dcsimg

Descubra quanto tempo dura a faculdade de Psicologia

Está pensando em estudar Psicologia? Saiba quanto tempo você terá que investir para se formar e entrar no mercado de trabalho!

O psicólogo estuda a mente humana e o comportamento de indivíduos e grupos, buscando soluções para desequilíbrios emocionais, distúrbios de personalidade e doenças mentais.

O curso está entre os mais procurados entre os estudantes brasileiros, mais precisamente em sétimo lugar no ranking de alunos matriculados, com mais de 235 mil universitários inscritos (dados do último Censo da Educação Superior).

Um dos motivos para tanta procura é a chance de construir uma bela carreira: o profissional encontra amplas possibilidades de colocação profissional e a chance de alcançar bons salários.

Descubra agora mesmo quanto tempo dura o curso de Psicologia, quais são as etapas da faculdade, como está o mercado de trabalho e onde você pode estudar com qualidade reconhecida pelo MEC!

Qual a duração da faculdade de Psicologia?

De acordo com as diretrizes do Ministério da Educação (MEC) – órgão que regulamenta os cursos superiores no Brasil – a graduação em Psicologia deve cumprir uma carga horária de 4.000 horas, divididas em pelo menos cinco anos de estudos.

Essa normativa deve ser obedecida à risca pelas faculdades. Por isso, se você encontrar um curso superior de Psicologia prometendo diploma em menos tempo, desconfie! Provavelmente ele não conta com o aval do MEC para funcionar. E, sem o credenciamento do Ministério, o diploma não tem validade.

Dessas 4.000 horas, pelo menos 20% devem ser reservadas para os estágios curriculares obrigatórios, que podem ocorrer em instituições de saúde, empresas ou ainda no ambiente escolar, dependendo do grau do curso – bacharelado ou licenciatura.

A maioria dos cursos de Psicologia no Brasil é oferecida no grau de bacharelado, que forma psicólogos para atuar em consultórios, clínicas, hospitais e empresas, ou ainda em pesquisas e no ensino acadêmico superior.

Mas existem também algumas opções de licenciatura em Psicologia. Esses cursos preparam o profissional para a área educacional, onde ele poderá atuar como professor no ensino fundamental e médio, como coordenador pedagógico ou na preparação de metodologias de ensino e materiais didáticos.

Faculdades de Psicologia reconhecidas pelo MEC

Há centenas de faculdades no Brasil que oferecem o curso de Psicologia, tanto no grau de bacharelado como no de licenciatura. E todas elas são presenciais, já que o MEC ainda não autorizou nenhum curso de Psicologia a distância.

Separamos para você algumas opções de universidades que receberam pontuações positivas do MEC e que oferecem graduação em Psicologia:

Todas as instituições da lista acima oferecem facilidades de pagamento. As opções vão desde programas do governo federal (ProUni, FIES), até parcelamento das mensalidades, passando por bolsas de estudos de até 70%, descontos e convênios.

O que se estuda na faculdade de Psicologia?

A maioria dos cursos de Psicologia segue uma grade curricular básica, embora a sequência e os nomes das disciplinas possam variar de acordo com a instituição.

O aluno começa a graduação entrando em contato com matérias que fornecem a base teórica necessária para a sequência do curso.

Nos dois primeiros anos, algumas das disciplinas fundamentais mais comuns são:

  • Filosofia
  • História da Psicologia
  • Introdução à Psicologia
  • Fundamentos da Psicologia da Saúde
  • Fundamentos das Ciências Sociais
  • Fundamentos Epistêmicos da Psicologia
  • Fundamentos de Neuroanatomia
  • Teorias e Sistemas Psicológicos

Nesta etapa, o estudante já começa a ver também alguns assuntos mais aprofundados, como por exemplo:

  • Análise Experimental do Comportamento
  • Desenvolvimento da Idade Adulta e Terceira Idade
  • Desenvolvimento da Infância e Adolescência
  • Métodos de Observação em Psicologia
  • Psicofisiologia
  • Psicologia da Aprendizagem e da Memória
  • Psicologia da Motivação e Emoção
  • Psicologia da Percepção
  • Psicologia da Personalidade
  • Teorias e Sistemas Psicológicos

Nos dois anos seguintes, continuam as matérias específicas sobre os vários aspectos da Psicologia, como:

  • Psicologia Comunitária
  • Psicologia e Saúde da Família
  • Psicologia e Saúde Mental
  • Psicologia da Pessoa com Necessidades Especiais
  • Psicologia do Pensamento e da Linguagem
  • Psicologia em Instituições de Saúde
  • Psicologia Escolar
  • Psicologia Hospitalar
  • Psicologia nas Organizações
  • Psicologia Organizacional e do Trabalho
  • Psicologia Social
  • Psicopatologia

E já começam as disciplinas com um enfoque mais prático. Algumas delas são:

  • Clínica Psicanalítica
  • Gestalt Terapia
  • Psicodiagnóstico
  • Técnicas de Exame Psicológico
  • Teorias e Técnicas Psicoterápicas
  • Terapia Cognitiva Comportamental
  • Terapia Existencial e Humanista

O último ano geralmente é reservado para os Estágios Supervisionados Obrigatórios. Neles, os estudantes costumam passar por setores variados da profissão, dentro de hospitais e clínicas.

Os semestres finais também são dedicados ao Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). O aluno desenvolve o TCC com a orientação de um ou mais professores, e tem que apresentar o resultado perante uma banca examinadora.

Como está o mercado de trabalho para o Psicólogo?

O campo de atuação para o psicólogo pode ser considerado bom. Um dos motivos é a grande variedade de instituições em que ele pode atuar.

Além de hospitais, clínicas e consultórios, cada vez mais empresas de médio e grande porte dos mais diferentes setores vêm mantendo psicólogos em seus quadros, principalmente no setor de Recursos Humanos, onde o profissional pode trabalhar em atividades como recrutamento e seleção e aconselhamento de carreira.

Ainda dentro das empresas, o psicólogo pode atuar nas equipes que desenvolvem campanhas de marketing, em que os conhecimentos de psicologia social e psicologia do consumidor podem ser decisivos.

O campo se abre mais ainda se pensamos que os psicólogos costumam estar presentes também em equipes esportivas e no trabalho com atletas que participam de competições de alto nível.

Outro campo mais recente é o das empresas de tecnologia, nas quais as orientações dos psicólogos quanto ao comportamento do consumidor se destacam na criação de novas interfaces, aplicativos e produtos.

Para que você tenha uma ideia das possibilidades de trabalho do psicólogo, dê uma olhada na lista de especializações relacionadas pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP):

  • Psicologia Escolar/Educacional
  • Psicologia Organizacional e do Trabalho
  • Psicologia de Trânsito
  • Psicologia Jurídica
  • Psicologia do Esporte
  • Psicologia Clínica
  • Psicologia Hospitalar
  • Psicopedagogia
  • Psicomotricidade
  • Psicologia Social
  • Neuropsicologia
  • Psicologia em Saúde

Veja também:

Quanto ganha um psicólogo?

E aí, vale a pena investir esse tempo para se formar em Psicologia? Já sabe em qual faculdade quer estudar? Conte tudo aqui para a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin