dcsimg

Saiba tudo sobre fazer uma faculdade presencial

Descubra quais são as vantagens de fazer uma faculdade presencial e onde estudar para começar uma carreira de sucesso.

A expansão do acesso à internet e o aperfeiçoamento das plataformas digitais de aprendizagem permitiram, ao longo dos últimos anos, o aumento no número de graduações oferecidas no formato a distância (EAD). 

Hoje, além de escolher que curso fazer e onde estudar, quem está entrando no ensino superior também precisa decidir em qual modalidade vai se matricular: presencial, semipresencial ou a distância.

Apesar da expansão do formato EAD, dados da Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed) apontam que a maioria dos estudantes brasileiros escolhe fazer uma faculdade presencial. 

Esta opção é a preferida principalmente entre os estudantes com menos de 26 anos.

Se você está está em dúvida sobre fazer um curso presencial, explicamos a seguir como funciona essa modalidade e quais as suas vantagens e desvantagens.

Cursos presenciais

A maioria dos cursos superiores no Brasil é oferecida na modalidade presencial. 

Graduações que demandam muitas atividades práticas ou laboratoriais costumam ser oferecidas apenas no formato presencial ou, no máximo, semipresencial – quando parte das disciplinas é cursada a distância (as mais teóricas) e parte presencialmente.

Para o curso de Medicina, por exemplo, só existe a modalidade presencial. O mesmo ocorre com Odontologia, Medicina Veterinária e outras formações da área da Saúde. 

Muitos cursos de Engenharia também são encontrados apenas no formato presencial ou com uma quantidade mínima de disciplinas oferecidas a distância.

Cursos semipresenciais e EAD são oferecidos, principalmente, por instituições particulares – e as mensalidades costumam ser mais baixas do que as cobradas em graduações presenciais. 

Já nas universidade públicas brasileiras, de modo geral, cursos presenciais ainda são a regra em praticamente todas as áreas.

Vale destacar que não existe diferença entre o diploma obtido no curso presencial e o fornecido na modalidade EAD. Não há nenhuma distinção em termos de validade ou grau de formação.

Frequência obrigatória

Nos cursos 100% presenciais, o aluno precisa se deslocar e frequentar as aulas na universidade em horários e turnos preestabelecidos. 

Cumprir uma frequência mínima, normalmente de 75%, é um requisito para ser aprovado nas disciplinas.

Algumas faculdades dão maior liberdade para os alunos adaptarem a própria grade horária e cursar disciplinas em turnos ou com turmas diferentes. 

Mas isso depende muito dos procedimentos de cada instituição e da abertura dos professores para essas adaptações.

Prós e contras da faculdade presencial

A qualidade de ensino nas faculdades presenciais, em comparação com os cursos a distância, é um tema frequente de discussão entre professores e especialistas em ensino superior. 

Uma das vantagens mais citadas da graduação presencial é o maior envolvimento do estudante com a vida universitária. 

A sala de aula é um ambiente capaz de incentivar o diálogo e as trocas entre estudantes e docentes – o que faz com que cada aula ou atividade seja uma experiência diferente, dependendo da turma ou do professor. 

A graduação EAD, por outro lado, tende a ser mais “solitária”, apesar de ferramentas como fóruns e chats estimularem a interação.

Para ajudar você na sua escolha, listamos abaixo as vantagens e as desvantagens de fazer uma faculdade presencial. 

Vantagens:

  • Há mais contato com pessoas e maior possibilidade de networking.
  • Horários fixos ajudam na organização da rotina acadêmica.
  • As boas universidades contam com infraestrutura preparada para pesquisa e estudo, como salas de leitura e bibliotecas.
  • É possível tirar suas dúvidas na hora, durante as aulas.

Desvantagens:

  • Os horários são mais rígidos e há menos flexibilidade do que no formato EAD.
  • Faltar a uma aula pode significar conteúdo perdido.
  • As mensalidades costumam ser mais altas.

Onde encontrar cursos de graduação presenciais

As maiores universidades brasileiras, sejam elas públicas ou privadas, oferecem cursos superiores na modalidade presencial. 

Ao escolher onde estudar, leve em conta a infraestrutura da instituição, a organização dos cursos e a qualidade dos professores. 

Um cuidado fundamental é escolher uma universidade que seja credenciada e bem avaliada pelo MEC (Ministério da Educação). 

Apenas faculdades oficialmente reconhecidas são habilitadas a fornecer diplomas válidos, aceitos em todo o país, tanto por empresas privadas quanto em concursos públicos e cursos de pós-graduação.

As universidades abaixo, por exemplo, cumprem todos esses requisitos, participam de programas federais como o ProUni (Programa Universidade para Todos) e têm sistemas próprios que fornecem bolsas e descontos sem burocracia:

Acesse o site das universidades para saber mais sobre os cursos oferecidos, processos seletivos e bolsas de estudo. Conseguir um diploma de graduação e começar uma carreira profissional pode estar bem mais perto do que você imagina.

Leia também:

Vale a pena fazer faculdade a distância? Entenda

Qual a diferença entre curso semipresencial e EAD?

Você já decidiu se vai fazer uma faculdade presencial? Que curso deseja fazer? Deixe um comentário falando sobre suas expectativas.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin