dcsimg

Presencial ou EAD: os diplomas são diferentes? Descubra!

Na dúvida se o curso a distância dos sonhos tem o mesmo diploma do curso tradicional? Saiba mais agora mesmo!

Está cada vez mais fácil dar início a uma graduação optando pelo ensino a distância, mas muitos estudantes e ingressantes no ensino superior têm dúvidas sobre a validade e reconhecimento desse diploma.

Será que a qualidade do ensino é a mesma? E o tempo de curso? Será que são menos matérias? O mercado aceita essa formação? São essas e outras perguntas, certo?

Então, fique atento a todas as informações sobre o ensino e os diplomas de curso presencial e EAD. Será que realmente há diferença?

Qual a diferença entre o curso presencial e EAD?

A graduação presencial costuma ser a primeira opção por ser a forma mais tradicional, seja no ensino básico (fundamental e médio) ou no ensino superior. De forma simples, entenda qual a diferença em cada uma das modalidades:

A graduação presencial

O curso é realizado total ou em maior parte de forma presencial (alguns cursos possuem carga horária mínima de EAD) com aulas cumpridas no campus da instituição em horário determinado.

Para quem precisa de rotina e disciplina impostas para acompanhar os estudos, pode ser uma boa opção, mas todo e qualquer imprevisto pode computar em faltas, perda de trabalhos e até mesmo provas.

Em grandes centros, é normal acontecerem atrasos no trabalho por motivos de trânsito intenso ou problemas no transporte público. O mesmo se dá para chegar na faculdade; é importante analisar esse “risco”.

A graduação EAD

No ensino a distância, o aluno cumpre seus compromissos com o curso total ou parcialmente online – depende da opção da instituição para a graduação escolhida. Os encontros marcados costumam ser apenas para realização das provas bimestrais e aulas inaugurais.

É uma excelente opção para quem já tem uma rotina tomada de compromissos e precisa encaixar a faculdade entre uma tarefa e outra. Se você é disciplinado e adepto do estudo individual, vale investir.

Além de não precisar se deslocar de um ponto a outro para participar de todas as aulas, a economia se reflete no transporte e na mensalidade, já que cursos EAD são consideravelmente mais baratos que os cursos presenciais.

A graduação semipresencial

Na modalidade semipresencial, o aluno ainda tem uma rotina de aulas que devem ser cumpridas presencialmente no polo educacional da faculdade. A quantidade é menor, acontecendo de 1 a 2 vezes na semana, mas de forma regular.

Essa opção também agrada muitos alunos que ainda precisam do compromisso de estar presente na faculdade, mas com liberdade nos outros dias para o ajuste da agenda pessoal e dos estudos.

Na Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA), por exemplo, você encontra cursos como Administração, Enfermagem, Educação Física, História, Comércio Exterior e Gestão Comercial neste formato.

Os diplomas têm a mesma validade?

Essa é uma dúvida frequente e a resposta é simples: sim, os diplomas são iguais! Seja a graduação realizada na modalidade presencial ou EAD, o seu diploma terá o mesmo peso e reconhecimento.

O importante é sempre verificar se a faculdade almejada é reconhecida e avaliada pelo MEC.

Como uma graduação é avaliada?

Se você tinha alguma dúvida sobre a qualificação do curso EAD, fique tranquilo. O MEC aplica as mesmas avaliações para ambas as modalidades. Saiba mais sobre os critérios:

  • Conceito Institucional (CI): avaliação do espaço físico da instituição de ensino, bem como os métodos aplicados, o Plano de Desenvolvimento Institucional, infraestrutura, entre outros.
  • Conceito do Curso (CC): por meio de uma equipe, o MEC avalia o curso em quatro fatores: teor pedagógico, corpo docente, infraestrutura e cumprimento dos requisitos normativos.  
  • Índice Geral de Curso (IGC): avaliação da qualidade de ensino oferecida na graduação realizada por meio do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). Nesse mesmo exame, também sai a avaliação do Conceito Preliminar de Curso (CPC).
  • Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade): realizado de 3 em 3 anos, o exame busca avaliar todos os alunos que cursam a graduação, ou seja, de diferentes anos e semestres. Os assuntos abordados na prova são relacionados ao curso.
  • Conceito Preliminar do Curso (CPC): leva em consideração o corpo docente e recursos oferecidos no curso.

Quais são as vantagens de cursar uma faculdade EAD?

Agora que você já sabe que não existe diferença entre o diploma de curso presencial e a distância, chegou a hora de decidir por alguma das modalidades!

Primeiro, descubra se o seu curso possui as duas opções. Se sim, fique de olho nas vantagens de escolher o ensino a distância:

Qualidade: numa faculdade reconhecida e avaliada pelo MEC, você tem a garantia e segurança de obter um ensino de qualidade a distância. Faça a faculdade de onde quiser e quando quiser e alcance o diploma tão esperado.

Preço: como já abordado, a diferença no preço das mensalidades pode ser gritante! Se você sonha com o ensino superior, mas precisa economizar, esse é o melhor caminho. Em alguns casos, a mensalidade pode chegar a ⅓ do valor do curso presencial, não deixe de pesquisar.

Tempo: além de economizar dinheiro, você pode economizar tempo. Já pensou em estudar antes do trabalho, na hora do almoço e até mesmo entre um compromisso e outro? Com EAD, você consegue! Ajuste a faculdade a sua rotina; nada de horários rígidos.

Inovação: já pensou em obter todas as aulas e material didático em uma só plataforma? É isso que o ensino a distância oferece. Poder fazer seus trabalhos, estudar e assistir ao conteúdo de onde quiser e quando quiser, basta ter uma conexão.

Onde conquistar o diploma EAD?

Agora que você já sabe tudo sobre o ensino a distância, onde estudar? Separamos algumas das faculdades reconhecidas pelo MEC que possuem inúmeros cursos no formato presencial e são líderes na modalidade EAD. Veja:

Conte nos comentários: qual curso você deseja começar no próximo ano? Vai seguir no ensino a distância?

Acompanhe também:

IGC – o índice geral dos cursos

É verdade que a Cruzeiro do Sul é reconhecida pelo MEC?

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin