dcsimg

Descubra o que é possível fazer com os resultados do Enem

Fez a prova do Enem e quer saber como utilizar sua nota para entrar na faculdade? Saiba tudo neste texto!

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é hoje a prova mais importante de todo o território brasileiro. Isso porque, por meio dela, todos os anos milhares de estudantes testam seus conhecimentos em uma prova que pode possibilitar a entrada no ensino superior.

Para ilustrar isso, vale a pena conhecer alguns números. Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (INEP), em 2009 o número de alunos inscritos foi de 4,5 milhões. Em 2017, esse número saltou para 7,5 milhões!

Se você está entre as pessoas que fizeram a prova, precisa pensar nos próximos passos para entrar em uma faculdade. Continue lendo para saber mais sobre o que fazer com o resultado do Enem:

Como acessar os resultados do Enem

De todas as etapas que envolvem o Enem (inscrição, divulgação do local de provas e dos gabaritos, por exemplo), certamente a mais esperada é a divulgação do resultado individual, que acontece no mês de janeiro.

Para conhecer as suas notas finais no Enem, você deve acessar a página do participante. Para acessar sua nota, você precisará informar o CPF e a senha cadastrada no momento da sua inscrição.

Após informar os dados, você terá acesso ao Boletim de Desempenho Individual no Enem, onde estará registrada a sua pontuação nas 5 áreas do conhecimento: Linguagens, Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Matemática e Redação.

Abaixo, há uma imagem que ilustra como será o boletim ao qual você terá acesso (observe o destaque em azul, que é onde você verá suas notas):

Enem Resultados

O que fazer com a nota do Enem?

Depois que você já tiver conferido o resultado, o próximo passo é buscar faculdades que utilizam a nota para selecionar os alunos. Vamos conhecer as possibilidades:

Usar a nota do Enem no Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um programa do governo federal que teve sua primeira edição no ano de 2010. Como o nome diz, trata-se de um sistema que funciona como um processo seletivo para que alunos de todo o Brasil possam concorrer a vagas para as universidades públicas brasileiras utilizando a nota obtida na última prova do Enem.

Na hora da inscrição no Sisu, o sistema ‘puxa’ suas notas na prova do Enem e, assim, você pode escolher o curso e instituição em que deseja entrar para disputar uma das vagas. É só acessar o site oficial do Sisu e clicar no link “Fazer Inscrição”.

Características do Sisu:

  • Realizado duas vezes ao ano, no 1º e 2º semestres.
  • Para participar, você precisa ter feito a última edição do Enem.
  • É obrigatório não zerar a prova de redação.
  • As inscrições são gratuitas.
  • Não há limite de renda.

Usar nota do Enem para ProUni

O Programa Universidade para Todos (ProUni)  também é uma iniciativa do governo federal. Seu objetivo é conceder bolsas de estudo em faculdades particulares para estudantes que comprovem ter algumas características específicas (falaremos disso logo abaixo).

De maneira geral, o que acontece é que o governo vai “bancar” a sua faculdade, desde que atenda a determinados pré-requisitos que confirmem que você e sua família não têm condições de pagá-la de fato.

Para concorrer às bolsas do ProUni, informe seu número de inscrição no Enem para que o sistema consulte as notas que você tirou. As inscrições acontecem duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre, e devem ser feitas no site do ProUni.

Características do ProUni:

  • Realizado duas vezes ao ano, no 1º e 2º semestres.
  • As inscrições são gratuitas.
  • Bolsas podem ser de 50% ou 100%.
  • Renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa.
  • É necessário ter cursado ensino médio em escola pública ou privada com bolsa.
  • Média na prova do Enem deve ser maior que 450 pontos.
  • Não pode zerar a redação.
  • Válido para estudantes que ainda não tenham um diploma de nível superior.

Pré-requisitos para ser beneficiado pelo ProUni:

Para que você possa ter o direito à bolsa, é necessário se enquadrar em ao menos um dos seguintes critérios:

  • Ter estudado o ensino médio completamente em escola da rede pública.
  • Ter estudado o ensino médio em escola particular, desde que na condição de bolsista integral da própria instituição.
  • Ter estudado o ensino médio em escolas da rede pública e particular, desde que na condição de bolsista integral da própria instituição.
  • Ter deficiência.
  • Ser professor permanente em escola pública com o objetivo de concorrer a bolsas em cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia. A renda familiar não é considerada nessa condição.

Usar a nota do Enem para ingressar em faculdade particular

Antes da existência do Enem, cada universidade elaborava sua prova. Depois que o Exame Nacional passou a existir, muitas faculdades privadas de todo o Brasil optaram por oferecer a possibilidade de o aluno usar a nota do Enem como forma de ingresso.

Cada instituição define como será o uso do Enem, e por isso as regras variam bastante (são descritas no edital de processo seletivo da universidade). Em algumas delas, pode-se usar somente a nota do último exame, enquanto em outras é possível disputar uma vaga com as notas de anos anteriores.

Pode acontecer também de algumas faculdades exigirem uma nota mínima nas provas objetivas e na redação, mas essa não é a regra geral.

Devido a essas variações, vale a pena entrar no site da faculdade desejada e se informar sobre os procedimentos de matrícula.

Aqui apresentamos uma seleção que fizemos de faculdades renomadas e que são credenciadas e bem avaliadas pelo Ministério da Educação. Você pode buscar por informações detalhadas sobre como usar a nota do Enem em cada uma delas:

Usar a nota do Enem para complementar nota do vestibular tradicional

É importante que você saiba que ainda existem universidades que optaram por continuar realizando uma prova de vestibular própria, em vez de utilizar notas obtidas no Enem.

Ainda assim, em algumas dessas faculdades, mesmo fazendo a prova do vestibular tradicional, você pode usar o Enem para complementar a nota que tirou no vestibular da instituição.

Isso ocorre em algumas universidades públicas bastante concorridas, como a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que aceita a nota do Enem para complementar a pontuação do processo seletivo, inclusive para cursos como Medicina.

As regras de utilização da nota do Enem como complemento do vestibular variam bastante de acordo com a instituição, assim como o cálculo da pontuação. Por isso mesmo, é importante consultar o edital do vestibular para entender as regras internas e saber de que modo você poderá usar sua nota no processo seletivo da faculdade em que pretende ingressar.

Veja também:

Enem 2018 – saiba quais as notas de corte para cada curso
Saiba como fazer uma faculdade EAD com a nota do Enem

Agora que você já sabe o que pode fazer com a nota do Enem, que tal compartilhar um pouco dos seus planos conosco? Deixe um comentário dizendo qual curso e faculdade você está pensando em fazer!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin