dcsimg

Descubra como fazer uma faculdade pelo Fies

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é uma iniciativa do governo que tem como proposta incluir estudantes que não tem condições de arcar com os custos do ensino superior privado.

Diferente das bolsas de estudos, o valor do financiamento deve ser pago ao agente financiador, assim que a graduação termina.

Entretanto, os juros praticados pelo programa são bem mais baixos do que os praticados em empréstimos bancários.

Esteja por dentro sobre o que é o FIES, como se inscrever, e conheça faculdades que possuem programas próprios de financiamento.

O que é o FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), criado em 1999 pelo Ministério da Educação, tem como principal objetivo possibilitar o ingresso de jovens de baixa renda e também daqueles que não possuem condições de arcar com os custos do ensino superior.

O FIES oferece financiamento estudantil para graduandos em universidades particulares que possuem avaliações positivas no Sistema Nacional da Educação Superior (Sinaes).

A proposta, portanto, tem a finalidade de manter no curso o estudante que não possui condições de bancar seus próprios estudos. Assim que a graduação termina, o beneficiário deve devolver o valor financiado por meio de parcelas mensais.

Modalidades de financiamento

FIES

Essa modalidade é direcionada a candidatos com renda per capita de até 3 salários mínimos. Uma vez aprovado, o candidato deverá pagar uma taxa de mensal de coparticipação referente aos custos não incluídos no financiamento.

Após concluir o curso, o pagamento do financiamento passa a ser realizado por meio de parcelas mensais a serem definidas, conforme a realidade financeira do estudante. Não há cobrança de juros nessa modalidade.

P-Fies

A segunda modalidade é voltada a candidatos com renda familiar per capita de até 5 salários mínimos. As condições de concessão de financiamento são definidas entre o agente financiador (banco), a faculdade e o estudante.

Quem pode participar do FIES

Os candidatos que fizeram o Enem, em qualquer uma de suas edições a partir de 2010, e pontuado pelo menos 450, além de ter tirado mais do que zero na prova de Redação.

Os beneficiários do ProUni que tenham conseguido bolsas parciais podem se inscrever no FIES para conseguir o financiamento de 50% do valor da mensalidade do curso.

Porém, esses candidatos não poderão participar dos dois programas para cursos em faculdades diferentes, além de o processo ser realizado em um período específico.

Como se inscrever para o FIES

As inscrições são realizadas no site http://fies.mec.gov.br. Confira o passo a passo de como solicitar o financiamento:

  1. A primeira etapa é a que o candidato informa alguns de seus dados no Sistema de Seleção do FIES. Após validar o cadastro inicial, a inscrição está finalizada.
  2. Depois de divulgada a pré-seleção no site da FIES, os candidatos selecionados precisam fazer a inscrição no SisFIES. Nessa etapa, são necessários dados do financiamento a ser contratado.
  3. Uma vez que a inscrição no SisFIES está concluída, o candidato deve comparecer a sua faculdade para validar as informações cadastradas na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA).
  4. Por fim, depois das informações serem validadas, o candidato tem até 10 dias para comparecer a um agente financeiro do FIES com seu fiador, para negociar e formalizar os trâmites do financiamento estudantil. No caso do P-Fies, o estudante deve procurar um operador de crédito para mostrar a documentação solicitada e formalizar a contratação do financiamento.

Possibilidades alternativas ao FIES

Pode acontecer de você, por algum motivo, não conseguir o financiamento do FIES. Mas está tudo bem. A disputa é grande e você não pode desistir da chance de conseguir ingressar no tão sonhado ensino superior.

Uma boa alternativa é entrar na faculdade utilizando, por exemplo, a nota do Enem. Muitas universidades particulares aceitam a nota do exame como uma forma de ingresso direto, sem a necessidade de realizar qualquer processo seletivo.

Além de possibilitar a entrada em várias universidades, a pontuação do Enem também pode complementar a nota do vestibular.

Ainda com o Enem, é possível conseguir uma bolsa de estudos por meio do ProUni (Programa Universidade para Todos). São concedidas bolsas integrais e parciais de 50% a estudantes de baixa renda.

Podem se inscrever no programa aqueles estudantes que obtiverem nota mínima de 450 pontos na média das provas objetivas e não zeraram a prova de Redação. Também é necessário preencher os outros requisitos do programa.

Existem também as faculdades que oferecem seus próprios programas de financiamento. E pode apostar que as condições de contratação são muito menos burocráticas. Tem também as bolsas de estudo, descontos para quem paga as mensalidades em dia, entre outros.

Faculdades que têm seus próprios programas de financiamento e bolsas de estudo

Existem diversas faculdades que participam do FIES e possuem reconhecimento do MEC. Mas as instituições que serão listadas a seguir, além de serem reconhecidas e bem avaliadas pelo órgão, também oferecem programas de financiamento próprios, bolsas de estudos e vários descontos.

Veja também:

Documentos para o FIES

E então, resolveu se candidatar ao FIES? Ou vai tentar outra forma de financiar sua graduação? Conte para a gente aqui embaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin