Como conseguir uma bolsa para cursos técnicos

Em tempos de crise como os que estamos enfrentando, a busca por bolsa para cursos técnicos aumenta de forma exponencial. Conhecidos por proporcionarem rápida preparação para o mercado de trabalho, estes cursos são uma ótima opção de especialização para quem está fora do mercado há algum tempo ou deseja aproveitar os três últimos anos de ensino básico para aprender, também, uma profissão.

Disponíveis em instituições públicas e privadas, os cursos chamam a atenção até mesmo de quem sonha em entrar no Ensino Superior, pela possibilidade de ingressar em uma profissão com mais facilidade.

Se você está em busca de uma bolsa para curso técnico, continue lendo este artigo, pois preparamos um guia completo sobre o assunto. Veja só!

O que é curso técnico?

Compreendido entre o Ensino Médio e o Ensino Superior, o curso técnico nada mais é que uma especialização de curta duração que capacita estudantes para o mercado de trabalho de forma rápida e eficiente sem a necessidade de ingresso em uma faculdade.

Mas será que isso quer dizer que quem possui formação técnica não precisa de graduação? A resposta é: depende do foco do estudante.

Ambas as modalidades de ensino possuem propósitos diferentes. Quem deseja ingressar rapidamente no mercado de trabalho e ter experiência prática, tende a optar pelo ensino técnico. Já quem deseja se aprofundar no meio acadêmico, fazendo bacharelado ou licenciatura e, futuramente, uma pós-graduação ou mestrado, deve optar pela graduação por conta da base teórica que ela tem a oferecer.

Quais são os tipos de curso técnico?

No Brasil existem 3 modalidades que podem ser encontradas em Institutos públicos e privados, e oferecem bolsas para cursos técnicos de até 100%. A seguir explicaremos um pouco mais sobre cada modalidade para que você possa decidir qual tipo de curso técnico é mais adequado a você. 

Curso técnico integrado

Como o nome já diz, o curso técnico integrado alia disciplinas do Ensino Médio às do Ensino Técnico na mesma instituição. Os dois cursos ocorrem simultaneamente, portanto, na maioria das vezes os alunos que optam pelo curso técnico integrado estudam em horário integral.

Assim, ao longo dos três anos, além de cumprir as disciplinas do ensino básico, o aluno terá acesso a aulas profissionalizantes que o permitirão entrar no mercado de trabalho assim que tiver o diploma em mãos.

Curso técnico com concomitância externa

Diferente do curso técnico integrado, onde ambos os cursos são oferecidos pela mesma instituição. No curso técnico com concomitância externa, o aluno cursa as matérias do Ensino Médio em um turno na escola, e no turno oposto realiza o curso técnico em outra instituição.

Como na modalidade anterior, os cursos também ocorrem simultaneamente e capacitam o aluno a exercer uma profissão após a formatura. A única diferença é que não são oferecidos pela mesma instituição.

Curso técnico subsequente

Diferente das outras duas modalidades nas quais Ensino Médio e Técnico caminham juntos ano a ano, o curso técnico subsequente ocorre logo após a conclusão do Ensino Médio.

Também conhecido como curso profissionalizante, a modalidade é muito procurada por jovens e adultos que já possuem o diploma do Ensino Médio e estão em busca de uma especialização rápida que os capacite a ingressar no mercado de trabalho.

Como conseguir uma bolsa para curso técnico?

Atualmente existem diversas formas de conseguir uma bolsa para curso técnico e cada instituição ou programa do governo oferece regras próprias. Para conseguir bolsa integral em Escolas Técnicas Estaduais ou Federais, é preciso fazer um vestibulinho – prova vestibular de nível fundamental. A seleção é feita de acordo com a nota do aluno e a quantidade de vagas disponíveis.

Também é possível tentar uma vaga para curso técnico em instituições como SENAC, SENAI, SENAR, SENAT através do Pronatec. Neste programa são priorizados os candidatos de baixa renda, desempregados, estudantes de escolas públicas ou bolsistas integrais em escolas particulares, além de candidatos de ações afirmativas, como indígenas e quilombolas. Basta acessar o portal de uma dessas instituições e aguardar a seleção, que ocorre ao longo de todo o ano.

Outra opção é se inscrever no Sisutec. Este programa do governo foi criado em 2013 para complementar o Pronatec e oferece bolsas em escolas técnicas públicas e privadas, mediante apresentação da nota do Enem.

Mas se você ainda não fez o Enem e nem se enquadra no perfil para uma bolsa integral, por que não tentar uma bolsa parcial em uma escola privada? No portal do Guia da Carreira você encontra diversas escolas técnicas privadas certificadas pelo MEC e que oferecem descontos de até 75% no valor total do curso, com mensalidades que cabem no seu bolso.

Quais são os cursos técnicos disponíveis no Brasil?

O Ministério da Educação dispõe de uma infinidade de cursos técnicos, os quais podem ser consultados no portal do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT). Neste catálogo, os cursos ofertados são categorizados em 13 Eixos Tecnológicos. Cabe ao estudante decidir em qual deles deseja se profissionalizar. Veja a seguir alguns exemplos de cursos que correspondem a cada um dos eixos:

Ambiente e Saúde

  • Enfermagem
  • Estética
  • Controle Ambiental

Controle e Processos Industriais

  • Metalurgia
  • Eletromecânica
  • Mecatrônica

Desenvolvimento Educacional e Social

  • Biblioteconomia
  • Tradução e Interpretação de Libras
  • Alimentação Escolar

Gestão e Negócios

  • Administração
  • Recursos Humanos
  • Marketing

Informação e Comunicação

  • Desenvolvimento de Sistemas
  • Programação de Jogos Digitais
  • Computação Gráfica

Infraestrutura

  • Edificações
  • Saneamento
  • Agrimensura

Militar

  • Bombeiro Aeronáutico
  • Controle de Tráfego Aéreo
  • Material Bélico

Produção Alimentícia

  • Agroindústria
  • Panificação
  • Alimentos

Produção Cultural e Design

  • Publicidade
  • Design de Joias
  • Produção de Áudio e Vídeo

Produção Industrial

  • Biotecnologia
  • Planejamento e Controle da Produção
  • Construção Naval

Recursos Naturais

  • Agropecuária 
  • Geologia
  • Agroecologia

Segurança

  • Defesa Civil
  • Prevenção e Combate a Incêndio
  • Segurança do Trabalho

Turismo, Hospitalidade e Lazer

  • Técnico em Eventos
  • Técnico em Guia de Turismo
  • Técnico em Gastronomia

Viu só quantas opções de carreira você pode seguir? Seja para conseguir um emprego de forma rápida ou chegar na graduação com os conhecimentos básicos da profissão na ponta da língua, os cursos profissionalizantes são uma excelente experiência para se ter no currículo.

Caso você esteja pensando em ingressar no Ensino Superior, certifique-se de que o curso escolhido possui a autorização e reconhecimento do Ministério da Educação (MEC). Confira algumas opções de instituições que oferecem cursos de nível superior autorizados e reconhecidos pelo MEC:

Veja também:
Descubra quais os cursos técnicos mais valorizados
Conheça os 10 cursos técnicos com maiores salários

Já escolheu qual curso tem a ver com você? Compartilhe com a gente nos comentários abaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin
Descubra a faculdade certa para você!