dcsimg

Descubra como tentar bolsas de estudo 100% gratuitas

Você pode estudar de graça se tentar as bolsas de estudo que são oferecidas em muitas faculdades de todo o Brasil. Saiba mais!

Ter um curso superior já foi um sonho difícil de se alcançar, mas hoje essa realidade mudou. Além das disputadíssimas vagas em universidades públicas, as universidades privadas, em parceria com o governo federal, têm aberto suas portas para novos alunos todos os anos, com bolsas de estudo 100% gratuitas.

Você vai conhecer hoje, programas como o Sisu e o ProUni, que são subsidiados pelo governo, e que apresentam diferentes exigências para o seu ingresso. Existe também a possibilidade de entrar direto em uma faculdade particular e não pagar nada, isso acontece pelo chamado ingresso direto. 

Concorrer a essas vagas não é complicado: basta se encaixar nos requisitos que são exigidos e conhecer como funciona cada processo seletivo. Então, para tirar todas as suas dúvidas sobre como conseguir uma bolsa de estudos integral, leia este artigo até o final!

Como tentar bolsas de estudos 100% pelo Sisu

A sigla Sisu significa Sistema de Seleção Unificada, ou seja, é o processo seletivo que unifica e distribui vagas em muitas universidades públicas de nosso país.

O Sisu acontece duas vezes ao ano, no início do primeiro e do segundo semestre. Nessa modalidade, o ensino é totalmente gratuito e as exigências para concorrer a uma vaga são:

  • Ter realizado a prova do Enem do ano anterior à seleção
  • Ter nota igual ou superior a 450 pontos no Enem
  • Não ter zerado a redação do Enem
  • Optar por uma categoria de concorrência: ampla concorrência ou cotas sociais

A seleção acontece de forma totalmente on-line, no sistema do Sisu, e dura 4 dias. Durante esse período, boletins com os resultados parciais são divulgados e é possível mudar as opções de curso e instituição quantas vezes você quiser.

Algumas universidades públicas que não aderiram ao sistema fazem os seus próprios vestibulares, e, mesmo no Sisu, alguns cursos podem atribuir pesos diferentes a cada área do conhecimento, o que torna essas vagas bastante concorridas. 

Pensando nessa dificuldade de acesso a quem mais precisa, foram criados os sistemas de cotas e outras políticas públicas de incentivo à educação superior, como o ProUni, que falaremos a seguir.

Como tentar bolsas de estudos 100% pelo ProUni

As bolsas do ProUni são destinadas a estudantes de baixa renda e professores que atuam na rede pública, que não teriam condições de pagar as mensalidades em uma faculdade particular. 

O programa oferece o subsídio parcial (50%) ou total (100%) mediante processo seletivo que leva em consideração o seguinte:

  • Nota do Enem com pontuação igual ou superior a 450 nas provas objetivas.
  • Nota acima de zero na redação do Enem.
  • Ter estudado todo o ensino médio em escola pública.
  • Ter estudado todo o ensino médio em escola particular como bolsista integral.
  • Ter estudado durante o ensino médio em escola pública e particular, sendo bolsista integral na particular. 
  • Comprovação de renda máxima familiar de até 1,5 salários mínimos por membro da casa.
  • Ser professor de escola pública, em exercício do magistério na educação básica.
  • Comprovação de condições socioeconômicas, deficiência ou raça para cotas especiais. 

Ao entrar no sistema, o candidato precisa informar o número da inscrição e a senha cadastrada no sistema do Enem no ano anterior, lembrando que não são válidas as notas de outras edições do Enem.

Como o processo seletivo acontece duas vezes ao ano, no início do primeiro e do segundo semestre, é possível concorrer mais de uma vez com essa pontuação.

Para saber quais instituições e quais vagas estarão disponíveis a cada seleção, é preciso aguardar o período de inscrições. Assim como o Sisu, todo processo acontece de maneira on-line e os candidatos podem alterar suas opções conforme são divulgados os boletins diários. 

Como tentar bolsas de estudos 100% por ingresso direto

O que muitas pessoas não sabem é que algumas faculdades particulares também oferecem bolsas que podem chegar a 100% de suas mensalidades.

Os processos seletivos variam de acordo com a instituição, assim como os méritos para consegui-las. No entanto, esses processos costumam ser mais simples e exigir menos dos candidatos.

A nota do Enem garante o ingresso direto, sem outras provas e vestibulares. Quem pretende tentar uma vaga precisa:

  • Ter feito o Enem em qualquer edição, desde 2010
  • Ter a nota das provas objetivas igual ou superior a 300 pontos
  • Não ter zerado na redação

Não é necessário comprovar renda, nem outros dados socioeconômicos. Essas bolsas de estudo são liberadas de acordo com a disponibilidade de cada instituição.

Já que a nota do Enem é o critério de seleção na maioria dos casos, tente caprichar na prova e fazer alguns pontinhos a mais para se destacar! 

As instituições particulares também oferecem bolsas e descontos. Alguns fixos, como o desconto em todas as mensalidades, ou a oportunidade de descontos para quem paga suas parcelas até o quinto dia útil de cada mês. 

Então, ao procurar um curso superior, pesquise todas as faculdades e verifique as possibilidades de pagamento que não pesem no seu bolso!

Onde estudar com bolsas de estudo 100% gratuitas?

Se nesse ano ainda não foi possível conseguir uma bolsa pelo Sisu e pelo ProUni, busque as vagas em faculdades particulares que dão oportunidades de ingresso direto.

Para você não dizer que conseguir bolsas 100% é impossível, dê uma checada nos sites das seguintes faculdades:

Todas elas são certificadas pelo MEC e seus diplomas são válidos em todo território nacional. 

Além disso, são tantas as opções de cursos presenciais e a distância que você certamente vai se animar e começar a estudar ainda neste semestre!

Veja também:

É possível conseguir uma bolsa de estudos para o EAD?

Conheça as melhores bolsas de estudo para 2020

Como está a situação por aí? Todo mundo apertado, não é mesmo? Comente aqui se você vai tentar alguma bolsa de estudos esse ano!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin