dcsimg

Técnico em Edificações: saiba como é e onde fazer

Descubra agora mesmo como entrar na área de Edificações e conheça, além do curso técnico, opções que vão oferecer oportunidades de carreira ainda melhores!

O setor de construção civil, que emprega técnicos em edificações, deve oferecer cerca de 3 milhões de novos empregos nos próximos anos. O levantamento, feito pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), aponta um caminho para lá de promissor para quem se dedicar a essa área.

Mas você sabe como funciona a formação do técnico em Edificações? Quanto tempo dura? Onde encontrar?

Vamos responder a tudo isso a seguir e de quebra ainda vamos contar o que você pode fazer para turbinar ainda mais a sua carreira.

Fique ligado!

O curso técnico em Edificações

O curso técnico em Edificações dura em média dois anos.

Pode entrar no curso quem já concluiu ou está cursando o ensino médio.

Ao final do curso, após cumprir o período de estágio e concluir toda a carga horária com nota suficiente, o aluno recebe um certificado e pode, então, fazer seu registro profissional no Conselho Regional de Técnicos Industriais correspondente ao seu estado para poder começar a trabalhar.

Vale lembrar que essa é uma formação de nível médio, e não superior.

O que se estuda no curso técnico em Edificações

O currículo de Edificações pode variar entre as instituições que oferecem o curso. Mesmo com todas essas variações, a formação segue uma base comum.

Para você ter uma ideia, trazemos aqui um exemplo das disciplinas oferecidas:

  • Comunicação e Redação Técnica
  • Desenho Técnico de Edificações
  • Documentação Técnica e Legalização de Projetos
  • Fundamentos de Qualidade, Saúde, Meio Ambiente e Segurança
  • Fundamentos para Construção de Edifícios
  • Gestão de Pessoas
  • Introdução à Leitura e Interpretação de Projetos
  • Logística de Canteiro e Gestão Ambiental
  • Materiais e Ensaios Tecnológicos
  • Mecânica dos Solos
  • Orçamento de Obras
  • Planejamento e Gestão da Produção
  • Pré-Projeto I
  • Pré-Projeto II
  • Processos Construtivos
  • Projeto Arquitetônico
  • Projeto de Estruturas
  • Projeto de Instalações
  • Projeto de Pesquisa e Inovação
  • Projeto Executivo
  • Topografia

O que faz um técnico em Edificações

Pelas disciplinas oferecidas no curso a gente já pode ter uma ideia da área de atuação desse profissional. Acontece que o papel do técnico em edificações pode se expandir para além do canteiro de obras.

De acordo com o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNTC), elaborado pelo Ministério da Educação (MEC), quem conclui o curso técnico em Edificações pode realizar atividades como:

  • Desenvolvimento e execução de projetos de edificações.
  • Planejamento da execução e elaboração de orçamento de obras.
  • Desenvolvimento de projetos e pesquisas tecnológicas na área de edificações.
  • Coordenação da execução de serviços de manutenção de equipamentos e de instalações em edificações.

É um profissional que vai atuar lado a lado com Engenheiros, Arquitetos, Eletricistas, etc. e também com o pessoal que executa a obra, participando de várias etapas de uma construção.

Entre as ocupações que pode exercer, destacamos:

  • Técnico de obras civis
  • Desenhista técnico
  • Desenhista detalhista
  • Desenhista técnico (arquitetura).
  • Desenhista técnico (cartografia).
  • Desenhista técnico (construção civil).
  • Desenhista técnico (instalações hidrossanitárias).

Onde um técnico em Edificações pode trabalhar

O técnico em edificações vai encontrar um mercado amplo, com diversas oportunidades de atuação.

Os principais empregadores são:

  • Empresas de construção civil
  • Escritórios de projetos e de construção civil
  • Canteiros de obras
  • Laboratórios de pesquisa e desenvolvimento

E aqui vem o grande pulo do gato. O técnico em edificações pode trabalhar como autônomo, já que por lei pode assinar pequenos projetos de construção civil e ser responsável por instalações na obra.

Caso opte por uma especialização de nível técnico, pode ainda atuar com restauração e conservação de edificações, geoprocessamento, maquetes eletrônicas e modelagem de informação da construção (BIM).

Só que as possibilidades não param por aqui. Se você tem paixão pela área, vale muito a pena conhecer as opções de formação de nível superior.

Há pelo menos dois caminhos a seguir: o de cursos de tecnologia, mais curtos e focados no mercado de trabalho, e o dos bacharelados, cursos que duram 4 ou 5 anos e ampliam ainda mais as possibilidades de trabalho (e de remuneração!).

Olha só os caminhos que você pode seguir:

Cursos de tecnologia/tecnólogo que têm a ver com Edificações:

  • Agrimensura
  • Construção de Edifícios
  • Controle de Obras
  • Materiais de Construção
  • Estradas
  • Saneamento Ambiental
  • Obras Hidráulicas

Bacharelados que têm a ver com Edificações:

  • Arquitetura e Urbanismo
  • Engenharia Civil
  • Engenharia Elétrica
  • Engenharia Ambiental

Curso técnico em Edificações ou faculdade na área. O que é melhor?

Com tanta opção de formação, é natural bater aquela dúvida: melhor fazer o curso técnico ou o superior?

É claro que só você sabe o que é melhor para a sua realidade e necessidade. Mas a gente dá uma forcinha com algumas informações relevantes.

A primeira delas é que o curso técnico abre portas e é, sim, uma forma rápida de entrar no mercado de trabalho.

No entanto, se você já concluiu o ensino médio e se interessou por algum dos temas de cursos superiores, vale a pena pesquisar mais e, se possível, buscar uma formação que vai garantir uma atuação mais ampla, com cargos mais interessantes, responsabilidades maiores e remuneração mais alta.

Os cursos de tecnólogo, por exemplo, duram em média dois anos também e podem abrir muito mais portas para você.

Onde estudar

Você vai encontrar o curso técnico em Edificações em institutos federais de educação, escolas técnicas e instituições como o Senai.

Os cursos superiores na área de construção civil, por outro lado, podem ser encontrados em um número gigantesco de faculdades por todo o Brasil.

O cuidado que você deve ter aqui é sempre verificar se a instituição é reconhecida e bem avaliada pelo Ministério da Educação (MEC). A gente separou algumas boas opções para você consultar. E quer saber o melhor? Todas elas têm programas de bolsas de estudos, convênios, descontos e financiamento sem burocracia.

Vale a pena conhecer:

Veja também:

Descubra quais são os melhores cursos técnicos 

Vai fazer o técnico em Edificações ou vai apostar num curso superior? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin