dcsimg

Descubra como entrar na lista de espera do Sisu

Quer saber como funciona e como entrar na lista de espera do Sisu? Então, descubra agora! 

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) abre o seu processo seletivo todos os semestres e são disponibilizadas vagas em universidades públicas de todo o país. 

Apesar de abrir as inscrições duas vezes ao ano, esse processo seletivo costuma ser bastante concorrido, deixando muitos estudantes de fora da sua primeira chamada (chamada regular), restando apenas a chance de conseguir uma vaga por meio da lista de espera. 

Como entrar na lista de espera do Sisu 

A lista de espera do Sisu é aberta logo após a divulgação da chamada regular do processo seletivo. Para participar, o estudante não deve ter sido convocado para a primeira opção de curso selecionada. 

A inscrição ocorre no site oficial do Sisu, e o candidato deverá ir até “boletim do candidato”, clicar em “participar da lista de espera” e aguardar a confirmação do pedido na tela.  

O prazo para realizar esse pedido é de até 10 dias, e geralmente uma semana após o encerramento são iniciadas as novas convocações. 

Fique atento! Algumas instituições exigem que o estudante também manifeste o interesse em participar da lista de espera diretamente em seu site. Por isso, informe-se com a universidade. 

Quando sai o resultado da lista de espera do Sisu 

As convocações para o preenchimento das vagas disponíveis são realizadas diretamente pelas universidades e não possuem um prazo determinado. 

Geralmente, iniciam-se uma semana após o encerramento das inscrições para a lista de espera, ocorrendo até a ocupação de todas as vagas, mesmo após o início das aulas.

O estudante deverá se informar com a instituição sobre o cronograma e os documentos exigidos para a realização da matrícula.

O que fazer se não conseguir uma vaga no Sisu 

Não se preocupe se não conseguir uma vaga no Sisu, pois existem outras formas de ingressar em uma faculdade utilizando a sua nota do Enem. Confira:

ProUni

Uma forma de ingressar em uma faculdade é por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni), que disponibiliza bolsas de estudo, parciais e integrais, para estudantes que realizaram o último Enem, obtiveram nota igual ou superior a 450 pontos no exame e não zeraram a redação. 

Para participar, o candidato deve comprovar renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa para bolsa integral (100%) e renda familiar de até três salários mínimos por pessoa para bolsas parciais (50%). Além de atender a um dos requisitos abaixo: 

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública; 
  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede privada, na condição de bolsista integral;
  • Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede privada, na condição de bolsista integral; 
  • Ser pessoa com deficiência; 
  • Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública. Nesse caso, as bolsas são oferecidas exclusivamente para os cursos de licenciatura e não há qualquer requisito de renda.

Apesar de ter bastantes requisitos, o ProUni é um processo seletivo bem concorrido, com notas de corte consideradas altas, por isso muitos estudantes estão optando por uma outra forma de entrar em uma faculdade, que é por meio do ingresso direto pelo Enem. 

Ingresso direto pelo Enem 

O ingresso direto pelo Enem é uma forma mais facilitada e sem burocracia de entrar em uma faculdade particular. 

Com ele, não é preciso fazer vestibular e ainda o estudante consegue concorrer a bolsas de estudo e descontos, além de ser possível financiar o curso diretamente com a instituição, sem comprovar renda. 

Para participar do ingresso direto, o estudante só precisa se inscrever no site da faculdade que deseja estudar, incluir a pontuação de alguma edição do Enem que participou e aguardar o resultado, que é disponibilizado em até 24 horas. 

O ingresso direto não exige que o candidato tenha obtido uma nota mínima no Enem, é necessário apenas não ter zerado a prova nem a redação.

Veja algumas instituições, reconhecidas pelo MEC, que oferecem essa forma de ingresso e realize a sua inscrição agora mesmo:

Veja mais:

Descubra quais os 10 cursos mais procurados

As 10 profissões do futuro

Escolheu o seu curso? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin