dcsimg

Conheça faculdades particulares que oferecem bolsas de estudo

São muitas as faculdades privadas que oferecem bolsa de estudos. O desafio é encontrar as melhores. Descubra agora mesmo onde encontrá-las!

O universo de faculdades particulares onde você pode estudar com bolsa é imenso!

Mas nem todo mundo sabe que, nesses casos, o que mais interessa é a qualidade de ensino, ou seja, garantir vaga em instituições conceituadas no mercado.

Isso, ao final de contas, é o que vai determinar os rumos de sua carreira.

A seguir, conheça faculdades particulares que oferecem bolsas de estudos e garanta sua vaga o quanto antes!

Faculdades particulares que oferecem bolsas de estudos

De um jeito ou de outro, praticamente todas as faculdades particulares brasileiras oferecem bolsas de estudos aos seus atuais e futuros estudantes.

Algumas, no entanto, têm uma oferta maior e estão presentes em diversos programas de acesso ao ensino superior.

Independentemente de como você vai tentar a bolsa, é preciso escolher com atenção.

Vale a pena investir o esforço para ganhar vaga nas melhores faculdades, aquelas que realmente vão abrir portas no mercado de trabalho.

Identificar uma delas pode dar um certo trabalho, mas o critério é simples: basta se certificar de que a faculdade é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e o curso que você quer fazer foi bem avaliado.

Com uma pesquisa mais aprofundada você encontra facilmente essas informações.

Se está em dúvida por onde começar, a gente tem algumas sugestões interessantes.

Confira aí:

Na maioria dos casos as bolsas valem para cursos presenciais e a distância em todas as áreas.

Quer saber como conseguir a sua? Veja a seguir!

Como conseguir bolsas de estudos em faculdades particulares

Existem vários caminhos para se chegar a uma bolsa de estudos em faculdade particular.

Um dos maiores e mais conhecidos é, sem dúvidas, o Programa Universidade para Todos (ProUni).

O ProUni está aberto a quem não tem diploma de nível superior e fez o Enem mais recente.

Para ganhar uma bolsa integral ou parcial é preciso ter boa nota no exame e acompanhar de perto o processo seletivo, que dura quatro dias.

São duas edições anuais, sempre no início de cada semestre letivo, que, juntas, oferecem mais de 300 mil bolsas em faculdades bem avaliadas pelo MEC.

Além de ter feito o Enem mais recente, é preciso atender aos requisitos de participação:

  • Pelo menos 450 pontos na média das provas, com nota acima de zero na redação.
  • Ensino médio feito inteiramente em escola da rede pública, ou como bolsista integral na rede particular.
  • Renda familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa.

O programa só faz exceção a professores da rede pública e a pessoas com deficiência.

No ProUni, dá para encontrar bolsas até em cursos mais caros, como Medicina, Odontologia e Engenharia.

O critério de classificação é nota com a qual cada candidato entra na disputa. Geralmente, é uma seleção bastante concorrida, que exige pontuações acima de 650 pontos, dependendo do curso.

O ProUni pode até ser o maior programa de bolsas, mas não é o único.

Tem várias outras maneiras de conseguir a sua, e sem tanto trabalho.

Veja:

  • Por meio das bolsas-desempenho oferecidas pelas faculdades particulares aos candidatos que se deram bem no vestibular tradicional da instituição.
  • Bolsas para quem apresentar uma nova elevada no Enem mais recente (algumas faculdades fazem isso como forma de atrair novos talentos).
  • Bolsas oferecidas por meio de programas de incentivo ao ensino superior coordenados pelas secretarias estaduais ou municipais de educação.
  • Bolsas para alunos que querem fazer uma segunda graduação.
  • Bolsas para quem quer se transferir de faculdade.
  • Bolsas para alunos que apresentarem um bom desempenho nas disciplinas ao longo do curso.
  • Bolsas oferecidas por parceiros de diversas faculdades pelo Brasil.

Como você pode ver, tem bolsa de tudo quanto é jeito. A grande maioria delas é parcial, com descontos que podem chegar a 75% em cima do valor das mensalidades.

O melhor jeito de conhecer todas as possibilidades é entrando em contato com a faculdade onde você gostaria de estudar.

E se não rolar bolsa de estudos, o que fazer? Descubra a seguir.

O que fazer se não conseguir bolsa de estudos

Se não rolar bolsa pelo ProUni ou por qualquer outro programa que falamos aqui, talvez seja hora de tentar algumas alternativas.

Se você fez o Enem, pode ser uma boa optar pelo FIES.

O programa de crédito estudantil do governo federal possibilita financiar cursos superiores com juros baixos e ainda concede um belo prazo para pagamento da dívida. Para melhorar, a cobrança só começa depois da formatura.

O sistema de seleção é muito similar ao do ProUni, com a vantagem de ser menos concorrido.

O programa aceita a participação de pessoas que fizeram qualquer edição do Enem a partir de 2010 e atendem aos requisitos de desempenho no exame e renda familiar.

As faculdades a seguir oferecem ótimas alternativas a quem não conseguiu bolsa, inclusive FIES e/ou financiamentos sem burocracia. Confira:

Veja também:

Descubra como funcionam as cotas do ProUni 

E aí, o que achou das faculdades particulares que oferecem bolsa de estudos? Vai tentar vaga em alguma delas? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin