dcsimg

Bolsas de Estudos: Entenda como ter uma e comece a faculdade

É possível cursar uma faculdade mesmo estando com o orçamento apertado? Claro! Várias instituições de ensino superior no Brasil oferecem programas de bolsas de estudos, bem como auxílio.

Além das próprias instituições de ensino, também há entidades privadas e públicas que concedem bolsas e ajuda de custo em diferentes modalidades.

Existem bolsas integrais (que pagam 100% da mensalidade) e bolsas parciais (que bancam parte dos custos), além de programas de auxílio que cobrem despesas como moradia, alimentação, transporte e materiais de estudos.

Como conseguir uma bolsa

Os programas de bolsas de estudo voltados a quem está ingressando na faculdade costumam seguir critérios bem definidos, como renda familiar e desempenho (no Enem ou em vestibular próprio).

Para se inscrever nesses programas, você precisará comprovar sua condição socioeconômica ou seu bom desempenho. Alguns processos de seleção de bolsistas envolvem entrevistas.

Vale lembrar também que existem empresas dispostas a pagar pelos estudos de funcionários com bom potencial. Algumas organizações com programas bem estruturados de incentivo aos funcionários firmam parcerias com instituições de ensino superior.

Portanto, se você está empregado, considere conversar com seus superiores para verificar se existe essa possibilidade e quais são as condições.

ProUni

Uma das maiores iniciativas de concessão de bolsas no Brasil é o ProUni (Programa Universidade para Todos), criado em 2004 pelo Ministério da Educação. Voltado a estudantes brasileiros sem diploma de ensino superior, este programa oferece bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação nas faculdades particulares.

Veja quais são os critérios para se candidatar a uma bolsa do ProUni:

  • Bolsas integrais (100%) são destinadas a estudantes com renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa.
  • Bolsas parciais (50%) são voltadas aos estudantes com renda familiar de até três salários mínimos e meio por pessoa.
  • O candidato deve ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou na rede particular com bolsa integral.
  • O estudante também deve ter feito o Enem e, nele, ter alcançado pelo menos 450 pontos, sem zerar a prova de Redação. A nota no Enem funciona como critério de classificação para a distribuição das bolsas.

Os estudantes que desejam se candidatar ao ProUni podem pesquisar no site do programa quais são as instituições e os cursos participantes. Apenas faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC, como a Anhanguera, são habilitadas a participar do programa.

Bolsas de Iniciação Científica

Estudantes de graduação que participam de programas de pesquisa científica também podem solicitar bolsas. O valor não é muito alto (entre R$ 400,00 e R$ 700,00), mas pode cobrir toda a mensalidade ou funcionar como ajuda de custo, dependendo do curso em que você estiver matriculado.

No Brasil, o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) é o principal órgão do governo federal para financiamento de pesquisas científicas. Em São Paulo, existe também a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo).

Se você já está na faculdade e têm interesse em obter uma bolsa de iniciação científica, fale com seus professores sobre os projetos de pesquisa em andamento na instituição. Eles podem ajudar você a desenvolver uma proposta e orientar no processo de requisição de bolsa.

Além do mais, desenvolver um projeto de pesquisa logo na graduação conta muitos pontos para quem está interessado em ingressar, depois da faculdade, no mestrado ou no doutorado direto. É também uma experiência que certamente enriquecerá muito o seu currículo e abrirá portas para o mercado de trabalho.

Bolsas das próprias universidades

Você sabia que existem faculdades particulares com programas próprios de bolsas de estudos? Conheça algumas possibilidades:

  • Bolsas e descontos para alunos de baixa renda ou com bom desempenho no processo seletivo.
  • Descontos para estudantes que são familiares de quem trabalha ou já estuda na instituição.
  • Bolsas para alunos já matriculados que apresentaram bom desempenho nos primeiros períodos do curso.

Conheça algumas universidades privadas reconhecidas pelo MEC que têm programas de bolsas:

A universidade Cruzeiro do Sul, por exemplo, oferece bolsas com base no desempenho em vestibular da própria instituição. É possível obter tanto bolsas integrais (100%) quanto parciais (de 30% a 50%). O regulamento do programa pode ser consultado no site da universidade.

Outra instituição que concede bolsas de até 100% aos melhores colocados no vestibular é a Anhanguera. Acompanhe os processos seletivos da instituição e fique de olho nos editais para saber quais unidades oferecem o benefício. A Anhanguera também tem programas de bolsas para pessoas com deficiência, estudantes com boa pontuação no Enem (Exame Nacional de Ensino Médio) e funcionários de empresas parceiras.

Leia também:

Conheça os tipos de bolsas oferecidas pelo ProUni

Descubra tudo sobre as bolsas de estudo da Anhanguera

Você está pensando em se candidatar a uma bolsa de estudos? De que tipo? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin