, em média, R$ 6.412.

A grade curricular do curso é multidisciplinar, envolvendo as áreas de humanas, exatas e até mesmo biológicas, a fim de dotar o profissional da capacidade de gerir e inovar, o que possibilita o ingresso no mercado econômico.

O curso dura, em média, 5 anos, e pode ser encontrado em diversas universidades do país.

Gestão Financeira

O curso de Gestão Financeira, assim como o nome sugere, visa capacitar o aluno a gerir a área financeira de uma instituição. Para isso, o profissional deve gerenciar e controlar custos, aprimorar investimentos, avaliar os gastos, entre outras funções.

O curso, diferente dos demais apresentados até aqui, é comumente encontrado como Tecnólogo, ou seja, possui duração menor e disciplinas mais práticas.

De acordo com o MEC, após formado, o profissional em Gestão Financeira poderá atuar em empresas de planejamento, desenvolvimento de projetos, assessoramento técnico e consultoria, instituições financeiras e centros de pesquisa, que oferecem uma média salarial de R$ 3.024.

Comércio Exterior

comércio exteriorO tecnólogo em Comércio Exterior possui estudos relacionados ao mundo financeiro, se tornando uma boa alternativa para ingressar nesse mercado. 

O profissional formado em Comércio Exterior, segundo o MEC, pode gerenciar transações cambiais, transações financeiras, exportação e importação, fluxo de embarque e desembarque de produtos, entre outras funções. A média salarial para tais funções é de R$ 3.063

O curso possui disciplinas práticas voltadas para a matemática e economia, proporcionando ao estudante noções primordiais sobre a economia. 

Como estudar?

Se você se interessou algum dos cursos apresentados, mas não sabe como ingressar em uma faculdade, conheça algumas opções:

  • Por meio da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade Para Todos (Prouni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies);
  • Vestibulares próprios de universidades públicas e privadas;
  • Descontos em universidades privadas.

Se você realizou o Enem a sua nota poderá ser aplicada no Sisu, Prouni e Fies em busca de uma vaga ou bolsa de estudos para os cursos apresentados. Cada programa possui diferenças. Enquanto o Sisu se direciona apenas às universidades públicas, o Prouni e Fies ofertam bolsas para universidades particulares.

Se você optar por vestibulares próprios de universidades, saiba que existem vestibulares de universidades  públicas e privadas que acontecem anualmente. Após escolher a faculdade de interesse, fique atento ao cronograma e ao edital, pois cada faculdade possui diferenças com relação ao vestibular.

Para ingressar em uma universidade com desconto na mensalidade, não será necessário a realização de provas ou vestibulares. Você poderá conseguir esse desconto junto a própria universidade, ou então, por meio do site da Quero Bolsa.

Para conhecer mais detalhes veja: Descubra como entrar na faculdade

Não fiz o Enem, e agora?

Se você não fez o Enem, não se preocupe! Você ainda poderá conseguir ótimos descontos em universidades reconhecidas pelo MEC, e que oferecem os cursos apresentados. Confira algumas delas a seguir:

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin