Veja as melhores maneiras de como começar uma redação

Você está em dúvida sobre como começar sua redação? Neste artigo, você confere a importância de uma boa introdução e quais seus principais tipos. Confira!

Sem dúvidas, a parte mais difícil de uma redação é começar! A introdução é o ponto inicial que ajuda a desenrolar todo o texto. Além de ser o momento de prender ou não a atenção do leitor.

O tipo de redação mais pedido em vestibulares, como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), concursos e processos seletivos é a dissertativa-argumentativa. Nela, o autor deve defender seu ponto de vista sobre determinado tema com argumentos sólidos.

Esse tipo de texto é formado por introdução, argumentação e conclusão. No caso do Enem, ainda é preciso incluir na conclusão uma proposta de intervenção para solucionar o problema apresentado e que respeite os Direitos Humanos.

Como começar uma redação?

Antes de começar a escrever a redação, é preciso rascunhar a estrutura do seu texto, pensando qual ponto de vista irá defender, que informações irá usar como argumentos e em que conclusão pretende chegar. No Enem, a estrutura e a organização do texto são essenciais para conseguir uma boa nota.

Com o texto já estruturado, é possível pensar em como será sua introdução. Ela ocupa as 4 ou 5 primeiras linhas do texto. É importante que a introdução apresente o tema do texto e sua opinião sobre ele e, ao mesmo tempo, instigue o leitor a continuar a leitura.

Tipos de introdução

Existem vários tipos de introdução para se iniciar uma redação, confira alguns tipos para se inspirar!

Alusão histórica

É o tipo de introdução que resgata um fato histórico. Ela pode ser usada para traçar diferenças ou semelhanças com o momento atual.

Citação

A citação pode aparecer em várias partes do texto. Na introdução, ela dá credibilidade à sua tese, ou seja, sua opinião sobre o tema. Ela pode ser direta ou indireta e sempre é preciso dar crédito ao autor.

Comparação

Esse tipo de introdução pode ser usada para comparar dados, ideias e experiências. Mas, é preciso tomar cuidado para não ofender alguma cultura ou ferir os Direitos Humanos quando escrever sobre algum país ou povo.

Narração

Uma boa forma de fisgar a atenção do leitor para seu texto é narrar algum fato real ou ficcional. Em geral, os estudantes narram fatos históricos, notícias ou cenas de filmes e séries.

Exemplos de introdução

Para entender o quanto as introduções são importantes para o texto, dê uma olhada em alguns exemplos de introdução:

“No filme “Matrix“, clássico do gênero ficção científica, o protagonista Neo é confrontado

pela descoberta de que o mundo em que vive é, na realidade, uma ilusão construída a fim de manipular o comportamento dos seres humanos, que, imersos em máquinas que mantêm seus corpos sob controle, são explorados por um sistema distópico dominado pela tecnologia. Embora seja uma obra ficcional, o filme apresenta características que se assemelham ao atual contexto brasileiro, pois, assim como na obra, os mecanismos tecnológicos têm contribuído para a alienação dos cidadãos, sujeitando-os aos filtros de informações impostos pela mídia, o que influencia negativamente seus padrões de consumo e sua autonomia intelectual.”

  • Fernanda Carolina Santos Terra de Deus (Enem 2018)

“A utilização dos meios de comunicação para manipular comportamentos não é recente no Brasil: ainda em 1937, Getúlio Vargas apropriou-se da divulgação de uma falsa ameaça comunista para legitimar a implantação de um governo ditatorial. Entretanto, os atuais mecanismos de controle de dados, proporcionados pela internet, revolucionaram de maneira negativa essa prática, uma vez que conferiram aos usuários uma sensação ilusória de acesso à informação, prejudicando a construção da autonomia intelectual e, por isso, demandam intervenções.”

  • Natália Cristina Patrício da Silva (Enem 2018)

“Na antiga Esparta , crianças com deficiência eram assassinadas, pois não poderiam ser guerreiras, profissão mais valorizada na época. Na contemporaneidade, tal barbárie não ocorre mais, porém há grandes dificuldades para garantir aos deficientes – em especial os surdos – o acesso à educação, devido ao preconceito ainda existente na sociedade e à falta de atenção do Estado à questão.”

  • Mariana Camelier Mascarenhas (Enem 2017)

“Sob a perspectiva filosófica de São Tomás de Aquino, todos os indivíduos de uma sociedade democrática possuem a mesma importância , além dos mesmos direitos e deveres. No entanto, percebe-se que, no Brasil, os deficientes auditivos compõem um grupo altamente desfavorecido no tocante ao processo de formação educacional, visto que o país enfrenta uma série de desafios para atender a essa demanda.”

  • Alan de Castro Nabor (Enem 2017)

“‘É mais fácil desintegrar um átomo que um preconceito’. Com essa frase, Albert Einstein desvelou os entraves que envolvem o combate às diversas formas de discriminação existentes na sociedade. Isso inclui a intolerância religiosa, comportamento frequente que deve ser erradicado do Brasil.”

  • Tamyres dos Santos Vieira (Enem 2016)

“Em meados do século passado, o escritor austríaco Stefan Zweig mudou-se para o Brasil devido à perseguição nazista na Europa. Bem recebido e impressionado com o potencial da nova casa, Zweig escreveu um livro cujo título é até hoje repetido: ‘Brasil, país do futuro’. Entretanto, quando se observa a deficiência das medidas na luta contra a intolerância religiosa no Brasil, percebe-se que a profecia não saiu do papel.”

  • Desirée Macarroni Abbade (Enem 2016)

Onde estudar com a nota no Enem

Com a nota do Enem, você pode ingressar em universidades públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e particulares, pelo Programa Universidade para Todos (Prouni) ou Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Ainda é possível entrar em instituições particulares com bolsa de estudos ou desconto nas mensalidades. Muitas faculdades privadas oferecem ótimas condições aos ingressantes e matrícula sem burocracia, com ou sem a nota do Enem. Confira abaixo algumas faculdades reconhecidas pelo MEC que oferecem bons descontos:

Leia também: Descubra como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Você já sabe em qual faculdade irá ingressar com sua nota do Enem? Conta para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin