dcsimg

Descubra quantos anos leva a faculdade de Medicina

Está pensando em fazer Medicina? Saiba em quanto tempo você pode se formar e começar sua carreira!

O curso de Medicina continua sendo um dos mais procurados no Brasil. Não é para menos: com a garantia de emprego em prefeituras, clínicas e consultórios somada aos altos e atrativos salários, muitos sonham em vestir o jaleco branco.

Essa paixão pela área da saúde intensificada pela influência de seriados como Grey’s Anatomy, House, Pure Genius e Chicago Med, faz com que milhares de estudantes se debrucem sobre livros e cadernos e lotem salas de aula, dedicando-se aos estudos para concorrer a uma das disputadas vagas para o curso de Medicina.

No entanto, é preciso ter em mente que se tornar um bom médico requer alguns anos de estudo e é sobre isso que falaremos neste texto.

Duração do curso de Medicina

A graduação em Medicina é a com maior duração entre as diversas opções disponíveis no Brasil. Via de regra, para se formar, é preciso estudar por no mínimo 6 anos na universidade.

Esse tempo todo é resultado da exigência do Ministério da Educação (MEC), que especifica a duração e a grade curricular obrigatória de todos os cursos superiores do Brasil. Para a Medicina, a carga horária mínima determinada é de 7200 horas, que podem ser distribuídas em 6 anos ou até mais em algumas universidades brasileiras.

Durante esse tempo, o curso funciona em período integral, com aulas que se alternam entre manhã e tarde, com alguma possibilidade de ocorrerem também à noite.

É por esse motivo que a faculdade de Medicina é considerada uma das mais “puxadas”, uma vez que conciliar trabalho e estudos diante de uma carga horária tão intensa é difícil. A faculdade de Medicina exige dedicação total: quando o futuro médico não estiver em sala de aula, provavelmente precisará estudar para provas ou fazer trabalhos acadêmicos.

As fases do curso de Medicina

O profissional formado em Medicina precisa ter uma base teórica de conteúdos da área biológica, um bom nível de conhecimento da área médica (doenças, tratamentos, medicamentos) e domínio da prática (relação direta com os pacientes).

Tendo isso em vista, a faculdade de Medicina normalmente é estruturada de modo que o aluno possa desenvolver todas essas habilidades. Por isso, o curso pode ser dividido em três fases, que você poderá compreender melhor a seguir:

Ciclo básico (1º e 2º anos)

Nesses dois primeiros anos do curso, o objetivo das aulas e estudos é levar os alunos a adquirirem os conhecimentos essenciais para atuar em uma profissão da área de Ciências Biológicas. Por isso, precisam conhecer detalhadamente o corpo humano e seu funcionamento bioquímico.

Assim, as disciplinas mais importantes desse momento inicial são:

  • Anatomia
  • Biofísica
  • Biologia
  • Bioquímica
  • Embriologia
  • Farmacologia
  • Fisiologia
  • Genética
  • Histologia
  • Imunologia
  • Microbiologia
  • Patologia

Ciclo clínico (3º e 4º anos)

A partir do terceiro ano, os alunos passam a ter como foco a assimilação de conhecimentos da área médica. Assim, vão estudar as diversas famílias de doenças, sua evolução, os efeitos no corpo humano e também as melhores maneiras de tratá-las e preveni-las.

Durante essa etapa clínica, os estudantes começam a desempenhar mais atividades práticas e têm contato com pacientes. Eles aprendem a realizar diversos tipos de exames e a analisar seus resultados. As aulas acontecem nos consultórios e ambulatórios dos hospitais-escolas.

As principais disciplinas estudadas durante essa fase são:

  • Epidemiologia
  • Semiologia
  • Propedêutica
  • Aulas e estágios das diversas áreas médicas (especialidades)

Ciclo do internato (5º e 6º anos)

Durante o internato, o aluno passa a maior parte do tempo em hospitais sempre com a supervisão de profissionais já formados fazendo plantões e escalas em todas as especialidades médicas. A rotina é bem puxada: os internos atendem pacientes, acompanham a evolução de seu quadro clínico, auxiliam cirurgiões e realizam partos e plantões em pronto-socorros.

Após a conclusão do período de internato, o graduado é registrado no Conselho Regional de Medicina e se forma com o título de médico generalista, comumente chamado de clínico geral.

A especialização em Medicina

Depois desses 6 anos de estudo, o formando já pode atuar no mercado de trabalho, seja em clínica própria ou em hospitais, com o título de clínico geral.

Contudo, a maioria dos formandos opta por continuar a jornada de estudos para se tornar um especialista em uma área médica. Por exemplo: ortopedista, ginecologista, gastroenterologista, cirurgião geral ou oncologista.

São mais de 50 especialidades existentes nessa área. Para se formar, será preciso encarar pelo menos mais dois anos de residência médica. A duração varia de acordo com a atividade escolhida — algumas podem durar até quatro anos.

Conheça algumas das especializações mais comuns da carreira:

  • Anestesiologia
  • Cardiologia
  • Cirurgia Geral
  • Cirurgia Plástica
  • Clínica Médica
  • Dermatologia
  • Ginecologia e Obstetrícia
  • Medicina do Trabalho
  • Medicina Intensiva
  • Oftalmologia
  • Ortopedia e Traumatologia
  • Otorrinolaringologia
  • Pediatria
  • Psiquiatria
  • Radiologia e Diagnóstico por Imagem

Onde estudar Medicina

Agora que você já sabe quanto tempo leva para ter o diploma de médico e quais são as etapas da graduação, precisa escolher as faculdades para prestar vestibular.

Existem as universidades públicas e as particulares, sendo todas elas consideradas de qualidade. Estudar sem pagar nada com certeza é a melhor opção, mas nem sempre isso é possível devido à grande concorrência.

Por isso, separamos aqui algumas universidades que oferecem o curso de Medicina e já são reconhecidas pelo MEC como instituições bem avaliadas e comprometidas com uma boa formação para seus alunos. Vale a pena conhecê-las:

Apesar de serem particulares, todas elas participam de iniciativas como o ProUni (com bolsas de estudos) e o Fies (financiamento estudantil do governo federal), além de terem seus próprios programas de descontos e financiamentos, o que pode ser uma mão na roda para quem não tem como arcar integralmente com as mensalidades do curso.

Veja também:

O que se estuda em Medicina?

Quanto ganha um médico?

Seu sonho sempre foi fazer uma faculdade de Medicina? Compartilhe um pouco da sua história deixando um comentário logo abaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin