Descubra o que faz um filósofo

A Filosofia é uma ciência milenar, com estudos sobre a humanidade que datam há mais de 2.400 anos. Naquela época, Sócrates, Platão e Aristóteles formaram os pensamentos da sociedade que se estendem até os dias atuais.

Ao longo dos anos, as ideias desses filósofos foram se adaptando às mudanças históricas sociais e novos pensadores foram surgindo, com novos métodos de buscar compreender as ações dos seres humanos.

No Brasil, o primeiro curso de Filosofia forma profissionais desde o início do século XX, mais precisamente em 1905, em São Paulo. A profissão foi então se moldando e, mesmo que tenha como base os estudos pioneiros dos filósofos da Grécia Antiga, as ideias foram se transformando de acordo com a sociedade, que serve de campo de pesquisa para os profissionais modernos e contemporâneos.

Por ser uma disciplina presente na grade curricular do ensino básico brasileiro, também é um curso procurado por muitos que querem trabalhar como professores de disciplinas de Ciências Humanas.

Conheça mais sobre a carreira de filósofo e veja como fazer para seguir esse ramo.

O que faz um filósofo?

Um filósofo vai se aprofundar nos assuntos pertinentes à humanidade, à sociedade e a forma em que vivemos e enxergamos o mundo. Os filósofos são considerados grandes pensadores, uma vez que seus estudos miram em reflexões sobre diferentes pontos de vistas distintos que movem os debates sociais.

Dessas ideias, surgem teorias que embasam o contexto social e político de um país, de uma sociedade e, com a globalização, de todo o mundo. Os principais problemas sociais são parte fundamental dessas reflexões, que são feitas com bases em teorias históricas e usando pontos de vistas éticos, morais e políticos colocados na sociedade.

O filósofo tem diversas maneiras de atuação e sua formação acadêmica pode ser um diferencial para as áreas possíveis de atuação no futuro profissional.

A carreira acadêmica é uma das formas mais populares entre os formados em Filosofia, devido ao interesse desses profissionais em dar aulas sobre o assunto e à necessidade de professores na área. Em escolas do ensino fundamental e, principalmente, ensino médio, há a disciplina de Filosofia.

Já no ensino superior, as principais universidades do Brasil empregam professores e pesquisadores na área para contribuir com estudos relacionados. Nesse caso, os profissionais precisam ter feito um mestrado ou um doutorado.

Outras áreas atraentes para os filósofos são o setor público e organizações não-governamentais (ONGs). Nesses setores, os profissionais se juntam a outras áreas para trabalhar com projetos que envolvam a comunidade.

Muitos filósofos também seguem o mercado editorial como forma de atuar como escritores, com livros que abordam temas estudados. Jornais e revistas também abrem espaço para filósofos, que podem ter artigos de opinião e críticas artísticas, como cinema e literatura.

Mercado de trabalho

A principal demanda de filósofos no mercado de trabalho é mesmo para esses profissionais atuarem como professores do ensino básico público e privado, principalmente com a obrigatoriedade da Filosofia no Ensino Médio. Esse fato aqueceu esse mercado e ainda existe uma carência para essa demanda.

Outra área importante é a pesquisa científica, que recebe filósofos para estudar e discutir temas relacionados geralmente à ética.

Qual o salário de um filósofo?

De acordo com a Pesquisa Salarial da Catho Online, o filósofo tem um salário médio de R$ 2.859,39 por mês no Brasil.

Outro levantamento, este realizado pelo site Salario.com.br, mostra que a remuneração média de um professor de Filosofia do Ensino Médio no país é de R$ 2.487,88 ao mês. Com base em 319 salários registrados no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), essa pesquisa também levantou o piso e o teto salarial para esses professores: R$ 1.789,00 e R$ 6.729,72 por mês, respectivamente.

Curso de Filosofia

O curso de Filosofia é uma graduação que pode ser encontrada em duas formas: bacharelado e licenciatura. A primeira possui um foco maior para a formação voltada para atuação no mercado profissional, principalmente com pesquisas e em ONGs. Já a licenciatura forma professores do ensino básico para dar aulas de Filosofia.

As duas modalidades possuem uma duração média de quatro anos (8 semestres) para que o curso seja finalizado. Apesar de terem o foco do exercício profissional diferente, os dois tipos de curso de Filosofia possuem as matrizes curriculares semelhantes, podendo haver pequenas variações de acordo com a faculdade que oferece o curso.

Veja algumas das principais disciplinas de Filosofia:

  • Antropologia Filosófica
  • Cultura Brasileira
  • Economia e Sustentabilidade
  • Estética e História da Arte
  • Estudos Socioculturais
  • Ética
  • Ética Clássica e Medieval
  • Ética Moderna e Contemporânea
  • Estudo Filosófico do Raciocínio
  • Filosofia na Grécia Antiga
  • Filosofia na Idade Média
  • Filosofia e Educação
  • Filosofia Política
  • Hermenêutica
  • Investigações Filosóficas sobre a Linguagem
  • Pensamento Político
  • Religião
  • Socioeconomia e Geopolítica

O curso pode ser oferecido presencialmente e a distância (EAD).

Onde estudar?

Se você se interessou pela carreira de filósofo, o próximo passo é decidir fazer o curso e escolher em qual faculdade estudar.

É preciso estar atento nesse passo, já que apenas universidades certificadas pelo Ministério da Educação (MEC) podem emitir diplomas válidos. Veja alguns exemplos dessas faculdades certificadas pelo MEC:

As instituições acima recebem estudantes por diversos jeitos, como por meio de programas do governo e bolsas de estudo, que reduzem os valores das mensalidades.

Veja também: Curso de Filosofia

Você acha que tem perfil para ser um filósofo? Conte para a gente o que achou nos comentários abaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin