Saiba como fazer um mestrado em Direito

como fazer um mestrado em direitoO curso de Direito é uma das graduações com o maior número de matriculados no país, de acordo com o Censo da Educação Superior de 2020. Motivos como um mercado de trabalho amplo e bons salários justificam a alta procura para essa área.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

O profissional formado pode seguir carreira na advocacia, pode prestar concursos públicos e também se dedicar à área acadêmica. Mas em meio a tantas possibilidades, após a formatura é importante continuar os estudos para se destacar no mercado de trabalho.

Um dos caminhos é fazer um mestrado. Com essa formação, os profissionais de Direito podem dar aulas em universidades públicas ou privadas e desenvolver pesquisas importantes na área jurídica. Se essa é uma área que você deseja seguir, veja, a seguir, como funciona essa pós-graduação e saiba onde estudar.

Quem pode fazer um mestrado em Direito?

O único pré-requisito para fazer um mestrado em Direito é ter um diploma de graduação. Por isso, qualquer pessoa que tenha concluído a faculdade e tenha interesse na área pode ingressar nessa pós-graduação.

É claro que a maior parte de quem procura por essa formação são profissionais  formados no curso de Direito, mas é comum encontrar graduados em Administração, Ciência Política, Filosofia, Psicologia, Relações Internacionais, Sociologia ou áreas correlatas em sala de aula.

É importante lembrar que o mestrado não dá direito para o profissional advogar. Então, se você deseja seguir carreira na advocacia, saiba que essa formação com certeza vai agregar em seu currículo, mas é necessário ser aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para atuar profissionalmente.

Confira: + 10 áreas do Direito, além da advocacia

Como fazer um mestrado em Direito?

O primeiro passo para ingressar em um mestrado na área do Direito é ter um diploma de graduação em qualquer curso superior. Depois, é pesquisar e escolher qual mestrado e em qual universidade você quer fazer essa formação.

Com tudo isso em mãos, é hora de se candidatar ao processo seletivo da instituição de ensino superior desejada. Os editais variam conforme cada universidade, mas de forma geral os candidatos precisam enviar um projeto de pesquisa, fazer uma prova, enviar o currículo lattes para avaliação e participar de uma entrevista.

Por isso é muito importante ler atentamente o edital do programa de mestrado, porque é por meio dele que você terá acesso a todas as informações importantes de cada etapa, saberá qual é a documentação necessária para se candidatar e ter acesso ao cronograma com todas as datas.

Saiba mais: + 10 profissões em alta em Direito

Como funciona o mestrado em Direito?

como fazer um mestrado em direitoO mestrado é uma pós-graduação stricto sensu, isso significa que além de aprofundar seus conhecimentos em uma determinada área, essa formação é voltada também para a pesquisa científica e para a formação de professores. 

Assim como em outras áreas, o mestrado em Direito pode ser do tipo acadêmico ou profissionalizante. Em ambos, a proposta é refletir e investigar problemas da área, mas o profissional é mais focado na prática e na realidade do mercado de trabalho.

Apesar de não existir graduação de Direito a distância, é possível fazer o mestrado nessa modalidade. Então, você pode escolher o EaD ou o presencial para se formar, dependendo do seu perfil e de seus objetivos.

Quanto tempo dura o mestrado em Direito?

O mestrado em Direito tem a duração de 2 anos. Para obter o título de mestre, além de ser aprovado nas disciplinas do curso, o estudante precisa desenvolver uma dissertação, sob orientação de um docente, e apresentar para uma banca avaliadora.

Quanto custa um mestrado em Direito?

As mensalidades variam conforme o curso, a instituição de ensino superior escolhida e a modalidade de ensino, presencial ou a distância. Para se ter uma ideia, é possível encontrar um mestrado em Direito a partir de R$623 na plataforma de bolsas de estudo Quero Bolsa.

Cursos de mestrado em Direito

A área do Direito é ampla, por isso existem várias opções de cursos de mestrado. O importante é escolher aquele que você deseja aprofundar seus conhecimentos e que vai agregar em sua formação profissional. Conheça algumas opções:

  1. Mestrado em Constituição e Democracia
  2. Mestrado em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável
  3. Mestrado em Direito Civil
  4. Mestrado em Direito e Empreendimento
  5. Mestrado em Direito e Gestão de Conflitos
  6. Mestrado em Direito da Saúde: Dimensões Individuais e Coletivas
  7. Mestrado em Direito Penal
  8. Mestrado em Direito e Políticas Públicas
  9. Mestrado em Direito Público
  10. Mestrado em Direitos Sociais e Processos Reivindicatórios
  11. Mestrado em Direito Tributário
  12. Mestrado em Poder, Cidadania e Desenvolvimento no Estado Democrático de Direito
  13. Mestrado em Direito nas Relações Econômicas e Sociais
  14. Mestrado em Sistema Constitucional de Garantia de Direitos
  15. Mestrado em Teoria e Filosofia do Direito

Vantagens de fazer um mestrado em Direito

Fazer um mestrado é uma boa oportunidade para quem deseja melhorar o currículo e ocupar melhores cargos no mercado de trabalho. Isso porque, ao escolher uma área, o estudante terá contato com disciplinas específicas e se tornará uma referência no mercado de trabalho.

Uma das vantagens é a duração do curso que é considerada curta. Como você viu, essa formação  tem a duração de 2 anos, então rapidamente você poderá obter seu título de mestre.

Um outro ponto positivo é que o mestrado pode ajudar na aprovação em concurso público. Isso porque algumas bancas dão pontos extras para os candidatos que possuem o título de mestre.

Onde fazer mestrado em Direito?

O primeiro passo é escolher uma instituição de ensino superior que tenha autorização do Ministério da Educação (MEC) para ofertar o mestrado em Direito, essa é garantia de que sua formação será válida no mercado de trabalho. Além disso, é importante saber se a instituição é bem avaliada tanto pelo MEC quanto por outros alunos.

Diversas faculdades, tanto públicas quanto privadas, oferecem mestrado profissional e acadêmico em Direito, como a Fundação Getúlio Vargas (FGV), Pontifícia Universidade de São Paulo (PUC-SP) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Mas também existem outras universidades que oferecem a pós-graduação em Direito e que possuem condições especiais nas mensalidades como bolsas de estudo. Confira algumas opções:

Leia também: + Confira 5 dúvidas frequentes da área de Direito

+ 10 livros para estudantes de Direito ter em casa

Quem pode fazer um mestrado em Direito?

O único pré-requisito para fazer um mestrado em Direito é ter um diploma de graduação. Por isso, qualquer pessoa que tenha concluído a faculdade e tenha interesse na área pode ingressar na pós-graduação.

Como fazer um mestrado em Direito?

Os editais variam conforme a universidade, mas de forma geral os candidatos precisam enviar um projeto de pesquisa, fazer uma prova, enviar o currículo lattes para avaliação e participar de uma entrevista.

Como funciona o mestrado em Direito?

Assim como em outras áreas, o mestrado em Direito pode ser do tipo acadêmico ou profissionalizante. Em ambos, a proposta é refletir e investigar problemas da área, mas o profissional é mais focado na prática e na realidade do mercado de trabalho.

Vantagens de fazer um mestrado em Direito

Fazer um mestrado é uma boa oportunidade para quem deseja melhorar o currículo e ocupar melhores cargos no mercado de trabalho. Isso porque, ao escolher uma área, o estudante terá contato com disciplinas específicas e se tornará uma referência no mercado de trabalho.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin